Quinta-feira, 30 de Janeiro de 2014

http://elpais.com/diario/1982/03/03/sociedad/383958006_850215.html

 

Con la muerte de Blas Piñar, se va un personaje oscuro y siniestro que utilizaba a sus cuadrillas sanguinarias para cometer mil y una fechorías. De esta forma, militantes de Fuerza Nueva asesinaron en 1980 al joven cenetista Jorge Caballero.

 

http://pacosalud.blogspot.pt/2014/01/jorge-caballero-sanchez-anarquista.html



publicado por uon às 17:50 | link do post

Hierarquia de critérios

Pior avaliação de desempenho
Este é o primeiro critério de selecção a ter em conta em caso de despedimento por extinção de posto de trabalho.

 

Supúnhamos que o trabalhador é delegado sindical na empresa e desempenha bem o trabalho é um alvo a abater pelo patrão e se os avaliadores forem marretas dão uma avaliação baixa só para satisfazer os caprichos do patrão, para o despedimento.

 

Menores habilitações académicas e profissionais

Caso haja vários trabalhadores com a mesma avaliação de desempenho, as empresas passam ao segundo critério, que determina a saída de quem tem menores habilitações.

 

Despedir por ter menos habilitações não é critério. Há trabalhadores com menos habilitações que executam melhor o trabalho do que um com mais habilitações.

 

Maior custo pela manutenção do vínculo laboral do trabalhador para a empresa
Persistindo o "empate", o terceiro critério de selecção tem a ver com os encargos (nomeadamente salariais)  que o trabalhador representa.

 

Os trabalhadores devem todos ganhar o mesmo por que todos tem contas para pagar barriga para comer.

 

O quarto critério de selecção põe em causa quem tem menos experiência. 

 

Se um trabalhador tem menos anos de casa não pode ter a mesma experiencia dos mais velhos

 

Menor antiguidade na empresa

A antiguidade - o critério utilizado actualmente - surge em quinto lugar nesta lista.

 

Despedir por ter menos anos não pode ser critério para despedir.

 

Menos débil situação económica e familiar
De acordo com a CCP, aqui pode estar em causa, por exemplo, a situação de um casal que trabalha na mesma empresa, determinando este critério que o despedimento não incida sobre ambos. Este referencial é muito criticado por vários parceiros.

 

Os casais não podem ser despedidos por que as pessoas tem vida montada pelos montantes entrados em casa e contas para pagar.

 

Uma empresa funciona sem patrões

Uma empresa não funciona sem os trabalhadores

 

 



publicado por uon às 15:19 | link do post

O STML realizou novos protocolos de colaboração com as operadoras de telecomunicações, televisão e internet Zon, Optimus e Vodafone, mantendo o pressuposto de proporcionar aos nossos associados as melhores condições na aquisição destes serviços.

Cada associado deverá consultar nas páginas dos protocolos do STML as propostas de cada operadora e serviço disponíveis.

Há descontos para aquisição de telemóveis de acordo com o pacote escolhido.

 

Aqui está a contranatura dos sindicatos reformistas conciliadores e traidores a fazer protocolos com empresas prestadoras de rede telemóveis.

É por estas e por outras que os trabalhadores estão na mó de baixo e os patrões estão por cima.

Eles agradecem.



publicado por uon às 11:45 | link do post

Quarta-feira, 29 de Janeiro de 2014

No discurso da cerimónia solene de abertura do ano judicial, esta quarta-feira à tarde, a ministra de Justiça, Paula Teixeira da Cruz, anunciou que a criação de uma base de dados de pedófilos é uma das prioridades para este ano.

D. Paula parece que quer deixar marca no ministério da justiça.

O que é que ganha ou nós ganhamos com esta medida. Nada.

Parece que há em cada esquina há um perigoso pedófilo aspera de comer uma criancinha ao pequeno almoço.

Esta é mais uma daquelas medidas absurdas e de quem não tem ideias e está esgotada e não mais nada para fazer a não ser perseguir as pessoas.

Olhe comece por fazer uma base de dados para políticos que não cumprem o que prometem e fazem o contrário, vai ver que encontra muitos no seu governo.

Ia ver que todo o governo ia passar uma temporada no hotel de ritz.

Tenha dó demita-se D. Paulinha e leve o seu governo também.

 



publicado por uon às 17:20 | link do post

Snowden o ex. espião da CIA que deu a dica e lançou cá para fora milhões de informações sobre a espionagem a cidadãos e agora tem a cabeça a prémio foi nomeado para o prémio Nobel da paz.

Esperamos que o comité Nobel dê sequência a esta figura que contribuiu para que as pessoas tenham mais cuidado com os telefones, internet,etc por que pode estar e está um gajo do outro lado a ver as conversas ao serviço do capitalismo e do terrorismo americano e ocidental.

Se contribuiu para a paz ou para a guerra isso não sabemos, mas já muita gente recebeu o prémio que não merecia recebe-lo.

 



publicado por uon às 14:04 | link do post

(AIT) Sobre os acontecimentos actuais na Ucrânia


ait

Na Ucrânia, neste momento, está a haver uma luta pelo poder. Nestes acontecimentos têm participado muitos elementos da classe operária, cujos interesses não estão protegidos nem pelo estado nem pelo capital, assim como aqueles cuja situação material é, em geral, dramática, na esperança de que haja uma mudança que assegure um futuro melhor.

Lutar, protestar, fazer greve são reacções normais e positivas contra um sistema injusto e opressivo. A nossa solidariedade está com os trabalhadores e contra todos aqueles que os exploram, governam e confundem, tomando o poder e o controlo das questões que realmente afectam as suas vidas. Não obstante, é difícil não nos darmos conta que estes protestos se resumem a uma luta de poder entre diferentes grupos da burguesia, governantes e aspirantes a governantes, que não vão trazer qualquer benefício às pessoas, mas apenas mudar o nome das camarilhas que governam com o único objectivo de dirigir as vantagens de estar no governo para novos bolsos.

Denunciamos rotundamente a repressão e a violência utilizadas, mas fica claro que não podemos apoiar nenhum dos principais interesses de poder. Estamos igualmente contra o regime repressivo de Yanukovich e contra as principais tendências da “oposição”, que vão desde os euro-entusiastas, que acreditam inocentemente nos mitos neo-liberais, até aos nacionalistas e inclusive grupos fascistóides.

Os governos da União Europeia, apresentados como um tipo de “solução” por parte de alguns ucranianos, podem ser tão repressivos como o de Yanukovich e, como sabem os trabalhadores desses países, não é nada que dê garantias dum nível de vida melhor. Muitas das suas realidade são exactamente o contrário.

O que faz falta é um movimento que combata, ao mesmo tempo, as duas causas principais da miséria e da repressão: o estado e o capital. Fazemos um apelo a todos os trabalhadores e organizações libertárias da Ucrânia para que não se deixem utilizar como peões nem como idiotas úteis pelas principais facções, que convoquem assembleias de massas e criem palavras de ordem e objectivos alternativos para as suas lutas.

Viva a luta até à revolução social libertária!

Secretariado da Associação Internacional de Trabalhadores

Varsóvia, 26 de Janeiro de 2014.

aqui: http://www.iwa-ait.org/es/content/sobre-los-eventos-actuales-en-ucraina

rsy

 

http://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2014/01/28/ait-sobre-os-acontecimentos-actuais-na-ucrania/



publicado por uon às 11:35 | link do post

El pasado sábado 25 de enero un grupo de militantes del sindicato CNT de Tarragona se concentraron nuevamente en la puerta de la Pastelería Geneve (C/Ramón y Cajal 49, Tarragona) para denunciar públicamente la represión y las injusticias que sufren sus empleados.

Con los dos piquetes realizados hasta la fecha ya se han repartido más de un millar de octavillas. La respuesta de la ciudadanía fue muy positiva mostrando su apoyo, mientras la mayoría de clientes se negaron a entrar a comprar, en un gesto de solidaridad con el trabajador despedido. La noticia se está extendiendo y teniendo mucha repercusión en la ciudad, como así nos lo hicieron saber muchos transeúntes.

Recordemos que el trabajador ha sido despedido en clara represalia por realizar una serie de reclamaciones de sus derechos más básicos, como era el pago de las nóminas que les debían a la plantilla, luchar por unas condiciones higiénicas dignas (la empresa fue multada por Sanidad a raíz de una denuncia del trabajador) y expresar su descontento por cobrar una parte del salario en dinero negro.

CNT Tarragona

http://cnt-tgna.org/



publicado por uon às 10:30 | link do post

cocinera
El libro está basado en la traducción de unos manuscritos encontrados en 1970 en una librería en Zúrich. A través de estos manuscritos, se recompone la vida de Nadine, una estudiante de medicina que se involucrará en la Revolución Social que en mayor o menor intensidad vive la España Republicana en 1936.
Es precisamente, en Barcelona, donde la joven protagonista será absorbida por la vorágine revolucionaria tomando partido por los anarquistas. A partir de este momento, el hilo conductor estará compuesto por su experiencia tanto en el frente como en la retaguardia; el conflicto interno que vive, provocado por la violencia de la contienda y la defensa del ideal; o los debates intensos acerca de cómo afrontar la guerra, la revolución…
En cada capítulo, se intercalan recetas de cocina lo que provoca una mezcla original, un maridaje interesante, entre una lectura de contenido político social y la cocina popular del momento.


publicado por uon às 09:52 | link do post

Terça-feira, 28 de Janeiro de 2014

 

Ontem nos "prós e contras" os intervenientes quase que gastaram Lisboa com adjectivos.

Se ninguém elogia elogiam-se eles.

Lisboa que é isto e aquilo.

Mas o que é os trabalhadores da hotelaria já ganharam com a vinda dos milhões de turistas que desembarcaram em Lisboa e visitaram a capital.

Nada.

Os trabalhadores para receberam aumento tem de fazer greve e não passa de 1%.

Quem ganha com isso são os patrões da hotelaria.

Em materia de Lisboa temos prédios a cair de podres juntamente com lojas de marca.

Lojas a fechar ou às moscas este é o cenário de Lisboa.

Falou-se do Bairro Alto e dos bares. Uma coisa não liga com a outra ou saiem os bares e ficam a pessoas.

Mas a câmara joga subtilmente correndo com as pessoas do bairro e ficam os bares.

Ao longo do tempo Lisboa foi correndo com os seus habitantes para a periferia.

Agora dão visto gold aos estrangeiros.

Para se estacionar tem de se pagar e foi um rico negócio.



publicado por uon às 18:06 | link do post

Depois do Tribunal Constitucional ter dado luz verde às 40 horas semanais para os funcionários públicos, invocando o princípio da igualdade com o privado, o BE propôs esta terça-feira, no encerramento das jornadas parlamentares do partido, em Braga, a redução para as 35 horas para os sectores público e privado.

O Bloco com esta proposta reformista aproxima-se mas está muito longe da perfeição da proposta de 25 horas semanais para todos os trabalhadores para fazer diminuir o desemprego de cerca 500 mil  jovens e trabalhadores que se encontram inactivos.

Mas também a proposta do Bloco devia de ser acompanhada da redução da idade de reforma para ter eficácia que se encontra muita alta e foi mais uma medida repressiva deste governo para penalizar os trabalhadores mais velhos e com muitos anos de casa. 



publicado por uon às 16:47 | link do post

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
18

19
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Sindicatos do Estado lemb...

HOTEL VÊ-SE OBRIGADO A TI...

Corporações da nossa soci...

Contribuintes vão ter pag...

Vidas (não) militantes

Funcionários públicos gan...

Golpe palaciano em Harare

Auto-estradas aumentam

(MEMÓRIA LIBERTÁRIA) JORN...

Bruxelas diz que houve fr...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO