Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Sócrates em entrevista

03.07.08, uon

Centrada meramente em questões económicas a entrevista de Sócrates foi mais um acto de campanha eleitoral.

Viu-se um Sócrates muito mais calmo, mas cansado, sem àquela arrogância que lhe era conhecida do quero posso e mando.

Muito dialogante ficava-se pelas meias palavras.Viu-se um Sócrates que até tem pena dos pobrezinhos e das classes que estão a ser massacradas com os juros altos e até vai tomar algumas medidas para parar que os pobres fiquem sem as suas casas.

Vai baixar o IRS e IMI-Imposto Municipal Imobiliário por que o povo português está a ser muito afectado com o aumento dos combustíveis.

Falou no Códígo do Trabalho que é muito bom para a economia e competividade das empresas.

Falou que a precariedade laboral vai baixar de 6  para 3 anos por via do Código do Trabalho e que obrigar os patrões a pagar mais segurança social se quiser manter um trabalhador nesse regime.

Não falou das escolas e das maternidades que fechou.

Não falou dos funcionários públicos alvos de massacre sistemático por parte do governo, despedimentos encapotados com a mobilidade, retirada de direitos sociais, alteração do regime de carreiras, aumentos miseráveis, novo regime de avaliação de funcionários, com o objectivo de manter os FP na mesma.

Não falou da repressão laboral que visa o Código do Trabalho e as suas implicações contra os trabalhadores.

Sócrates não falou do "Não" da Irlanda a tratado de Lisboa e se vai respeitar esse voto ou se vai arranjar algum subterfúgio de última hora.

Não falou de que caminhamos a passos largos para um regime musculado policial e repressivo.