Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Cuba:músico punk preso

31.08.08, uon

Campanha internacional pela liberdade de Gorki Águila e o fim a
perseguição e as hostilidades contra o movimento contracultural cubano.

Nas primeiras horas da manhã de anteontem, segunda-feira, 25 de agosto,
foi detido -uma vez mais- em seu domicilio Gorki Águila, membro fundador e
vocalista da banda punk cubana Porno Para Ricardo.

As hostilidades por parte do Estado cubano contra Gorki Águila e aos
demais integrantes do grupo Porno Para Ricardo, tem sido uma constante
desde os primeiros momentos de vida pública deste coletivo. Já desde o mês
de abril do presente ano, fazíamos um chamado a "Solidaridade urgente com
o/as jovens contestatório/as e o movimento anarco-punk em Cuba", centrando
nossa atenção na vigilância e perseguição permanente por parte das
autoridades castristas contra a banda Porno Para Ricardo e, em particular,
contra Gorki Águila; reclamando: "os homens e mulheres do mundo amantes da
Liberdade, a mais viva solidariedade com a cena contestatória e
contracultural cubana"; somando-nos a campanha dos animadores do projeto
Cuba Underground, em defesa da integridade física dos integrantes de Porno
Para Ricardo; assim como a de seus familiares, amigos e companheiros".

Hoje, reafirmamos nosso incondicional apoio a todo/as o/as jovens
anti-autoritário/as que cotidianamente sofrem a opressão e a exploração da
ditadura nacionalista burguesa que desde já faz meio século governa de
maneira absolutista em Cuba, e iniciamos a Campanha Internacional pela
Liberdade Imediata de Gorki Águila; chamando a manifestar-se frente as
embaixadas e consulados de Cuba ao redor do mundo exigindo sua liberdade e
o cessar da atual caça às bruxas contra o/as jovens contestatório/as e o
movimento anarco-punk e anti-autoritário na Ilha.

Esperamos que este chamado tenha o eco que merece no seio do movimento
punk e anarquista internacional.

Por uma Cuba Livre e Libertária!

Pela Anarquia!

Movimento Libertário Cubano (MLC), 26 de agosto de 2008.

Contatos: movimientolibertariocubano@gmail.com

www.mlc.acultura.org.ve

www.pornopararicardo.com

Nota: Agradecemos a divulgação deste comunicado em todos os meios
anarquistas e alternativos possíveis.

Comunicado de Imprensa

Gorki Águila, integrante do grupo punk Porno Para Ricardo, foi preso

Esta segunda-feira, 25, pela manhã, ainda que os integrantes de Porno Para
Ricardo ensaiassem na casa de Gorki Águila, um policial tocou a porta,
pedindo que o cantor o acompanhasse, explicando que ele só cumpria ordens.

Gorki foi levado a Estação de 3ª e 62, conhecida popularmente como "a 5ª".

De acordo com familiares e amigos, Gorki Águila estará preso até
sexta-feira em dita estação para proceder a ser julgado por
"periculosidade", com uma possível condenação que oscilará entre 1 e 4
anos de prisão.

Até o momento, seus familiares não puderam ver a Gorki, pelo que se
desconhece o estado em que ele se encontra.

Cabe recordar que desde já faz um par de meses se têm recebido notícias
sobre a perseguição de que está sendo vítima o líder da banda de punk-rock
Porno Para Ricardo, Gorki Águila Carrasco, de 39 anos, fato que foi citado
na segunda-feira, 17 de junho de 2008, na estação policial de seu bairro
para uma assembléia, a que também esteve presente uma vizinha, Jesús, e o
delegado e o Chefe de Setor. Gorki foi com um gravador portátil e
conseguiu gravar partes do encontro que teve com as autoridades. Assim
mesmo, entretanto, Gorki não desejava manter um diálogo com os ali
presentes, levou consigo uma declaração escrita na que deixou claro sua
oposição ao Estado cubano, assim como a determinação de seguir com sua
música.

De acordo com o já citado Código Penal Cubano, a Lei 62, ou o "estado
perigoso" é quando uma pessoa é somente suspeita de cometer um delito, a
julgar pelas contradições que se observam em sua conduta, de acordo com as
normas da moral socialista (Artigo 72, correspondente ao Estado Perigoso e
as Medidas de Segurança); assim mesmo, fica estipulado no Artigo 73 que se
considera "estado perigoso" a embriaguez habitual e a dipsomania; a
drogadição e a conduta anti-social. Esta última vai desde "atos de
violência", "desacato as regras de convivência", "parasitismos sociais" e
a "prática de vícios socialmente reprováveis".

La Habana, segunda-feira, 24 de agosto de 2005

www.pornopararicardo.com