Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Segundo informações disponíveis o BCP e o BPI apresentaram a as suas contas anuais ou semestrais com lucros módicos de milhões de contos.

Numa altura de crise financeira económica e social os bancos apresentam lucros astronómicos em resultados líquidos.

Os juros da habitação estão a cair depois de sistemáticos aumentos anos a fio o que levou que muitas pessoas tivessem de fazer ginastica financeira ou tivessem de entregar as casas aos bancos.

O Banco Estado o maior banco de Portugal emprestou dinheiro ao bancos como forma de atenuar as perdas financeiras quando se deu o terramoto financeiro que assolou toda a Europa e Estado Unidos.

Agora com estes lucros todos os bancos deviam regressar à primeira forma, ou seja, devolver o dinheiro ao Banco Estado.

Mas como o governo só  tem olhos para os bancos se calhar esse dinheiro foi um balão de oxigénio para os bancos,  não mais vai regressar ao seu legítimo dono e os trabalhadores e mão-de-obra explorada deste país vai pagar com os seus impostos por que o dinheiro se vai evaporar.

Com as leis que se fazem neste país que saem em catadupa basta ver o Diário da República este país era para estar um brinquinho onde tudo devia funcionar as mil maravilhas, mas pelo contrário tudo funciona de pernas para o ar.

Não acham estranho?



publicado por uon às 16:53 | link do post

Os operários corticeiros da região centro começaram no dia 27 de Julho uma semana de protestos contra os salários em atraso e os despedimentos, assim como a favor de aumentos salariais para o sector.

 Pelo meio, denunciam o lay-off, os despedimentos colectivos e as falências fraudulentas. Está marcada uma marcha dos trabalhadores corticeiros pela região e uma vigília frente à associação dos empresários do sector, em Santa Maria da Feira.

Os operários querem que a população da região seja solidária com a sua luta e que haja objectivos comuns na luta pelas suas reivindicações.

Este sector é muito produtivo e dá bastante lucro que o diga Américo Amorim o magnata da cortiça e segundo consta o homem mais rico de Portugal com um fortuna pessoal de muitos milhões de contos roubados ao esforço dos trabalhadores corticeiros.

Enquanto se passa esta situação os trabalhadores tem de andar a mendigar que lhe pagam os ordenados em atraso, aumentos irrisórios e correndo o risco de serem despedidos e fazer parte da nova coluna de desempregados.

Os sindicatos dos sector estão nas mãos dos reformistas da CGTP e os patrões sabem perfeitamente que com estes sindicatos não beliscam os patrões e não lutam até à ultimas consequências cedem logo na primeira estação.

O corticeiro é uma classe explorada  com grandes tradições de luta, que merecia uma união que fizesse a força e derrotasse os patrões da cortiça.



publicado por uon às 14:04 | link do post

Quarta-feira, 29 de Julho de 2009

O S.OO.VV. de Pontevedra da CNT apoia os actos convocados nos vindeiros días en contra do festexos taurinos que se celebrarán na vila.

 

Consideramos o maltrato animal unha barbarie impropia dunha sociedade civilizada. Os desgarros, mutilacións e acoso sofrido antes e durante o evento polos touros e cabalos non ten razón de ser.

Apoiamos a reconversión da praza de touros nun coliseo público para actos culturais, o que conlevaría unha maior creación de postos de traballo, tanto a nivel local como global, ademais de teren unha viabilidade ética.

Esiximos o cese das axudas públicas ás empresas privadas, en mans de terratenentes, aristócratas e empresarios estafadores, que desvían as axudas da unión Europea, do Estado e da Deputación de Pontevedra cara a intereses propios.

Solicitamos ao Concello de Pontevedra que declare a vila como Cidade Antitouradas e Amiga dos Animais, así como que se retiren os festexos taurinos da programación oficial das festas da Peregrina, e que impida o uso de lugares públicos para a publicidade de eventos destas características.

Instamos á Xunta de Galiza, nomeadamente á Consellaría de Medio Ambiente, á creación dunha Lei de Protección Animal, que prohíba os espectáculos con maltrato animal: circos, touradas, pelexas ou carreiras.

Animamos á sociedade pontevedresa a participar por activa e por pasiva contra estes festexos, acodindo á manifestación convocada o sábado 1 de agosto ás 7 da tarde na praza da Peregrina, pero tamén animándoa a non comprar carne de touro nos días posteriores, e a non participar no fenómeno social das Peñas.



publicado por uon às 18:00 | link do post

O PS pela mão de Sócrates promete 200 euros por cada nascimento de uma criança, a partir de 2010 se ganhar as eleições.

Claro se ganhar as eleições, mas como a coisa agora está um bocado mais difícil de concretizar essa pretensão faz um sem número de promessas para ver se o eleitor pega.

Ao longo de 4 anos de mandato não teve tempo de apresentar a proposta, teve imenso trabalho de pensar como é que havia nos lixar a todos, a todos não, o trabalhador.

Houve muitas autarquias que foram muito mais lestas a dar um pequeno/grande subsídio para combater a desertificação nos seus concelhos e fizeram muito bem.

É conhecido que o interior está a ficar devastado pelo deserto humano e as autarquias de esquerda ou de direita já viram isso à muito tempo que o interior não é atractivo para investimentos no campo da industria e da agricultura por parte das entidades competentes.

O mais caricato da proposta é que só ao fim de 18 anos é que acriança tem direito a a receber o subsídio, até lá as fraldas o leite etc. ficam por conta dos país.

Esta proposta é  um balão de oxigénio para o trabalhador que é explorado, precarizado desempregado, emigrado, e lixado todos os dias pelo patrão pelo governo que o chupam até onde podem.

Sr. Sócrates não nos lixe tanto por que nós os trabalhadores não precisamos de esmolas precisamos é dignidade.

Muito provavelmente o próximo  governo vai alterar a jornada de trabalho da função pública por que segundo estudo nos 28 países somos por azar o que trabalhamos menos horas e não disseram que somos os que ganhamos menos.

Este estudo deve ter sido feito por uma encomenda e de encomeda só faltava mais esta. 



publicado por uon às 17:54 | link do post

La CNT-AIT de Adra ha iniciado movilizaciones para exigir la readmisión de nuestra compañera Mercedes Márquez del supermercado que tiene Mercadona en la localidad de el Ejido, concretamente en el barrio de la Loma de la Mezquita .

Mercedes lleva cerca de cuatro años en Mercadona, y en todo este tiempo no han tenido ningún problema con la empresa.

Mercadona ya ha reconocido que el despido es improcedente depositando la máxima indemnización en el Juzgado de lo Social.

Pero para la CNT este despido es inadmisible. No es el primer despido que realiza Mercadona en este centro. La actitud déspota de la coordinadora, respaldada por la política laboral de la empresa ya se ha llevado por delante a varios trabajadores de este centro.

La CNT ha elaborado un calendario de movilizaciones emprendiendo una campaña de denuncia ante la opinión pública en los centros de la cadena.

La central anarcosindicalista se concentrará los días 15, 17, 22 y 24 de julio para exigir la readmisión de Mercedes.

Con el acto de conciliación previsto para el día 28 de julio terminará la primera fase de este conflicto que se prolongará si Mercadona no reconsidera su postura.

A Mercadona no le va a salir gratis despedir injustamente a l@s trabajadores/as ni pública ni económicamente. Ningún despido sin respuesta sindical.



publicado por uon às 10:40 | link do post

Convocada por 33 organizações politicas e sociais realizou-se ontem uma concentração de apoio e solidariedade com o povo das Honduras vitima de golpe de Estado militar que demitiu o governo de Zelaya.

Cerca de 70 pessoas reuniram-se na Praça do Rossio em Lisboa, onde foi lido um comunicado das organizações convocantes.

Também foi igualmente distribuido mais de 50 comunicados da nossa organização no Rossio,  em que umas pessoas aceitavam outras não,  já públicado ontem no site.

Vê-se que as pessoas andam um bocado angustiadas com a vida negra a que foram votadas pelos politicos que tem enterrado o país num lamaçal e está num total caos capitalista que os próprios donos e senhores deste país violentamente  tem produzido,  onde só alguns tem todos os direitos e outros nem direitos têm é a pseuda-liberdade em que vivemos e a confusão generalizada onde ninguém se entende.

Não há dúvida que os anarquistas são os únicos que podem restaurar a liberdade a igualdade e o progresso social das camadas desfavorecidas e  da população mem geral, pois os politicos e os capitalistas apesar das milhares de leis que fazem, cada dia que passa o país está mais desorganizado e mais injusto.

 

 

 



publicado por uon às 09:36 | link do post

Terça-feira, 28 de Julho de 2009

Empresários de vários de actividade ofereceram um jantar de desagravo ao ministro Pinho pelos feitos pedidos.

Para nós este jantar só veio confirmar que empresários e governo caminham de mãos dadas contra os trabalhadores.

Se são os empresários que dão emprego ao trabalhador, também são os empresários tiram o emprego ao trabalhador e que o exploram que o precarizam que o humilham nos dia-a-dia.

Nisto o governo qualquer que ele seja, dá todas as condições legais e ilegais através de leis dos trabalho para o empresário dispor do trabalhador a seu bel-prazer e fazer a lei aos eu gosto na empresa.

O Ministro Pinho foi um homem às direitas foi ele o responsável por milhares de despedimentos de trabalhadores e  deslocalizações de empresas para outros países e nisto só merece a taça da incompetência.

Como dizia Brest: como é difícil governar/ sem ministros/ o trigo em vez de nascer para cima/ nascia para baixo/ as mulheres não podiam ter filhos...

 

 



publicado por uon às 15:56 | link do post

As Honduras era um daqueles países que dava os primeiros passos rumo à liberdade, mas o imperialismo americano tinha-o na mira e fez o golpe de Estado militar reaccionário.

Na mira do imperialismo está também toda a América Latina e a Venezuela que apesar de ser um regime da esquerda musculada nem esses interessam ao capital internacional.

Como Libertários e defensores da liberdade da igualdade e do progresso social não aceitamos qualquer tipo de governo, seja ele de esquerda ou de direita porque o mesmo destrói, corrompe, tiraniza e explora o homem.

A única solução para o problema é tu próprio e todos nós podemos devolver a liberdade e o bem-estar social em qualquer parte do mundo e não qualquer governo de esquerda ou direita.

Abaixo o imperialismo americano, liberdade e bem-estar e progresso social aos povos de todo o mundo!

Se estás de acordo com estes pressupostos contacta-nos para: a-oficiovario@sapo.

 

 



publicado por uon às 15:19 | link do post

Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Os jovens com a crise são os primeiros a comer por tabela não conseguem arranjar emprego depois de aturados anos a estudar os que conseguem concluir os estudos no secundário ou na universidade, segue-se o período stressante de arranjar um trabalho renumerado, mas espera-lhe um grande travessia no deserto e depois a precariedade, os baixos salários a exploração laboral os despedimentos a repressão psicológica.

Segundo um estudo insuspeito da Eurostat cerca de 20 dos jovens estão no desemprego em Portugal a que corresponde a cerca 100 mil estudantes que nem desempregados são puro e simplesmente não conseguem um emprego.

As coisas encontram empinadas e de pernas para-o-ar. Os jovens não conseguem encontrar emprego por que os trabalhadores no activo trabalham muitas horas e muitos anos de trabalho que retiram margem de manobra aos jovens.

Os governos e os patrões sabem disso mas fazem o contrário o que não deixa de ser bizarro, mais horas de trabalho e mais de trabalho como aconteceu com a mais recente reforma na função pública e na segurança social.

Dizem eles que é para sustentar as futuras reformas. mas a vida tem provado o contrário.

Só a luta dos jovens sem ocupação pode originar as suas reivindicações e a organização social fora do contexto oficial pode trazer frutos futuros, agora é escolher o que está ou uma nova sociedade com futuro para todos os explorados e oprimidos.



publicado por uon às 16:24 | link do post

O novel Provedor de Justiça José de Sousa aprovado por todos os partidos sejam de direita ou de esquerda no Parlamento depois de um impasse de quase um ano para escolher o Provedor parece que a primeira coisa que fez fois fazer injustiça e vai daí despediu 12 funcionários de apoio da provedoria que estavam fora do quadro da mesma.

Alguns destes trabalhadores estavam neste trabalho à cerca de 10 anos, e vêem-se  agora na contingência de serem despedidos e sair com uma mão à frente e outra atrás.

Os serviços de Estado são primeiros a não cumprir a lei o que não deixa de ser um precedente grave para o próprio Estado, que quem não cumpre não pode pedir para as empresas privadas cumpram.

A provedoria tem ao seu dispor o concurso público para reintegrar este trabalhadores, mas preferiu ver-se livres deles.

Os partidos representados na Assembleia  da República devem estar agora com uma pulga atrás da orelha e resta saber como é que vão descalçar esta bota.



publicado por uon às 15:00 | link do post

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Mais repressão nos espera...

Desemprego registado cai ...

Bloco quer mexer nos orde...

Situação na Europa e no M...

Noruega seria ainda mais ...

Mais radicais e populista...

Por que escolher uma dita...

O descaramento do PNR

“TESES SOBRE A VISITA DO ...

Vêu islâmico e trabalhado...

arquivos

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO