Sexta-feira, 30 de Maio de 2008

De facto a guerrilha maoista combateu nas montanhas do Nepal a ditadura monárquica semi-feudal do rei nepalês.
Ao fim de tantos anos em guerra a guerrilha comunista autoritária conseguiu tomar o poder pelo voto, destronando os partidos apoiantes da ditadura monárquica.
O próprio poder anterior tinha muitas contradições no próprio regime e enfrentamentos violentos e sanguinários que até um membro da família real matou o próprio rei anterior a este.
O regime feudalista estava a cair de podre e os maoistas era a força mais organizada  no Nepal e foi fácil tomar o poder depois de ganhar as montanhas.
O problema agora põe-se se este poder liderado pelos maoistas não vai ser mais sanguinário que antigo e não vai resolver os problemas das populações locais pobres que agora acreditam no Partido como vanguarda da classes exploradas e o próprio povo ter-se de levanta-se contra o regime maoista que aí vem.
O grande problema dos partidos comunistas é o seu autoritarismo e para manter o poder fazem o mesmo que qualquer partido de esquerda ou de direita clássica.
A única alternativa não é o partido, mas sim, as pessoas saberem organizar-se pela autogestão e por si próprias não precisando de partidos iluminados e de vanguardas operárias.
 



publicado por uon às 15:26 | link do post

Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

Numa altura em que o governo de Sócrates passa por dificuldades devido à sua conjuntura governativa em acalcar os trabalhadores portugueses nas mais diversas vertentes, eis que surge um grupo de personalidades ligadas ao Bloco e aos renovadores comunistas e até à ala esquerda do PS chefiada por Alegre, para fazer um festa para imortalizar o 25 de Abril.

Esta festa parece mais uma "alternativa" pela esquerda do PS em que protagoniza o BE como fonte inspiradora.

Este ajuntamente de diversas correntes da esquerda pode servir de rampa de lançamento para pôr em primeiro lugar o BE num ffuturo governo de Sócrates sem maioria absoluta e então o partido de Louça serviria  como plataforma de segurança do PS nesse futuro governo.

A avaliar pela política de Sócrates o descontentamento é geral agravado com a subida generalizada dos combustíveis quase todos os dias, como também agora a greve dos pescadores contra a subida dos combustíveis.

O governo enfrenta também um descontentamento sindical, devido ao Código do Trabalho, mas este mais ténue e muito menos absovente pela camadas da população, que veêm no sindicalismo uma coisa de segundo plano e que todos os governo tem passado por contestações a nível sindical tanto do PCP como CGTP/UGT, mas no fundo os governos têm ultrapassado bem, por que sabem que este sindicalismo está controlado pelos partidos que estão demosticados pelo sistema.

Por isso, esta festa ou comício não passa de um comprimido do BE para tentar dizer aos eleitores que existe uma alternativa, que não é alternativa, mas sim pode mais um apêndice do PS.



publicado por uon às 15:21 | link do post

Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

(Sob o título “Alegações de maus tratos pela polícia e subsequente impunidade”, o relatório dá conta do caso Albino Libânio, um recluso do Estabelecimento Prisional de Lisboa que teria sido alegadamente espancado por sete guardas prisionais em 2003. Os guardas foram, porém, absolvidos em tribunal, em Maio de 2007 - quatro anos depois dos factos - por ausência de prova em julgamento.

No que toca à violência contra mulheres, o relatório reproduz os números apresentados pelo Governo, em Julho do ano passado, que indicavam que, durante 2006, 39 mulheres foram mortas pelos maridos. O relatório indica ainda o arranque do terceiro Plano Nacional contra a Violência Doméstica, em Junho, que previu o acesso gratuito a tratamentos médicos por parte das vítimas.) Público

 

O relatório da Aministia Internacional mostra mais uma vez a impunidade que as nossas policias e guardas prisionais merecem na nossa sociedade.

Quantos presos sociais são espancados e mortos nas cadeias pelas guardas.Muitos.

