Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Duas empresas do Vale do Ave, a SJC-Confecções e a Malhas JC e Silva vão fechar, lançando no desemprego 84 pessoas que já têm salários em atraso.

Segundo o Público estas empresas vão fechar deixando no desemprego mais uns quantos trabalhadores do sector textil.

O Vale do Ave tem sido fortemente afectado pelo fecho de fábricas engrossando os trabalhadores um enorme exército de desempregados.

Quem disser que este governo não é responsável pelo que está acontecer no país a nível de desemprego e a nível social deve estar muito bem na vida e não olha para a situação com os olhos literais.

Este governo está a enterrar o  que resta do sistema industrial e não é responsabilizado por quem está acima dele e esta bandalheira apoderou-se do sistema capitalista que está completamente absoleto. mas que tem de ser aniquillado e ser trocado por uma nova alternativa social.

 



publicado por uon às 17:03 | link do post

Professores continuam em pé de guerra com o governo de Sócrates e a Ministra da (in)ducação Lurdes Rodrigues.

Um grupo dissidente da FENPROF e dos sindicatos da UGT formaram uma Plataforma para defender os seus direitos, agora estão em negociações com os sindicatos por causa duma manif. única.

Esta negociação não faz qualquer sentido, por a luta não se vê pela quantidade mas pela qualidade é por causa nisso que os trabalhadores tem perdido ao longo dos anos a sua identidade, por causo duma pseuda união que não existe na prática.

Como é que as pessoas se podem unir se defendem coisas diferentes.

Os sindicatos estão muito enfeudados ao regime de traição e por dá  cá aquela palha vende-se ao governo e os professores é que ficam prejudicados.

Se existe a plataforma é por que a FENPROF e UGT não tem conduzido bem as lutas, nos professores e também tem acontecido na Função Pública, com em outros sector de actividade.

É  necessário romper com o reformismo que tem minado o movimento sindical e os movimento dos trabalhadores e as suas sucessivas traições de dirigentes sindicais profissionais e burocráticos.

Resta saber se a Plataforma também não é uma forma de reformismo de fachada mais radical,  por que isso então seria o cúmulo para que os trabalhadores não acreditem em ninguém e os reformistas instalados nos sindicatos  e o governo de Sócrates ainda se riam dos professores.



publicado por uon às 10:47 | link do post

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Manuela Ferreira Leite em entrevista à Sic-Notícias disse que aceitará governar em minoria.

Pudera, os partidos só governam ou fazem oposição com os votos que os eleitores lhes dão.

Acontece que Manuela tem um currículo negro na sua passagem pelo ministério da educação, entrou em conflito com toda a gente desde a estudantes, professores e funcionários.

A nível educativo a sua estadia também foi uma "nódoa negra" pois o ensino só piorou e continua a piorar com reformas e mais reformas até a reforma final.

Na sua passagem pelo ministério das finanças também foi quando o povo português começou  sofrer com condições de vida muito piores e designadamente os trabalhadores, reformados e o povo português em si, deram uma volta de cento e oitenta graus de ficar mais pobre.

Que garantias dá esta senhora para o povo português lhe dar o voto.Nenhumas.Votar nela é preencher um cheque em branco de ainda ficarmos ou iguais ou piores.

Mas, dar o voto a Sócrates é renovar que as nossas condições de vida irão piorar mais e por isso em caso algum podemos dar o voto a uma pessoa que quer regressar ao fascismo, agora até telefona para os jornais quando não gosta das notícais.Ao que isto chegou.

Sócrates no poleiro, miséria e mais miséria, fome e mais fome, desemprego e mais desemprego, crise e mais crise e dar o voto a Sócrates é estarmos a abrir a cova onde nos vamos deitar.

É melhor sermos nós os coveiros e enterrar Sócrates no buraco mais fundo que possamos encontrar.

Dar o voto ao PC e ao Bloco de Esquerda é dar o benefício da dúvida, ainda para mais nem se querem juntar e ser uma alternativa credível com um programa de classe, que pudesse melhor a vida do pueblo.

Pelo sim pelo não é melhor não ir lá, guardar o voto para REVOLUÇÃO SOCIAL ANARQUISTA e fazer de Portugal um país solidário, onde predomine a igualdade social. 



publicado por uon às 10:32 | link do post

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Segundo o JN cinco trabalhadores, residentes em Guimarães, acusam um vizinho e um emigrante português na Suíça, proprietário de uma vinha, de os ter enganado quando foram contratados para trabalhar no estrangeiro, nas colheitas.

Partiram com a promessa de um salário chorudo, mas, quando lá chegaram, constataram que as condições eram outras. Ao fim de onze dias, regressaram a Portugal, sem trabalho e sem dinheiro. Ainda tiveram de contar com a ajuda de outros portugueses emigrados na Suíça para poder pagar a viagem de volta.

É muito comum nos tempos que correm trabalhadores desempregados serem aliciados para trabalhar no estrangeiro e depois serem enganados por quem os contrata.

Já não basta estarem desempregados no seu próprio país e serem vítimas do governo que faz uma política de desemprego e de exploração do trabalhador  e ainda serem enganados para sair do país por outros portugueses que também são trabalhadores e depois terem de regressar com uma mão-à-frente-e-outra-atrás.

Esta sociedade deixou de ter valores humanos para ter valor do dinheiro e por dinheiro engana-se o nosso semelhante.

Cabe-nos a nós restaurar os valores da humanidade e só a nossa organização poderá valer-nos.

 

 

 



publicado por uon às 13:48 | link do post



publicado por uon às 10:56 | link do post

Segundo relatório de peritos em acidentes ferroviários, a Linha do Tua sofria de vários defeitos à altura dos acidentes.

A automotora tinha graves defeitos nas rodas e nos carris com curvas com um raio de curvatura muito acentuado e as travessas de madeira não são mudadas à vários anos.

Estas deficiências só podiam provocar acidentes com o pequeno comboio que além de ser um ex.libris da região de Trás-os-Montes e utilizada pelas populações para a sua vida diária, é um local a ser preservado por todos nós.

Quando se quer acabar com alguma coisa nada melhor do que deixar de manter as coisas e foi o que aconteceu ao comboio e com a implantação da barragem do Tua a linha fica para segundo plano,  porque só dá prejuízo e é uma maneira de correr com as populações daquele lugar paradisíaco que ainda existe em Portugal, não por muito tempo por que o governo de Sócrates e Lino quer-se encarregar de destruir a paisagem a troco de uma barragem.



publicado por uon às 09:37 | link do post

Terça-feira, 28 de Outubro de 2008
No julgamento do caso das agressões a Leonor Ciprino, tudo está montado para que os torturadores saiam da sala do tribunal como uns coitadinhos e boas pessoas. Primeiro a burocracia da Justiça é mais que muita para os torturadores e bastante agil para os condenados, por que só passados 4 longos anso é que começa o julgamento da mulher. O tribunal não teve a mesma burocracia no caso da condenada, foi rápido a tratar de apresentar a nota da acusação. Acusam a mulher de contradições de não saber como foi agredida e por quem, por que nisso os policias podem usar todos os meios ao seu alcance, sala escura sem luz e fazer o serviço à vontade. Ao longo de 4 anos as pessoas esquecem muita coisa do aconteceu e as condições psicológicas da mulher não devem ser as melhores e as prisões não são propriamente um hotel de cinco estrelas. Se houver Justiça os torturadores tem de ser condenados senão isto não passa de fantachada.


publicado por uon às 17:48 | link do post

cnt san juanEl pasado sábado, 25 de Octubre, medio centenar de compañeros de la FL de Sindicatos de Sevilla se manifestaron en apoyo a la Sección Sindical de CNT en el Ayuntamiento de San Juan de Aznalfarache, y a nuestra compañera Miriam, delegada sindical.
Miryam Ollero no está sola, está con la CNT, en el pulso que mantiene con el Alcalde de San Juan de Aznalfarache que la quiere echar del Ayuntamiento, con la colaboración de CC.OO y UGT, a toda costa.

