Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Sindicatos apresentam reivindicações para 2009

03.09.08, uon

Os sindicatos da administração pública  da UGT/CGTP apresentaram as suas reivindicações ao governo para o próximo ano.

A UGT pela voz do sindicato dos Quadros Técnicos reivindica um aumento anual de 4% e a CGTP reivindica um aumento de 4,6% o que significa que ambos os sindicatos têm aproximado posições em matéria de aumentos da função pública.

Estas reivindicações não trazem nada de novo, continua a reivindicação antiga e recalcada das percentagens, como se todos os trabalhadores ganhassem o mesmo, mas não é assim.

Infelizmente existem salários na função pública abaixo do (SMN) Salário Mínimo Nacional e depois temos salários de muitos milhares de trabalhadores que ganham abaixo dos (200 contos) 1000 euros.

Desde cantoneiros, jardineiros, assistentes administrativos, fiscais municipais, desenhadores, etc, isto só algumas categorias ganham abaixo dos 200 contos.

Até mesmo pessoal do quadro superior nas categorias inferiores ganham abaixo deste patamar.

Também existe os bons salários das categorias de cima, directores municipais, departamento, assessores, e técnicos superiores com uma carreira bastante longa que ganham acima dos 400 contos 2000 euros.

Também temos professores secundários e universitários em inicio de carreira a ganhar abaixo dos 200 contos (1000 euros e professores em fim de carreira a ganhar para cima de 500 contos.

Ainda temos os ordenados dos detentores de cargos políticos (deputados ministros, presidente de câmara, presidente da república,  juízes tribunal constitucional, procurador, juízes, militares, policias. etc que não sendo trabalhadores, são eles que dão o amem aos aumentos para cima e para baixo.

A grande maioria dos trabalhadores da função pública ganha um ordenado não sendo miserável aproxima-se bastante dessa categoria e nem tudo são rosas, há muitos espinhos e os sindicatos são também responsáveis por estas diferenças salariais entre uns e outros.