Acontece que a estes casos são passados esponjas para que nada se note e não haja provas e mesmo que haja as autoridades são coniventes com estes estado de coisas e só passados muitos anos é que são resolvidos em tribunal e depois o mesmo dá como absolvidos os suspeitos por falta de provas.

A (in)justiça apesar de ser lenta burocrática e difícil é injusta.

Estes casos são cobertamente passados um "pano branco" para a opinião pública que os presos eram perigosos que eram isto e eram aquilo, para que ninguém use defender um criminoso e as pessoas dizerem que não "faziam cá falta nenhuma".

As cadeias hoje são autênticos centros de exterminio semellhantes ao holocausto nazi que só acabam com uma nova sociedade.

 

As mulheres/homens também são notícia pelo facto de serem agredidas/os pelos companheiros/as maridos/mulheres, namorados/as etc.

Este tipo de agressão é tipicamente um problema das sociedades modernas, em que não há solidariedade entre as pessoas e também devido a problemas económicos e sociais próprios dos Estados capitalistas e em que o Estado quer-se arvoram em defensor.

 



publicado por uon às 11:07 | link do post

Terça-feira, 27 de Maio de 2008

(A Frente Sindical da Administração Pública (FESAP) e o Sindicato dos Quadros de Estado (STE) vão assinar hoje com o Governo, pelas 18:00, os últimos diplomas que encerram a reforma da administração pública, referentes às carreiras e remunerações e contrato de trabalho em funções públicas.) Público 
 

A Frente Comum/CGTP como sempre ficou de fora do acordo por não concordar com estas alterações.

Resta saber se pela "porta do cavalo" a Frente Comum não vai assinar, não agora mas lá mais para a frente.

Este acordo do governo com a Fesap e Quadros Técnicos era esperado, por que são sindicatos controlados que duma ou de outra pelo "bloco central" e era previsível essa assinatura.

Resta saber o que é que a Fesap e companhia assinou, e avaliar a UGT hipotecou mais uma vez os direitos dos trabalhadores da FP, em matéria de vínculos carreiras e renumerações.

Por isso, no futuro vamos ter FP com menos direitos com contratos semelhantes ao do sector privado e subidas a conta-gotas, avaliações mais restritivas, despedimentos mais fáceis, etc, etc.

A luta dos trabalhadores do sector público e privado por melhores condições de vida e de trabalho e por uma nova sociedade tem de cada vez mais ser homogénea e unida e só assim os trabalhadores poder inverter este ciclo de derrotas que temos tido desde que os governos anticonstitucionais entraram em funções.

 

 



publicado por uon às 19:30 | link do post

retirado de a-infos

 

MLB DE LUTO PERDE O MILITANTE LIBERTÁRIO CRIADOR DA SOMATERAPIA

Faleceu na noite dessa sexta-feira, 23/05, no Hospital Sírio-Libanês em
São Paulo, o escritor, dramaturgo, antipsiquiatra e militante anarkista
Roberto Freire, aos 81 anos.

?Do amor pode-se fazer uma necropsia, nunca uma biópsia.
Se eu examiná-lo paro de amar.
O amor não é para ser entendido,
mas sentido, experimentado...? ? Roberto Freire (1927-2008)

Nascido em São Paulo em 1927, Roberto se formou em medicina, se
especializando em psiquiatria. Nos anos 50 e 60 tomou contato com os
escritos de W. Reich e dos teóricos da antipsiqiatria, a quem prontamente
aderiu. Assim desenvolveu sua linha terapêutica, baseada na harmonia entre
o corpo e a mente, a Somaterapia, ligada a sua filosofia do Tesão.
Desenvolveu suas teorias em livros como: ?Viva eu! Viva tu! Viva o Rabo do
Tatu!?, ?Ame e Dê Vexame!?, ou, ?Sem Tesão Não Há Solução?.

Além da intensa produção dentro de sua própria atividade profissional
Roberto atuou de forma intensa também na vida cultural do país, como
romancista, dramaturgo, cineasta, roteirista e jornalista. Entre seus
romances se destaca o best seller ?Cléo e Daniel?, lançado em 1966, onde
já se viam claramente os elementos de sua teoria do Soma.

Assumidamente anarkista, ainda que não ligado ao movimento histórico do
MLB, no quadro anterior a 2ª Guerra e a ditadura getulista, manteve uma
militância constante desde que se vinculou ao MLB. Tendo contribuído com
o jornal O INIMIGO DO REI, em sua última fase, e da construção das JLPs,
nos anos 80, e do Congresso Anarkista nos 100 anos do 1º de Maio, em 1986.
Foi um dos mais fervorosos entusiastas da fundação de uma Federação
Anarkista Brasileira, nem sempre bem compreendido em sua intenção. Mesmo
nós d?O COLETIVO LIBERTÁRIO nos opúnhamos a sua proposta nos anos 80! Na
verdade sua preocupação estava na infiltração de elementos oportunistas
dentro do Movimento Libertário Brasileiro (MLB), coisa que ele imaginava
que uma Federação de âmbito nacional, com uma imprensa nacional mantendo o
nível de discussão do MLB unificado.

Em sua última aparição em um encontro libertário, que se deu em Setembro
de 2000, no Seminário Internacional de Pedagogia Libertária, na
Universidade de Santa Catarina, ao defender mais uma vez a teses da
fundação de uma Federação Anarkista de âmbito nacional, em conjunto com o
pessoal do NUSOL e do SOMA, foi atacado de forma violenta e injusta por
setores interessados em fundar pseudo-federações estaduais, baseadas em
programas e disciplinas rígidas. Esse fato demonstrou a correção de sua
tese, já que setores infiltrados no MLB durante os anos 90, pela porta que
lhes abriu o traidor Morelli, estavam por trás dos ataques, até pessoais,
que ele sofreu ? chegando às raias da agressão física!

?Sempre fui um cara muito ativo,
muito criativo, viajante,
movido a paixão.
Agora,
na velhice, as doenças me imobilizam.
Hoje (...)
sou impotente para escrever,
que é o que mais gosto de fazer.? ? Roberto Freire (1927-2008)



publicado por uon às 19:04 | link do post

Segunda-feira, 26 de Maio de 2008
A TAP quer despedir centenas de trabaalhdores se a empresa não arranjar novas receitas com as novas rotas que pretende introduzir na actividade comercial da empresa. Por isso a administração veio a público ameaçar que pode despedir trabalhadores caso a rotas não gerem receitas. A administração não foge à regra do capital sempre a mesma que é o despedimento colectivo de trabalhadores como forma de obviar as dificuldades financeiras e a sua própria incapacidade de gerir a empresa de forma séria. Resta saber a atitude dos sindicatos representados na TAP se vai ser passiva ou vão lutar por todos os meios para que não haja despedimentos. Os sindicatos sempre obedientes e colaboradores como tem sido com o patrão preferem que haja despedimentos ao fecho da TAP, mas isso é sempre a chantagem do costume para condicionar os trabalhadores aceitar como inevitáveis os despedimentos.


publicado por uon às 15:30 | link do post

Sábado, 24 de Maio de 2008

Três trabalhadores emigrados na Galiza morreram hoje e outros dois ficaram feridos em consequencia  de um acidente de automóvel, em Lugo.

Estes trabalhadores vinham passar o fim de semana com a família quando tiveram o acidente.

É norma os trabalhadores fazerem centenas de km depois de uma semana de trabalho e depois o resultado é este.

Alguém será o responsável por mais estas mortes  na estrada que não os trabalhadores que responda quem souber.

 



publicado por uon às 16:10 | link do post

Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Afinal sempre houve voos da Cia que passaram por território português, mas para o PS é uma coisa sem importancia, tudo normal, somos uma democra-cia e tudo se pode fazer em nome dessa dita democracia.
A questão é grave por que mete em causa a nossa credibilidade de grandes arautos dos direitos humanos, mas afinal não somos tanto assim.
56 voos da Cia passaram por Portugal e o governo obediente aos ditames do amerricano Bush lá foi fazer um mais um frete contra os prisioneiros de guerra.
O Psócrates  perdeu toda credibilidade e não merece estar mais um minuto no governo é tempo de pedir contas e ao abrigo do "código laboral" está despedido com justa causa.
Não deixa de ser no mínimo caricato que Cuba e a Amérrica sejam inimigos de estimação e haja na ilha do senhor Fidel um campo de prisioneiros a serem torturados a pretexto do terrorismo e Cuba não faça nada para correr com americanos?


 



publicado por uon às 14:38 | link do post

Segundo estudo publicado Portugal é dos países mais pobres da Europa e à pessoas a viver com menos de 10 euros por dias, mas esta situação deve-se ao seguinte:

O problema da pobreza em Portugal passa pela política dos sucessivos governos do PS/PDS que têm retirado tudo o que é beneficio social ou laboral neste país a pretexto de baixar o defice.
Desde a 30 anos que o povo português tem vindo a cair sucessivamente quando Mário Soares decidiu pôr o "socialismo na gaveta" e decidiu abrir a porta ao capital privado.
A entrada na CEE não trouxe nada de bom para os portugueses, só trouxe mais competição entre patrões e trabalhadores e novas leis cada vez mais reaccionárias no campo laboral e no campo social assim, como as liberdades sucessivamente tem vindo a ser mais restritas com mais repressão policial contra movimentos sociais.
Desde o tempo de Mário Soares que os governos tem vindo a ser piores um a pós outro, mas o governo de Sócrates tem feito uma autêntica cruzada designadamente contra os funcionários públicos  que quer nivelar por baixo com o privado em vez dos de baixo subirem ao nível do funcionalismo público.
Hoje em dia tudo se paga nesta terra os benefícios sociais foram extinguidos o desemprego aumentou.
Desde aí que os trabalhadores portugueses tem vindo a perder regalias sociais e políticas e o resultado só podia ser este.

A única maneira de resolver o problema é voltamos a nacionalizar os bancos. seguros, etc e os sectores mais básicos da economia, assim como realizar uma revolução agrária, mas com uma diferença estas empresas serem autogeridas de forma séria e honesta  por quem nelas trabalha e não voltar às garras dos Estado como foram, com administradores com salários astronómicos e trabalahdores com salários miseráveis e dar regalias socais, melhorar o ensino a saúde  e aumentar o salários e diminuir o horário de trabalho para metade, para todos trabalharem e todos terem oportunidade de viver.



publicado por uon às 10:23 | link do post

Quinta-feira, 22 de Maio de 2008

Comentário retirado do (P)

 

Morreu o "Desvairadão", ínclito bracarense, anarco-surreal-situacionista, de cuja prosa elegante e truculenta todos beneficiamos. Companheiro de todas as fronteiras, aristocrata das ideias, o Torcato vai fazer muita falta. Sejamos sérios, anda por aí muita canalha que vai desatar a insinuar que ele foi um grande jornalista... mas... tinha o defeito de odiar certos reflexos do poder económico no texto jornalístico de alguma fauna de futuros administradores. Com Torcato vai-se a prosa mais cáustica e terna da nossa depauperada imprensa cultural. Sossega camarada, vamos vingar-te!



publicado por uon às 15:40 | link do post

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
18

19
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Sindicatos do Estado lemb...

HOTEL VÊ-SE OBRIGADO A TI...

Corporações da nossa soci...

Contribuintes vão ter pag...

Vidas (não) militantes

Funcionários públicos gan...

Golpe palaciano em Harare

Auto-estradas aumentam

(MEMÓRIA LIBERTÁRIA) JORN...

Bruxelas diz que houve fr...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO