Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Jerónimo na Festa do Avante, Ferreira Leite na Universidade de Verão do PSD

08.09.08, uon

Jerónimo de Sousa na festa do avante

 criticou o governo em relação a política de direita, código do trabalho, segurança, etc, etc.

Por seu turno Ferreira Leite criticou a política de segurança do governo.

Cabe perguntar o que é que faria o PCP e o PSD para reprimir a criminalidade social que o governo PS fez renascer e que não logrou fazer.

Todos nós sabemos que O PCP é adepto de um fascismo de cor vermelha muito em voga na Coreia do Norte, em Cuba ou China onde a polícia é tão violenta como a nossa, mas está próxima de atingir o patamar desejado por comunistas  fascistas e democratas, e o PSD é partidário do género repressivo tipo Ocidental em que opera a lei do cacete do "toma lá que é democrata".

O resultado da política de direita deste governo é em muitos casos roça a extrema-direita está a vista, conseguiu o que nenhum outro governo conseguiu, retirar a pretexto do défice público tudo o que os trabalhadores conseguiram com o 25 de Abril e pela sua luta no pós-25 de Abril, com as ocupações de casas, terras e empresas que por sinal foram construídas pelo esforço abnegado dos trabalhadores, mas foram apelidadas de selvagens pelos os fascistas de luva branca.

Este governo excedeu todas as expectativas aumentou o desemprego, prometendo 150 mil empregos, aumentou a idade de reforma dos funcionários públicos, aumentou o custo de vida nunca visto, os juros das habitações aumentam todos os meses, um código do trabalho mais reaccionário a favor dos patrões e contra os trabalhadores que fazem da sua força de trabalho a riqueza do país, a precariedade laboral com contratos ao nível do sec. XIX, repressão política económica -social e policial, etc.

Esta política conduziu que muitos filhos dos trabalhadores tivessem como única alternativa a marginalidade social e acabem a roubar aquilo que foi roubado aos seus país por este Estado terrorista.

O governo em vez de alterar a sua política social e económica manda a policia e investe no terror policial com novas armas e manda a policia reprimir os bairros pobres como só houvesse marginais nos bairros pobres.