Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Viseu:Mulher descia do comboio e ficou sem perna

25.09.08, uon

(JN)

 

Mulher saía do Intercidades, na estação de Vimieiro, quando tombou na linha e foi colhida pelo comboio que reiniciava a marcha. Ficou com uma perna decepada e outra "presa por um fio". Moradores criticam falta de pessoal na CP.

Os utentes alegam que se a CP - Caminhos de Ferro Portugueses tivesse chefes ou factores a controlar o movimento da chegada e da partida dos comboios, como sucedia antigamente, casos como o que ontem se registou na estação de Vimieiro, às 16.20 horas, "dificilmente aconteceriam", garantiu, ao JN, um morador que não quis ser identificado.

Baseado em alegados depoimentos de passageiros que seguiam no Intercidades, que fazia o percurso Lisboa/Guarda, na Linha da Beira Alta, a mesma fonte explicou que a vítima, uma mulher de 69 anos, residente em Cabanas de Viriato, não terá conseguido abrir a tempo a porta da carruagem.

"Outra passageira contou às autoridades que a vítima demorou a abrir a porta, não se sabe porquê, e quando conseguiu fazê-lo já o comboio, que apenas pára um minuto na estação, estava em andamento", acrescentou o mesmo morador. A mulher regressava de Lisboa, onde se deslocou na véspera, deixando o carro estacionado naquela estação.

Aos gritos de passageiros e de algumas pessoas que aguardavam no cais de embarque, o comboio parou, depois do revisor que seguia no interior ter accionado o alarme.

"Mesmo com uma perna cortada e a outra "presa por um fio", a senhora estava consciente e até deu o número do telemóvel para avisarem a família antes de ser conduzida para o Hospital de Viseu", relatou uma testemunha.

O JN apurou, junto de uma fonte da CP, que será feito um inquérito às causas do acidente.