cnt san juanEn la MANIFESTACIÓN de hoy sábado 25 de octubre, algo más de medio centenar de personas entre compañeros de la Federación Local de la CNT-AIT sevillana, una representación de la Plataforma contra el PGOU y Corriente Roja mas algún trabajador del Ayuntamiento; se ha dejado claro el acoso laboral y la represión sindical que sufre, desde hace 8 meses nuestra compañera, y han sonado los tambores y las trompetillas, se han repatido y tirado miles de panfletos y no se ha parado de gritar consignas:

¡El PSOE ha perdido de sus siglas las palabras Socialista y Obrero!
¡Comisiones y UGT, la misma mierda es!
¡Aquí está, la anarcosindical!
¡Lo llaman democracia y no lo es...!
¡Troncoso, escucha, Miryam está en lucha!
¡Este Ayuntamiento necesita un escarmiento!
 

El Alcalde Troncoso dice que la CNT-AIT miente, manipula y tiene intereses oscuros. Para en se entere, en la CNT-AIT somos trabajadores que nos movemos por solidaridad y apoyo mutuo en defensa de otros compañeros allí donde estén, sacando tiempo de nuestras familias y de nuestro descanso después del trabajo.

MENTIROSO Y MANIPULADOR ES TRONCOSO que no da la cara y se ha negado en rotundo ha hablar con Miryam y con CNT para arreglar, por las buenas, un conflicto laboral. Pero sus MENTIRAS Y SU MANIPULACIÓN no nos hará callarnos, la lucha seguirá hasta que él quiera.


publicado por uon às 10:33 | link do post

Hoje no "Correio da Manha" vem uma foto na primeira página que configura o que é a Justiça para ricos e outra a Justiça para pobres.

Então, a referida foto trás lado a lado uma montagem, de Leonor Cipriano e Maria das Dores (rainha do Jet-Set) em que aparecem as duas presas já condenadas pelo tribunal.

Leonor aparece algemada e com uma guarda prisional de cada lado, enquanto que Maria das Dores aparece sem algemas e completamente à vontade.

Isto só revela que estamos perante uma discriminação.

As duas mulheres foram condenadas uma (Leonor) por suspeita de matar a filha cujo corpo nunca apareceu, e não se sabe como podem condenar uma suspeita se não justificação da morte da filha.

A outra (Maria das Dores) é acusada de ter encomendado a morte do marido a dois marginais um empresário de sucesso, mas bate-se inocente.

Isto é para demonstrar como são tratados os presos ricos e os presos pobres.

Se não há duas Justiças então imitam muito bem.

 

 



publicado por uon às 09:56 | link do post

Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008
Os ex.Administradores da Gebalis (empresa municipal de habitação ) da Câmara de Lisboa gastaram rios de dinheiro em despesas sumptuárias, almoços, viagens e outros luxos e agora o caso está metido na barras dos tribunais. Mas. não é criver que os mesmos venham a ser condenados pelos tribunais estatais. por que toda a gente sabe que existe uma justiça para ricos e outra para pobres e quem vai para estes cargos são pessoas bens instaladas na vida. Nesta sociedade é muito propicio que estes casos sucedam em catadupa por que as administrações são nomeados poder político que nós damos aval quando há eleições e isso é uma carta branca para que os politicos façam o que querem nomeiem quem querem e estes por sua vez fazem e gastam como querem. Nós só nos interrogamos quando estes casos acontecem a vem a tona na imprensa, mas ai os factos já estão consumados e não vale a pena pedir justiça que ela já está feita. Por isso é melhor pensarmos melhor antes de votarmos se não estamos a passar um cheque em branco aos partidos onde votamos sejam eles de esquerda ou de direita.


publicado por uon às 17:41 | link do post

Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
15

16
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

O fenómemo Mélanchon

1º Maio Barcelona

PNR: um Estado forte prot...

Comunicado para o 25 de A...

Governo "poupadinho" não ...

Quantas reformas são prec...

Desporto transformado num...

A guerra de classes entre...

Bairro Padre Cruz:câmara ...

Mais um ataque cobarde do...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO