Terça-feira, 30 de Outubro de 2007

As sondagens começam a ser desfavoraveis para Sócrates e o discurso é de prever que comece a mudar também, para arrepiar caminho, com vista a ganhar as próximas eleições.

Sócrates parece que andou na Escola de Mário Soares.

Soares fazia política de direita e quando as sondagens comecavam a falhar começava a atacar a direita, como se ele fosse de "esquerda". e fosse a razão de todos os males.

A charlatanisse dos políticos do P"S" já é velha e só caí nessa quem quiser.

Hoje Sócrates "atacou" a direita de querer mudar as escolas públicas para privadas.

Mas com ele as escolas serão sempre públicas?

Sócrates tem protagonizado uma política neoliberal de retirada de direitos sociais, incluíndo fecho de escolas, vigilância tipo big brother nas escolas, medidas avulsas para fazer confusão entre alunos, professores e funcionários, e impor um regime de campo de concentração onde os alunos que se portem mal, vão ser objecto de repressão escolar e policial.

Hoje as escolas tornaram-se um regime de semi-ditadura tipicamente salazarista, onde os professores serão os torturadores do jovens alunos, sendo os professores  vítimas  da política nazi-fascista dos sucessivos Ministérios da Educação e os estudantes vítimas dos professores e vice-versa.

 

 



publicado por uon às 17:00 | link do post

Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Segundo o  "Correio da Manhã" a Faculdade de Ciências quer despejar moradores que vivem em casas desta faculdade.

Por estas razões e mais algumas os cidadãos dizem que a Função Pública funciona mal e com razão.
Como é que é possível pessoas com muita idade, acamadas, etc irem para rua.

A Faculdade de Ciências deve arranjar alternativa a estas pessoas que foram trabalhadoras dessa faculdade.

Como os inquilinos são velhos a faculdade querem matá-los o mais rapidamente possível para prosseguir os seus intentos.

Uma vergonha!!!!



publicado por uon às 17:07 | link do post

Não é de estranhar estes estudos encomendados contra os funcionários públicos.
Numa altura em que a FP sofre um ataque do governo a mando do capital privado, é prefeitamente natural que os ataques continuem.
Comparar a função pública com o privado e como comparar deus com o diabo.
A função pública tem como função gerir os organimos públicos do país, estradas,construção civil, escolas, segurança social, segurança, saúde, cultura, justiça, trabalho, economia, etc.
O sector privado actua num sector específico muito restrito e tem no Estado o seu maior cliente.
O Estado apesar de ser mal gerido pelos governos que têm passado dá trabalho aos funcionários públicos, e dá trabalho a muitos trabalhadores do sector privado, porque a maioria dos trabalhos são realizados por privados e portanto o sector privado também tem culpas na sua gestão.
Mas estes estudos só pretendem passar uma imagem negativa do FP e depois a comunicação social encarrega-se de fazer o resto, mandar abaixo, a Função Pública como os maus da fita.
Não sei se a grande maioria do povo que é desta opinião ou se lhe fazem a opinião.
Os serviços publicos só poderão fazer o seu trabalho, se houver uma (auto) gestão equilibrada onde todos participem nessa gestão e todos possam dar a sua opinião para a resolução dos problemas.


publicado por uon às 16:24 | link do post

Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

As sondagens dão resultados que verificam que o PS está em queda acentuada, devido à sua política contra o povo português e contra os trabalhadores, contra os estudantes, etc
Não se sabe ao certo se a vinda de Meneses para líder do PSD, deu uma subida ao mesmo, mas se é resultado do mau governo do PS.
A subida do PSD são de descontentes do PS em relação à política de Sócrates.
Meneses não vem trazer nada de bom para Portugal, se o desemprego, a precariedade laboral e a repressão política económica e social aumentam, com Menezes o mesmo vai acontecer.
Menezes é mais um político que vai ficar na história do mau governo, se conseguir lá chegar.
O CDS, o PC e BE não passam na cepa torta, sobem e descem ao sabor da maré, porque estes partidos não são alternativa à mudança que o povo português deseja, mas que pelo seu embrutecimento psicológico, económico e social, o povo não têm cabeça para se auto governar e saber sair do marasmo que os partidos O conduziram.
Quando Sócrates sair vamos ter um país pior do que encontramos e quando Menezes entrar? a mesma fruta podre a governar para o capital nacional e estrangeiro.

 



publicado por uon às 11:35 | link do post

Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

A Casa Okupada de Setúbal cumpre 7 anos. A C.O.S.A. , para marcar os seus 7 anos de existência, agendou para este fim-de-semana um programa de debates, ateliers, passeios e festividades. Podes ver o programa aqui.
Entretanto, os companheiros estão a fazer uma emissão de rádio na internet, utilizando o espaço do projecto "Radio Libertária", ou na onda curta para a cidade de Setúbal em 88.3 fm
Deixamos aqui um texto divulgado através de um cartaz que resume o projecto, e a experiência dos últimos 7 anos.
Parabéns á C.O.S.A.

"A 13 de Outubro do ano 2000, um grupo de jovens setubalenses decidiu tomar nas suas mãos a estão de um espaço comunitário, político e aberto à expressão e acção livre, sem controlo externo, sem lucro, sem autoridade..

Ocuparam um espaço abandonado transformando a apatia e o vazio em sonhos e experiências de liberdade, autonomia e auto gestão.

Passaram 7 anos de organização assembleária e horizontal, largas dezenas de concertos, ateliers, debates, exposições, todo o convívio, partilhas de conhecimentos e auto-aprendizagem, as actividades sem lucro e a intervenção política e social. Passou tudo isto , e a "Casa da Juventude", eterna promessa autárquica de todas as cores, nunca passou das bocas mentirosas dos políticos profissionais.

Passaram os Mata Cáceres e Carlos de Sousa; os vários comandantes da PSP e 3 governadores civis, os processos judiciais, a repressão policial e as difamações nos jornais, passou tudo isto e a Casa Okupada resiste.

Passaram 7 anos, e agora nem a polícia, nem os tribunais poderão apagar este capítulo da história insubmissa e rebelde setubalense.

A mesma História que muitos querem apagar e esquecer pois são as estórias que dignificam a cidade de Setúbal como uma terra combativa, que invocam as lutas dos operários e operárias anarco-sindicalistas do inicio do século XX, as vidas e as batalhas dos Pescadores, as movimentações populares do pós-25 de Abril, as lutas populares contra a co-incineração e a Secil, as bandeiras negras do protesto e do conflito.

São diversos os exemplos de Lutas daqueles que deixaram de esperar milagres e tomaram o controlo das suas vidas nas suas próprias mãos, inspirando-nos mutuamente, e reinventando a capacidade de imaginarmos e criarmos colectivamente uma terra Livre, Solidária e Combativa.

Estes 7 anos, já ninguém nos tira!
Casa Okupada Setubal Autogestionada"

 

retirado de Indymédia



publicado por uon às 16:34 | link do post

Milhares de pessoas estão a ser afectadas em vários locais do país, pela Rede de Muito Alta Tensão-MAT.

A Ren-Rede Eléctrica Nacional está a proceder à montagem de cabos de abastecimento de electricidade por varias localidades, como Cacém e limitrofes.

A Região do Algarve mais concretamente em Silves a REN está também a proceder à rede de MAT.

As populações estão contra estas montagens, porque receiam que estes cabos prejudiquem a saúde.

Segundo as populações vários vizinhos ficaram doentes com cancro e pensam que seja derivado a estes cabos de MAT.

As populações tem estado a pressionar a REN e o poder politíco local e nacional e o governo para que estes cabos sejam enterrados ou desviados das aldeias onde vivem.

A REN é acusada de não querer saber dos protestos das populações e querer promover uma ditadura dos cabos de MAT, porque segundo diz o "enterramento do cabos é caro".

As populações estão indignadas e fizeram saber o seu repúdio junto de S.Bento, com manifestação e greve de fome de alguns elementos.



publicado por uon às 14:18 | link do post

Todos os anos vem a público os resultados da melhores escolas, e as piores escolas.
As escolas públicas ficam sempre atrás das escolas privadas ou católicas.
É perfeitamente natural que o ensino público que abrange milhares e milhares de alunos tenha piores notas.
O estado tem desinvestido na escolas públicas, universidades,inclusivamente tem fechado muitas escolas em aldeias, vilas e cidades.
Na escola pública, encontram-se os filhos de todas as classes sociais,desempregados, precários, operários, trabalhadores médios, filhos de gente rica.
É natural que os filhos de gente rica tenha melhores notas e possam po-los nas escolas católicas e privadas.
Tem acesso a explicadores fora do horário normal escolar, boas casas, bons computadores, dinheiro, enquanto que os filhos das classes médias baixa/alta começam a ter dificuldade em sustentar os filhos, as notas podem descer.
Só os filhos de médicos, advogados, e profissões liberais e afins podem ter algum sucesso.
Os filhos dos funcionários públicos sempre roubados pelo governo, os filhos de empregados de escritório, comércio, hotelaria, etc. começam a não poder suportar o saque do Estado.
Os filhos dos operários, desempregados e precários não tem condições para dar aos filhos, os pais sempre explorados pelas classes ricas, capitalistas, patrões de 1ª e 2ª ordem, são os parentes pobres da escala indiciária.
Só há uma maneira de resolver este problema das classes nas escolas e no trabalho, é extingui-las e fazer um ensino diferente, libertário, justo, anti-selectivo, anti-competitivo, anti-autoritário e prepare os alunos para uma vida sã social e comunitária  onde todos possam ser pessoas iguais e todos possam ter as mesmas possiblidades económicas e materiais.
Mas para isso, há que mudar as mentalidades dos conservadores que não querem abdicar dos previlégios que sempre tiveram para que os mais prejudicados e explorados possam subir na vida.



publicado por uon às 10:43 | link do post

Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Apesar dos Pilotos terem bons ordenados muito acima da média e terem criado uma classe corporativa diferente dos restantes trabalhadores que laboram noutras pofissões, tem direito a fazer greve e a defender os seus direitos, como é o caso, da defesa da idade de reforma aos 60 anos de idade.

 Para o governo de Sócrates esta (todas a(s) greves são "inoportunas" e "políticas" por que tocam na ferida e faz doer o coração do governo. Aqui com estes trabalhadores o governo não pode fazer nada, nem brincar, os pilotos são uma classe com um certo poder reivindicativo porque deriva da responsabilidade que exercem e o governo mostra-se disponível para negociar.

Já com outros trabalhadores como é o caso da Função Pública o governo é inflexível, porque sabe que os sindicatos CGTP/UGT estão vendidos e tem um carácter pouco reivindicativo e os trabalhadores da FP são pouco combativos e por isso, o governo tem tirado todos os benefícios sociais, laborais e salariáis aos funcionários públicos.

Os funcionários públicos estão a ser manipulados pelos sindicatos para benefícios eleitorais dos partidos de esquerda e direita e são cobaias contra o governo de Sócrates, mas no fim de contas não veêm beneficios laborais e salariáis em participar em greves e manifestações contra os governos.

A única saída para esta situação e a constituíção de novas associações laborais combativas e de classe autónomas e que se decida em assembleia as reivindicações e os planos de luta contra o governo e o patronato.



publicado por uon às 10:22 | link do post

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Ontem dois companheiros foram distribuir comunicados na Manif.da Intersindical.

Depois apareceram mais alguns companheiros conhecidos.

A manif. contou com a presença de milhares de pessoas, que se manifestaram contra a política do governo de Sócrates/PS e contra o Tratado de Lisboa.

Foram distribuídos um comunicado de denuncia da IKEA de repressão sindical em Suécia.

Foi ainda distribuído o Boletim da Unão Operária Natural.

Muitos milhares de pessoas também tiveram oportinidade de ver um pano com os dizeres "NEM ESTADO NEM PATRÃO NEM IGREJA ! AUTOGESTÃO.

Os manifestantes olhavam curiosos para o pano, pois não estão habituados a ver palavras com esta dimensão.

Apareceram no local  a distribuir um comunicado membros da nouvel "federação anarquista comunista de Portugal" com quem trocamos algumas conversas, pois não conheciamos as pessoas que compõem esta federação e  eram  de facto muito jovens.

 



publicado por uon às 09:31 | link do post

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Cerca de 400 Assistentes Administrativos Principais da Câmara Municipal de Lisboa estão em risco de não tomarem posse para categoria superior, devido à Câmara estar a tentar protelar no tempo a tomada de posse.

Os 400 trabalhadores da CML, fizeram concurso aberto pela anterior gestão de Carmona Rodrigues e o jurí deu por concluído o mesmo em 1 de Agosto de 2007 e foi homologado pelo novo Vereador Cardoso da Silva em 6 de Setembro de 2007.

A data limite para a tomada de posse é 31 de Dezembro, devido à entrada em vigor da nova Lei ?

Agora na última reunião da Assembleia Municipal  o vereador insinuou que ia atrasar a tomada de posse para que estes funciónários não possam efectivamente passar a categoria superior.

Os trabalhadores estão descontentes com esta situação e estão a movimentar-se para protestar contra esta "decisão".

 

Apelamos à vossa solidariedade

 

Assembleia Municipal                    21817 04 44

Gabinete do Presidente                  21323 6200

Recursos Humanos                        21 371 08 00

 

 

 

 



publicado por uon às 09:57 | link do post

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
18

19
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Sindicatos do Estado lemb...

HOTEL VÊ-SE OBRIGADO A TI...

Corporações da nossa soci...

Contribuintes vão ter pag...

Vidas (não) militantes

Funcionários públicos gan...

Golpe palaciano em Harare

Auto-estradas aumentam

(MEMÓRIA LIBERTÁRIA) JORN...

Bruxelas diz que houve fr...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO