Segunda-feira, 30 de Outubro de 2017

A independência ou revolução qualquer só se consegue pela via armada.

Nenhum povo o conseguiu pelas vias legais, referendos ou eleições.

Foi assim no passado e será sempre no futuro.

Temos o exemplo das nossas ex. colónias Angola Moçambique Guiné Cabo Verde, Timor.

Foi pela via armada que conseguiram a sua independência política económica e social. Também temos o exemplo português do derrube do fascismo luso em 25 de Abril de 1974 pela via do golpe de estado militar.

Em Espanha houve transição para a democracia, mas o franquismo está em toda a parte especialmente no exercito e nas policias.

Viram aquela velhada franquista a manifestarem-se nas ruas da Catalunha. 

Está tudo dito.



publicado por uon às 15:14 | link do post

Sábado, 28 de Outubro de 2017

Nenhum país foi independente por que colonizador o permitiu e sem luta sangue, etc.

Foi assim com Portugal:Angola, Moçambique, Guiné, etc:Espanha:países da América Latina de origem espanhola.

Todavia o Saara foi deixado ao abandono para Marrocos.

Espanha também tem um problema com a questão de Gibraltar.

Muitos comentadores na RTP dizem a Catalunha se for independente não tem moeda, não isto não tem aquilo.

Um Pais quando nasce tem de criar as condições e começar do zero.

Isto não quer dizer que um estado independente fica tudo resolvido. Não.

A luta do trabalhador catalão, espanhol português vai ter de continuar para se libertar dos exploradores que há nestes países.

Não estamos a ver como o governo de Madrid pode reverter a independência sem repressão. 

E o que é a CEE/UE irá fazer e dizer.



publicado por uon às 14:47 | link do post

Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017

Há descontentamento nos trabalhadores do estado, mas isso não se reflecte em greve.

Há muita gente que se lamenta: não tenho dinheiro para nada, não há aumentos á 10 anos, maior número de de anos de trabalho, etc. etc.mas na hora H não faz greve. Também há um clima de medo latente embora não muito visível que impede dos trabalhadores lutarem.

Os governos conseguiram desmobilizar os trabalhadores dos seus objectivos com medidas repressivas de carácter económico social.

Se antes do 25 de Abril praticamente não havia greves, hoje à direito há greve mas estamos quase como antes do 25A ou talvez pior por vivemos na chamada democracia mas que da mesma tem muito pouco. 



publicado por uon às 15:30 | link do post

Quinta-feira, 26 de Outubro de 2017

A propósito do Juiz reacça da Relação do Porto que citou o código penal do sec. XIX para justicar a sentença sobre violencia doméstica.

Como dizia (e muita gente também o diz) o deputado Manuel Coelho à nossa justiça ainda não chegou o 25 de Abril.

E quem diz à justiça também à policia ainda não chegou o 25 de Abril.

Se Não vejamos (PSP/GNR/PJ) tudo nomes do antes do 24 de Abril que ainda não tiveram tempo de mudar.

Mas não basta mudar o nome e ficar tudo na mesma.

É preciso mudar por dentro e por fora e abolir mesmo.

Malatesta anarquista italiano diz no livro "ANARQUIA" que as policias inventam crimes com (o conluio da imprensa) para se justificarem, senão toda gente dizia que não se justificavam.

 



publicado por uon às 10:37 | link do post

Quarta-feira, 25 de Outubro de 2017

AS CRIANÇAS SÓ DEVIAM TER A FACULDADE DE APRENDER A LER E A ESCREVER. DEPOIS CADA UM SEGUIA O SEU CAMINHO. TEMOS UM ENSINO PRO-NEGOCIO ELITISTA E ONDE APRENDEM A SER PASSIVOS E RESPEITADORES DO ESTADO DE EXPLORAÇÃO E DOMINAÇÃO DOS PATRÕES E CAPITALISTAS, ETC.
ESTAMOS A SUSTENTAR UMA CASTA DE ESTUDANTES QUE NO FUTURO SERÃO DOUTORES QUE IRÃO TRAMAR O TRABALHADOR MAIS BAIXO.

NESTE SENTIDO NÃO PODEMOS TER O MÍNIMO APREÇO POR ESTE ENSINO PÚBLICO E POR ESTA SOCIEDADE.



publicado por uon às 14:03 | link do post

Terça-feira, 24 de Outubro de 2017

Das 922 denúncias contra polícias processadas pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) até ao final do terceiro trimestre de 2017, apenas foram concluídas 31% . Dos 294 queixas "investigadas" o resultado foi um processo disciplinar e a abertura unicamente de cinco inquéritos, de acordo com dados oficiais enviadas ao DN pela IGAI.

A POLICIA É ISTO MESMO REPRESSÃO, PRISÃO, DEFESA DOS SISTEMA DE EXPLORAÇÃO E DO REGIME DEMOCRÁTICO OU QUALQUER OUTRO TIPO DE REGIME AUTORITÁRIO.

NÃO FAZ SENTIDO AS PESSOAS LAMENTAREM-SE DEPOIS DE LEGALIZAREM EM ELEIÇÕES O GOVERNO.

DEPOIS DE ELEIÇÕES O GOVERNO TEM LEGITIMIDADE PARA FAZER LEIS CONTRA AS PESSOAS.

ESTADO QUE OS ACUSA É O MESMO QUE FAZ DELES POLICIAS.

A POLICIA NÃO FOI FEITA PARA BOAZINHA.

 

SOLUÇÃO ACABAR COM O GOVERNO DO ESTADO E COM AS ELEIÇÕES.

ACABAR COM OS POLICIAS.

CRIAR UMA NOVA SOCIEDADE NÃO REPRESSIVA.

CRIAR UMA MILÍCIA POPULAR.



publicado por uon às 16:14 | link do post

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

SANTANA DISSE QUE ESTE GOVERNO GOVERNA CONTRA O PAÍS.
SE SANTANA ESTÁ CONTRA O POUQUINHO QUE ESTE GOVERNO ESTÁ A FAZER ENTÃO COM ELE NO GOVERNO O POVO SERIA AINDA MAIS SOBRECARREGADOS COM IMPOSTOS E CORTES NOS SALÁRIOS.
SE DA CHAMADA "ESQUERDA" JÁ TEMOS O GOVERNO QUE TEMOS, COM A DIREITA A GOVERNAR SERIA AINDA PIOR.
SE ISTO NÃO FOSSE TÁCTICA DE ALTERNÂNCIA GOVERNATIVA DE TERMOS UM PS ASSIM ASSIM E UMA DIREITA REVANCISTA REACCIONÁRIA.
COM ESTAS TÁCTICAS VÃO ENGANANDO O POVO NAS ELEIÇÕES.



publicado por uon às 11:31 | link do post

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Há muita gente que se questiona um dia de greve à sexta-feira.

E qual é o problema sexta-feira não é dia de trabalho igual aos outros.

Também vai greve geral em Itália no mesmo dia de sindicatos supostamente minoritários.

Também os professores se juntam a festa.

 Pena é que a greve não tenha reflexos no governo e que a função publica não pare em peso.

Muito trabalhador está sempre espera de ver se o vizinho (colega de trabalho) faz greve mas ele não faz o que não deixa de ser oportunismo quando o bom ou de mau vem é para todos.
É mais uma greve também para dizer que o PCP/CGTP estão vivos e de boa saúde depois da derrota nas autárquicas.
Esta greve não vai ter impacto devido à moção censura do CDS ao governo do PS sobre os incêndios.
O sindicato da Função Pública devia desconvocar a greve e faze-la em Novembro.



publicado por uon às 14:12 | link do post

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

 Por que não, em vez de concorrer as AE(s) criar a parte uma secção estudantil fora da área institucional e das eleições democraticas que combatemos para não serem comidos pelas listas estudantis ligadas e partidos e pseudo-independentes.

No fundo as AE(s) deviam funcionar como sindicatos dos estudantes nas escolas e universidades, mas funcionam para tudo (como por exemplo discotecas, queima das fitas,etc.) menos para defender os estudantes.



publicado por uon às 17:19 | link do post

O CDS sente-se forte com o folgo de Cristas em Lisboa.

Com um PSD em baixo de forma sem chefe e sem estratégia política, o CDS aproveita a situação política dum PS também fragilizado com os incêndios para apresentar uma moção de censura.

Marcelo também aproveitou para avisar o governo que é a ultima oportunidade.

Aqui não há oportunidades se Marcelo acha que o governo não sabe enfrentar os problemas que o demita e convoque eleições.

Claro que Marcelo sabe que o PSD não tem chefe e não pode convocar eleições.

Este governo nem é carne nem é peixe é frango de aviário.

Tanto governa à direita como a esquerda.

Nem sabemos como é que o PCP e o BE aceitam uma situação desta natureza.

É claro que corremos o risco da direita retrograda reaccionária e fascizante chegar novamente ao governo a curto prazo.



publicado por uon às 14:34 | link do post

Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13

18
22
23
24

25
26
27
28


posts recentes

A extrema-direita em Port...

General americano diz que...

RETRATO POLITICO ECONÓMIC...

SELECÇÃO/CLUBE QUE NÃO GA...

O que quer Rui Rio

Nem comunismo autoritário...

O ESTADO DO ESTADO

Passos deixa parlamento

Mais dinheiro para a NATO...

1978-02-00 - Satanás Nº 0...

arquivos

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Março 2006

favoritos

Letra da Internacional An...

4 Julho de 1937:Foto do a...

Cartaz

Luta anarquista a Norte

Feira do Livro anarquista

O anarquismo na história ...

A accão directa é...

Filme "Memória Subversiva...

Consultório laboral

Projecto de Estatutos da ...

links
desde 23/05/11
contador de visitas
compteur de visite
agora
blogs SAPO