Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Segundo dados divulgados por organismo estatal do Norte, a indústria transformadora perdeu cerca de 40 mil empregos, comparados com igual período do ano passado.

Segundo o mesmo estudo a construção a hotelaria e o comércio e serviços absorveu cerca de 15 mil trabalhadores, havendo no entanto um deficit de 25 mil empregos.

Este retrato do desemprego a Norte é negro, milhares e milhares de trabalhadores encontram-se desempregados com todos os inconvenientes daí decorrentes que pode gerar grandes conflitos sociais e de pobreza e como dizia o Procurador da República que "a criminalidade violenta ia aumentar em 2009".

Pois é, senhor Procurador se a criminalidade aumentar pode mandar prender todo o governo porque eles são os responsáveis.

O desemprego pode gerar crime porque a barriga não pode esperar e os principais responsáveis por esse aumento é em primeira instância o governo e a sua política económica e social  contra quem trabalha e sua ajuda aos bancos que roubam os trabalhadores todos os dias e agora até o Estado é um refinado investidor bancário.

Mas o governo não parece muito preocupado com o desemprego gerado pela sua politica e prefere ver os trabalhadores na miséria com baixos salários enquanto que os administradores de grandes empresas são os beneficiados do costume com altos e chorudos ordenados.

 

 

 

 



publicado por uon às 11:11 | link do post


A las 10 de la mañana, el sindicato de CNT de la localidad utrerana ha entrado en la segunda planta del edificio sindical de Utrera, situado en la Calle Mujeres s/n, que se encontraba en desuso y que pertenece al Patrimonio Sindical Acumulado (PSA) del Ministerio de Trabajo, reclamando la cesión de esta planta para su uso sindical por parte de CNT, como estipula el propio ministerio.

Desde que la Cámara Agraria local se disolviera como ente administrativo en el año 97, el uso de esta planta no ha sido utilizado por ninguna organización sindical y empresarial, por la cual ha llevado al sindicato CNT a reclamar la cesión de este espacio mediante una acción reivindicativa en la mañana de hoy.

 




Galería de fotos del estado de abandono de la segunda planta del edificio
 


publicado por uon às 10:51 | link do post

"Nestes tempos de constante repressão, de liberdade e igualdade fictícia, em que as condições de vida se degradam e cada vez o desemprego e pobreza alastram a mais sectores da sociedade, ouvimos as mentiras dos nossos “representantes” em total passividade, sendo que a única certeza que temos é a da precariedade laboral, do aumento das horas de trabalho e do aumento do custo de vida, da perda de direitos e do aumento dos deveres cívicos. Sabemos também que enquanto assistirmos a todas estas desigualdades e injustiças pacificamente e sem nada fazer, não seremos mais do que escravos sociais, autênticas marionetas de um destino aleatório que não está ao nosso controlo, porque não nos esforçamos para que esteja.

Como grupo anarquista organizamo-nos numa estrutura horizontal, rejeitando qualquer princípio hierárquico ou vicioso. Somos um grupo aberto, aceitando todas as pessoas interessadas em trabalhar connosco desde que respeitem os nossos princípios funcionais e organizacionais.

Como anarquistas rejeitamos qualquer vanguarda iluminada que guie o povo e para qualquer rumo pré-definido que certamente, e como sempre acontece, favorece os poderosos em detrimento dos oprimidos. Assim sendo, não acreditamos em nenhum partido político, seja este de esquerda ou de direita, sendo que nenhum defende os verdadeiros interesses do povo, continuamente explorado e o manipulado, controlado a cada vez mais níveis, do alto do seu pedestal onde se encontram os políticos e os mais diversos interesses que à sua volta gravitam.

Rejeitamos toda a autoridade, seja esta de partidos políticos, instituições religiosas, forças policiais, etc. Rejeitamos também o capital como elemento que favorece a discriminação social e instiga tantas injustiças. Somos deste modo anti-autoritários, anti-estatais e anti-capitalistas.

Quando falamos de anarquismo, não falamos de um estado utópico em que tudo é perfeito, não falamos em caos ou desordem. Falamos sim em solidariedade e união, falamos na reivindicação activa dos nossos direitos, falamos na rejeição da autoridade ao serviço do poder, que nos torna em nada mais do que escravos do lucro, falamos em igualdade de direitos e deveres. Por anarquismo podemos depreender a não compactuação com injustiças, desigualdades sociais e discriminação.

Assim sendo, as pessoas devem tomar consciência que há mais para além da obediência cega generalizada, ou seja, há uma liberdade individual que é constantemente violada pela lei e pelo estado, sendo esta apoiada solidamente pela manipuladora comunicação social, que actua como a consciencializadora e (des)informadora por excelência do povo, fornecendo-lhe uma realidade distorcida, e actuando como uma mão invisível no controlo e manipulação das massas.

Pois enquanto as horas de trabalho aumentam, os salários estagnam e os direitos cessam, torna-se cada vez mais difícil viver dignamente. Ao mesmo tempo o terrorismo patronal aumenta, os patrões enriquecem e a procura do lucro é sobreposta à própria dignidade do trabalhador. A classe estudantil é ficticiamente apoiada e motivada de forma a seguir os seus estudos a nível superior com propinas exageradas para no final ser submetida a desemprego, e no caso menos mau, precariedade laboral, recibos verdes e instabilidade.

Enquanto trabalhadores e estudantes se continuarmos adormecidos e obedientes, desunidos e à espera que alguém nos liberte então nunca compreenderemos a verdadeira força que temos, uma força que nem as mais repressivas forças estatais conseguem controlar. Se não tomarmos consciência e não agirmos, nunca iremos sair da situação precária emque nos encontramos tod@s – a única solução é a união, a solidariedade, a luta e a revolta social."

al-porto@riseup.net



publicado por uon às 09:41 | link do post

Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

El día 15 de Diciembre un obrero de Nertus, empresa cooparticipada por RENFE y SIEMENS, sufrió un accidente que le costó la vida. El compañero se llamaba Pedro Varela y tenía 21 años. Salió el solo a reparar una plataforma que acerca el vagón al andén. Por falta de conocimientos metió la cabeza entre anden y plataforma y ésta salió causándole la muerte instantánea.

Siendo nuestro sindicato el más pequeño de cuantos tienen afiliados en el complejo de Fuencarral, esperamos para sumarnos a los actos de repulsa que se fuesen a convocar. Ilusos de nosotros; cuando ya habían pasado dos días y vimos que nadie movía ficha, decidimos convocar una concentración por nuestra cuenta para el lunes 22 de Diciembre.

Convocamos a las 17h, en lugar de las tradicionales 12h, para que pudiesen asistir los trabajadores de Nertus y de las demás subcontratas que salen de trabajar a esa hora.

Se panfleteó por los talleres un par de días y se lleno el complejo de pegatinas, estando enterados todos los trabajadores del complejo. El día de la concentración ya empezaron las presiones por parte de RENFE, estando no menos de diez seguratas para impedir la entrada del piquete al complejo y vigilantes, especialmente delante de Nertus. Aparte también se personaron en la estación de Fuencarral seis agentes de la Policía Nacional y no menos de tres secretas a los que más tarde se sumaron dos lecheras de antidisturbios.

Por nuestra parte, unos veinte compañeros del sindicato y otra veintena de trabajadores, la mayoría pertenecientes a las subcontratas de limpieza de vagones, nos concentramos durante una hora gritando las verdades que RENFE no quiere oir. Esperábamos mayor solidaridad y comprensión por parte de los trabajadores de RENFE, pero la verdad es que ya nada nos sorprende. La gente no se moviliza ni habiendo muertos en su lugar de trabajo.

A todos los que se sumaron a la concentración, un abrazo solidario. A los que se quedaron en su casa o en la ducha, el tiempo os pondrá en vuestro sitio.

La emancipación de los trabajadores será obra de los trabajadores o no será

Más información:
Comunicado repartido a los trabajadores

Sindicato dle Metal de CNT de Madrid



publicado por uon às 14:53 | link do post

Segundo a Direcção Geral do Emprego cerca de 30  por cento  mais em relação a 2007,  de  empresas recorreram ao expediente de despedimento colectivo, lançando mais alguns milhares de trabalhadores no desemprego.

Muitos patrões nacionais e internacionais a pretexto da crise estão a descartar milhares de trabalhadores das suas empresas umas em dificuldades económicas e outras não.

Durante anos os trabalhadores deram o melhor de si próprios e milhares de contos em lucro aos patrões, com baixos salários, contratos precários, horas extras não pagas sobrecarga de horários, tudo em nome dos superiores interesses da empresa e de um momento para o outro são confrontados com despedimentos colectivos e postos na rua.

Esta sempre foi um expediente patronal de lançar trabalhadores no desemprego, depois de terem explorado o trabalhador até ao tutano com uma exploração desenfreada indigna do dos sec. XIX.

É necessário que os trabalhadores tomem consciência de classe e voltem a lutar pelos seus dignos interesses para melhorar a sua vida económica e social e isso passa pela organização sindical revolucionária para fazer valer os seus direitos no trabalho.

Se há crise a mesma tem de ser para todos em igualdade de circunstâncias e não os patrões andarem montados em brutos automóveis topo de gama, enquanto os trabalhadores ganham um salário de miséria que mal dá para comer.

 



publicado por uon às 13:33 | link do post

Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

A pretexto do Estatuto dos Açores, Cavaco vai falar ao país.Não se sabe o que vai dizer, provavelmente vai dizer que não concorda com esta Lei.
Cavaco teve oportunidade de dissolver a Assembleia quando falou a primeira vez ao país e não o fez e aí sim tinha todos os pretextos para demitir Sócrates.Agora é tarde, Cavaco não pode fazer a não ser assinar o decreto e mais nada.

Agora demitir Sócrates podia ser a rampa de lançamento para que o governo PSócrates renovasse a maioria absoluta e assim tínhamos de O gramar novamente durante mais quatro longos e com todos os inconvenientes daí decorrentes.

A demissão do governo ia "cair que nem ginjas", por isso, é melhor deixar o governo estar até ao fim e "seja o que deus quiser".

Estamos tramados em qualquer das maneiras agora é só escolher como queremos "morrer", por que estamos todos condenados à morte.

A acreditar nas sondagens o PS está próximo da maioria infelizmente a esquerda à esquerda do PS, PCP e Bloco de Esquerda querem andar a degladiar-se no Coliseu de Roma, e não querem fazer um governo com uma orientação de classe e sério, por também pretensões a serem governo e não sabe o que eles fariam.

O povo anda todo bêbado agora com a consoada natalícia e com o fim do ano fica ainda com uma bebedeira ainda maior e não se sabe quando, vai recuperar da mesma.

Por isso é melhor prepararem-se para os acidentes que virão aí.

Estamos completamente num dilema ou o governo é demitido e corremos o risco de ele ficar na mesma com uma vitimização de não deixarem governar até ao fim, ou corremos o risco de chegarmos a Outubro e ficarmos na mesma com este governo com outra caras, mas com a mesma política, e vão ser mais quatro anos de sofrimento.

Receita não temos para esta doença cada um escolha ou emigramos todos para o Alasca e deixamos o governo a falar para eles mesmo.

Sócrates já está a dizer que o ano de 2009 vai ser melhor, o juros vão baixar, a gasolina já baixou e a inflação vai ser menor.Santa hipocrisia.

O governo apertou bem durante três anos e agora está a lançar o engodo para depois lançar a rede e apanhar peixe muído para ganhar as eleições.

 

 

 

 



publicado por uon às 14:38 | link do post

Sábado, 27 de Dezembro de 2008

Pelo menos 150 mortos e centenas de feridos é o resultado da ofensiva da aviação israelita que bombardeou diversos locais do Hamas, em Gaza.

As forças israelitas transformaram a Palestina num autêntico holocausto e estão a dizimar militantes do Hamas e pelo o meio homens mulheres e crianças.

É  urgente que Israel seja condenado pela comunidade internacional que nada tem feito para pôr cobro a esta mortandade diária e os países ocidentais e EUA são também responsáveis pelo está acontecer nesta área do globo.

Designadamente os EUA devia de deixar de vender armas a Israel e apoiar explicitamente este país no extermínio dos palestinos.

O que supostamente Hitler fez aos povo judeu, o mesmo está a ser feito no sec.XXI por Israel com a cumplicidade da ONU dos States da CEE, Rússia, etc, etc.

 



publicado por uon às 16:00 | link do post

Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

No passado dia 23 de Dezembro, cerca de 40 pessoas se concentraram frente à embaixada dos Estados Unidos em Lisboa.

A concentração era para protestar contra a prisão do jornalista que atirou sapatos a Bush, quando esteve em visita ao Iraque.

Convocada por diversas associações e organizações a mesma decorreu sem incidentes apesar do forte aparato policial.

Algumas pessoas trouxeram sapatos e deixaram os mesmo no local.

A partir das 19 horas o grosso das pessoas debadaram e ficaram alguns que prolongaram a concentração.



publicado por uon às 15:45 | link do post

50 personas, entre huelguistas y sindicalistas de CNT se concentraron la mañana del 23 de diciembre en el Maxidia de Chiclana. Se repartieron 2.000 panfletos en los que informaron de los motivos de la protesta.

Al no haber negociaciones entre la empresa Rafael Olías Fernández, encargada de las carnicerías de los supermercados DIA en la provincia de Cádiz, y la Sección Sindical de CNT, la convocatoria de huelga de 24 horas programada para el día de ayer ha estado secundada por el 90% de los carniceros que trabajan para la empresa Rafael Olías Fernández.

Igualmente, unas 50 personas, entre compañeros del sindicato y trabajadores, se concentraron por la mañana durante unas cuatro horas en protesta por la negativa de la empresa a negociar sus reclamaciones. Tambien recordaron la situación de la delegada de CNT en el Maxidia de San Fernando, actualmente de baja psicológica debido a las presiones recibidas, y la negativa de la empresa a sentarse a negociar la rescisión de su contrato.

La empresa Rafael Olías Fernández está cerrando las carnicerías que tiene en los supermercados Día y no quiere abonar las cantidades legales por despido que corresponden a los trabajadores. También reclaman el reconocimiento de derechos para los delegados sindicales, el pago de atrasos, abono de un plus de distancia y el reconocimiento de categorías profesionales que han estado desarrollando.

Ante la nula predisposición de la empresa a sentarse a negociar, la Sección Sindical de CNT, que cuenta con 20 de los 25 trabajadores que actualmente componen la plantilla, ha decidido intensificar el calendario de acciones y huelgas a partir de enero.

Desde la Sección Sindical queremos agradecer la implicación de los compañeros de CNT de Jerez, Rota, Chiclana, Barbate y El Puerto de Santa María.

Huelga carniceros
Huelga carniceros
Huelga carniceros
Huelga carniceros
 


publicado por uon às 15:42 | link do post

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Concentração hoje, 18 horas embaixada americana, Lisboa

 

 

 

Desde a invasão americana e ocidental do Iraque que já morreram centenas de milhar de pessoas, incluindo homens mulheres e crianças a par da destruição de cidades, vilas e aldeias.

A pretexto das armas destruição destruí-se um país e as suas infraestruturas básicas e deixou na miséria milhões de seres humanos e em guerra permanente.
O jornalista iraquiano teve muita coragem jogar os sapatos a Bush, por que ninguém usou faze-lo embora agora sofra as consequências do seu acto.
Bush é odiado em todo o mundo árabe, porque a América tem contribuído para a escravidão principalmente dos palestinos, por parte de Israel, que continuam a matar inocentes todos-os-dias e a fazer um novo “muro de Berlim”.
Se Bush em vez de invadir o Iraque tivesse oferecido um Hospital e outra coisa válida ao povo iraquiano, de certeza que ninguém lhe tinha atirado sapatos.


publicado por uon às 15:44 | link do post

Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16

18
19
21

25
26
27
28
29
30


posts recentes

A Batalha foi brutalmente...

PIQUENIQUE LIBERTÁRIO

Empresas públicas obrigad...

Uma solução para os incên...

Praça de S. Bento, em Lis...

Social-democracia. Afunda...

Tramp rasga acordo com Cu...

O futuro não são os joven...

Ronaldo não paga impostos

Manuel Alegre vence prémi...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO