Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Delfhi:mais desemprego

21.05.07, uon

Mais 500 trabalhadores da Fábrica Delfhi na Guarda vão ficar desempregados.

Esta empresa há alguns anos atrás tinha mais de três mil trabalhadores aos poucos tem reduzido pessoal e neste momento têem cerca de 1000 trabalhadores.

A Delfhi tinha também outra fábrica em Sintra que fechou deixando mais uma centenas de trabalhadores no desemprego.

A Delfhi têm também uma fábrica em Cádis-Sul de Espanha e também vai fechar deixando também mais de um milhar de trabalhadores no desemprego.

Aqui os sindicatos reformistas têem alguma responsabilidade no fecho das empresas por negoceiam a reduções de efectivos tanto na Guarda, como em Cádiz e não deixa de ser sintomático que a CGT espanhola maioritária no Comité de Empresa vá também a reboque dos sindicatos oficiais CCOO e UGT para fechar a empresa.

Em Portugal, o desemprego está a aumentar, já vai em mais de 500 mil desempregados quando o governo de Sócrates/PS disse na campanha eleitoral que iam criar 150 mil postos de trabalho, mas pelo que se vê o desemprego irá continuar com esta esta política economica que masi parece de um governo neo-liberal e capitalista do socialista.

 

Em baixo o comunicado da

CNT de Cádiz

 

Delphi se cierra!!! Con la complicidad de l@s polític@s y "sindicalistas".

enviar
CNT de Cadiz


Mientras l@s trabajador@s marchan andando hacia la sede de la Junta en Sevilla, la empresa Delphi S.A presenta el ERE, que afectará a la totalidad de la plantilla de la factoría puerto realeña.

Los que creíamos que los políticos y "sindicalistas profesionales" estaban entreteniendo a l@s trabajador@s para después de las elecciones , cerrar sin miramientos, vemos que el tiempo nos esta dando la razón. desde la Junta y los sindicatos dicen que buscan empresas que sustituyan a Delphi en la Bahia, pero que el cierre va a ser doloroso por la perdida de puestos de trabajo, ya que solo absorberían en el mejor de los casos un 40 % de los 1600 puestos directos. Para nada se cuenta con los trabajadores de la empresa auxiliar y los fijos discontinuos a los que han dejado en la estacada.

El panorama es nada halagüeño, y mas cuando Fernando Santiago, una de las figuras del PSOE en la capital gaditana, presidente de la Asociación de la Prensa, contertulio de la SER en el programa de Angels Barceló y el mismo que escribió una columna en El Pais donde se metía con CNT por estar en contra de la construcción del Hotel Utopía en la choza de Seisdedos en Casasviejas , escribía en un articulo del periódico de Prisa:
 
" 2. Trabajadores. Al principio del conflicto hicieron gala de sensatez y prudencia, lo que llevó a un amplio sentimiento de solidaridad. El movimiento de mujeres y la inteligencia de los sindicatos obtuvieron grandes apoyos. El asunto se ha salido de madre al recurrir a lo más fácil: castigar a los ciudadanos. Después de seis cortes de tráfico es improbable que el comité reuniera los mismos apoyos que hicieron llenar las calles de Cádiz de manifestantes y parar a toda la Bahía. Han dirigido sus movilizaciones hacia la presa indefensa, los ciudadanos, que se ven castigados por los trabajadores de Delphi pese a haberles manifestado su apoyo e incluso haber sufrido descuentos en sus nóminas por secundar la huelga. Hay dirigentes irresponsables que no saben encauzar las protestas y sólo buscan las fotos, el jaleo y el estrépito. Y eso que en parte el problema tiene su origen en unos elevados convenios y en un absentismo exagerado, lo que ha llevado a la factoría de Puerto Real a ser inviable. La impresión que han dado es la de que lo que quieren es entrar en una empresa pública. Todos quieren ser funcionarios, de ahí el uso del eslogan "Chaves, Zapatero, soltad ya el dinero".
 
En el día de ayer una treintena de trabajadores se concentraron en la puerta de la sede de la Asociación de la prensa para pedir que rectifique  el articulo , a lo que este se negó, llamando posteriormente a la policía para poner una denuncia por amenazas contra los trabajadores.
 
Los empleados ante el cierre han perdido la confianza  en el comité de empresa, que en un principio dijo que el "cierre eran rumores sin fundamento", para pasar a decir posteriormente"que no iban a permitir el despido de ningún trabajador" para actualmente comunicar que va a ser un "cierre doloroso".

Muchos trabajadores piden responsabilidades a los sindicatos, y estos ante el inminente avalancha de criticas que se les viene encima están intentando echar la culpa a otros.

Así la "anarco-capitalista" CGT esta pegando comunicados en las ciudades de la Bahía , acusando en primer lugar al estado y sistema capitalista, que curiosamente los subvenciona, y en segundo lugar a UGT y CCOO , compañeros de CGT en el comité de empresa, de engaño a los trabajadores.
Así apelan al "espíritu de Fermin Salvochea para luchar contra el cierre".

Las pintadas que CGT pintó por la ciudad de Cádiz en las que ponía:
      "CCOO y UGT ,La misma mierda es" le han añadido algunos trabajadores descontentos: "CCOO-UGT-CGT, La misma mierda es".

Con Delphi no para la cosa, la empresa ubicada en la Zona Franca de Cádiz , dedicadas a la fabricación de componentes para aviones , ha empezado el traslado de maquinaria para su traslado a Portugal , lo que significaría la perdida de unos 300 puestos de trabajo.
 

UNIÓN ,ACCIÓN ,AUTOGESTIÓN!!!

A greve é a arma dos trabalhadores

17.05.07, uon

Comentário no Portugal Diário

 

Pelo contrario, votar e que não muda nada.


Desde a"revolução" de  25 de Abril, que temos esta forma de nos orgnizarmos e passados 33 anos temos um país cada vez mais desorganizado, mais injusto, onde os trabalhadores e o povo vive pior e com menos qualidade de vida.
Logo a seguir ao 25 de Abril tivemos algumas melhorias na saúde, educação, os salários aumentaram, mas isso foi o resultado de muita luta, greves, manifestações contra o sistema que estava implantado antes do 25 de Abril e levaram o governo e o patronato do pós-25 de Abril a serem obrigados a dar melhores salários, mais benefícios sociais e melhorar a vida das classes exploradas.
Mas isto teve um tempo, o regime que vigora agora não é o 25 de Abril, mas o 25 de Novembro de 1975, a partir daí deu-se um retrocesso contínuo e estamos a voltar a níveis do 24 de Abril, a pretexto do defíce público.
Os partidos que estiveram no governo desde 25N são os responsáveis pela situação de calamidade social porque geriram mal toda a riqueza produzida pelos trabalhadores e todos os dias assistimos a retirada de direitos adquiridos nos primeiros dias de Abril.
Está provado que as eleições não resolvem nada pelo contrário agrava a situação porque se gasta muito dinheiro em campanhas e os partidos e os afilhados e a mafias partidárias é que ganham com isso.
A greve sempre foi a arma dos explorados pelo o governo e pelos patrões para fazer valer os seus direitos só que esta greve da cgtp é uma greve para brincar com o governo.
Se a greve geral fosse de uma semana talvez tivesse outras repercuções e obrigasse o governo de Sócrates a recuar e fosse demitido por é isso que merece.

Sociedade podre

15.05.07, uon

Numa altura em que a maré mediática andava por baixo, que bom aparecer uma desaparecimento de uma criança para o povo português andar entretido e cheio de medo.

Numa altura que se aproxima a greve geral da cgtp nada melhor que aparecer um caso destes para o Sr. Sócrates suspirar de alívio.

A sociedade capitalista promove redes de malfeitores e são todos dos países ricos e abastados promovem a insegurança a des solidariedade entre as pessoas e aparecem pessoas a matar, a roubar, a raptar, e abusar dos fracos, porque esta sociedade está podre e enquinada e as crianças são o elo mais fraco da sociedade e estas actuações são também uma forma de domínio hierárquico dos países ricos sobre os pobres.

Enquanto o povo não se libertar do jugo capitalista sanguinário ocidental, estes desaparecimentos de crianças são cada vez mais frequentes, para tráfico sexual, de orgãos e abusos sexuais, e a polícia faz o seu papel o de guardar o capital.

GREVE GERAL ACTIVA E REVOLUCIONÁRIA

15.05.07, uon

O governo de extrema-direita de Sócrates camuflado de "socialista" renega um profundo desprezo pelos trabalhadores e pelo o povo português ao retirar todo e qualquer benefício social a que temos direito.

O governo de Sócrates/PS têm fechado escolas, hospitais, maternidades, serviços de saúde, a par dos benefícios sociais e aumentos de idade de reforma  e roubo nas penalizações por reforma antecipada, despedimentos encapotados dos trabalhadores da Função Pública com o celébre quadro de excedentes.

Com este (des) governo os jovens trabalhadores estão cada vez mais precários nos postos de trabalho, não sabem o dia de amanhã, podem ser despedidos pelo patronato a qualquer momento e se não forem despedidos são explorados no salário mínimo que auferem.

A santa aliança governo, capital e patronato mais os sindicatos oficiais UGT/CGTP, provocaram a podridão na sociedade, estão todos na (des)concertação social, onde "cozinham" a retirada dos direitos dos trabalhadores e com esta "concertação" os trabalhadores tem vindo cada mais a ser explorados e cada vez mais reprimidos pela segurança do estado com um clima de medo e opressão semelhante ao 24 de Abril.

Esta timída greve da CGTP marcada para 30 de Maio só pode ser uma rampa de lançamento para os trabalhadores se libertarem das amarras a que foram sujeitos pelos sindicatos reformistas e partidos políticos e lutarem contra a exploração capitalista a que foram submetidos.

Esta greve só pode ser eficaz se todos os homens e mulheres trabalhadoras, desempregados e estudantes se unirem e se juntarem nas ruas das suas cidades e manifestarem-se contra a política do governo de Sócrates e do capital e aderirem a uma nova forma de fazer sindicalismo sem dirigismo, assembleário e autogestionado.

 

DEMISSÃO DO GOVERNO DE SÓCRATES!

CONTRA A PODRIDÃO DA SOCIEDADE CAPITALISTA!

ABAIXO A CONCERTAÇÃO SOCIAL!

CONTRA TODOS OS PODERES!

PELA AUTOGESTÃO ANARQUISTA!

 

 

A UNIÃO OPERÁRIA NATURAL        

www.aov.blog.sapo.pt

 

 

 

Câmara Lisboa:o mal menor

14.05.07, uon

Se Sócrates apresentar Costa para a presidência da câmara é o melhor candidato para perder, aliás nem em Loures conseguiu ganhar como figura de proa que era do PS, como conseguirá ganhar Lisboa.

Como Ministro musculado que é com a guarda pretoriana que possui,têm sido uma nódoa, faz os que os outros fizeram, armar as forças de segurança até aos dentes, carros e mais carros, armas e mais armas, além de mais ainda arranjou um conflito com os seus agentes de segurança que foram depenados dos benefícios sociais que tinham e provavelmente não lhe perdoarão, a par de mandar a reprimir a manifestação no passado dia 25 de Abril no Chiado. Como político não vê nada de relevante nem na Assembleia ou qualquer obra de interesse feita ou mandada fazer por este senhor que não passa de um papagaio.

Se Seara aparecer também nada de bom vem ao mundo se Lisboa está mal, mal vai continuar, porque Seara é um fanático pelo futebol, e um pessoa que lhe custa a vir a palavras. Os lisboetas não conhecem obra dele em Sintra, mas de certeza que se deixa levar pela humidade muita sentida em Sintra.

De certeza que Seara não irá fazer da cidade de Lisboa uma cidade mais povoada por novas populações, recuparar os prédios devolutos e a especulação imobiliária que continua em ascendente, os jardins que são uma coutada dos empreiteiros privados, menos carros na cidade, ter a coragem de fechar a Avenida da Liberdade e fazer dela um jardim como era nos finais do séc.XIX, fazer intercâmbio entre transportes metro e autocarros com novas  linhas no interior cidade de Lisboa.

Roseta e uma pessoa que têm sido vista nos movimentos sociais de luta contra a especulação imobiliária e nalguns movimentos sociais pelo aborto, já foi presidente da Câmara de Cascais e Vereadora em Lisboa, mas uma coisa é ser vista, nesses locais e outra e a desempanhar o poder camarário, porque os políticos dizem uma coisa e fazem outra, são muito pouco credíveis, e é dificil avaliar positivamente.

Expulsa do PSD por apoiar Soares e desfiliada do PS, apoiante de Alegre.

Dos três, Roseta consegue ganhar aos pontos e é a menos má.

Trabalhadores da Urgeriça abandonados pelo Estado

11.05.07, uon

Trabalhadores das minas da  Urgeriça, Empresa Nacional de Urânio, situada no concelho de Canas de Senhorim,  sente-se desprezados pelo Estado.

Depois de terem dado a vida e serem explorados  no fundo mina, que acabou por fechar o Estado desprezou-os e agora estão abandonados à sua sorte.

Desta mina era extraído urânio que era altamente letal para saúde dos mineiros.

Este minério depois de transformado  e vendido era utilizado pela indústria da guerra, em fábricas que construiam armas de guerra para os exércitos de todo o mundo, incluíndo bombas atómicas.

A sua extração era demoniaca para os mineiros que agora padecem de muitas doenças mortais, como o cancro e muitos deles já morreram devido a rádioactividade.

 

Clique em baixo

 

 

http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=241198&idselect=228&idCanal=228&p=200

A Greve geral

11.05.07, uon
a greve numa perspectiva anarquista

a greve uma forma de luta contra o fascismo e o capitalismo e o estado policial

o que poderemos fazer com a greve

a greve da cgtp é contra o sistema ou contra o governo

devem os anarquistas revolucionários estar em organizações e sindicatos reformistas

a cgtp deve abandonar a concertação social

a cgtp é uma central sindical séria em que os trabalhadores podem confiar

O que devem fazer os trabalhadores e não trabalhadores anarquistas

Manifesto contra a visita do papa ao Brasil

11.05.07, uon

Retirado de A-infos

 

O COLETIVO LIBERTÁRIO
Órgão de Divulgação do Anarkismo – Amigos da COB/AIT
(Lembre Sempre: ANARKIA NÃO É BAGUNÇA!)

MANIFESTO LIBERTÁRIO
CONTRA A VISITA DO PAPA-NAZISTA AO BRASIL
-----

SEM ESTADO, SEM DEUS!
SEM PARTIDO, SEM PÁTRIA, SEM PATRÃO!

A Igreja Católica deseja revitalizar o latim, de acordo com o Cardeal
Grocholewski, Prefeito da Congregação para a Educação Católica. Isso não é
a toa, a própria história da seita cristã – de religião de bárbaros a
instituição de Estado – tem grande ligação com o império romano, talvez a
época em que a vilania mais tenha se tornado ética social. Em meio a uma
sociedade de reis e aristocratas patrícios, sustentados por plebeus e
escravos – mantidos no terror pela tortura, a absoluta falta de direitos e
de dignidade e aos espetáculos públicos de execuções cruéis. Assim é que
os cristãos, que perseguidos pelo império e lançados aos leões ou
crucificados e queimados, foram alçados pelo imperador Teodósio a condição
de religião oficial do mesmo Estado escravagista – numa tentativa de
salva-lo de um processo de auto-destruição. E por 3 séculos a Igreja de
Roma e Pedro sustentou o regime agonizante antes de cair – inclusive
tentando apagar a figura histórica de Espartacus, o escravo que se rebelou
contra o Império e foi por ele agonizado no ano 71 A.C..

Oficializada para bem servir ao poder o clero da Igreja Universal dos
Apóstolos de Roma soube se preservar com a queda do Império ocidental. Se
a putaria dominava a instituição até o final do século 3, abençoados que
eram pelos favores dos senhores feudais, passaram a se tornar uma
estrutura de poder econômico com a concentração de terras e riquezas. Aí
instituíram o celibato para evitar que seu patrimônio se diluísse nas
heranças aos filhos (dos padres ) de Roma. Assim foi que foram o mais
concentrado poder durante a Idade Média, a era de maior escuridão da
humanidade – com suas pestes, suas guerras religiosas, seus massacres de
camponeses e das seitas milenaristas (que defendiam uma volta da igreja
aos princípios cristãos originais, com seus votos de pobreza e de
igualdade), suas caças as bruxas e das formas de tortura da Santa
Inquisição (da tortura sobre milhares, dos quais destacamos Giordano Bruno
e Galileu Galilei). Por fim a Igreja que vendia perdões para os pecados
(se para matar uma pessoa você pagava 3 moedas de ouro, por 10 moedas você
podia matar a família inteira e estuprar as crianças!!! – o Deus da Igreja
perdoava, o papa garantia!).

Essa mesma Igreja, que sempre serviu aos poderosos, justificou o massacre
da Santa Inquisição, a escravidão dos povos da África e o massacre das
populações originárias das Américas, após a Revolução Industrial continuou
seu papel conservador: sustentou a nobreza, contra a Revolução Francesa e
a República, defendeu a Monarquia espanhola e foi o berço do fascismo -
que formalmente surge após o final da 1ª Guerra Mundial. Fez acordos com
Mussoline e abençoou as tropas que invadiriam a África, se calou frente
aos Campos de Concentração nazistas, chegando a participar de fuzilamentos
de anarkistas durante a Revolução Espanhola de 1936-39.

Hoje a Inquisição continua viva, reacionária como sempre, no poder com seu
antigo presidente, o nazista Hatzinger, como chefe supremo da gang, o papa
Bento 16. Bendito: papa-no-cu-do-Bush e dos nazi-fascistas que apóiam as
Guerras Imperialistas sem fim, pelo controle mundial das reservas de
matérias-primas e de rotas comerciais. São estes caras e essas igrejas que
transformam a vida do trabalhador em qualquer parte do mundo num inferno
cotidiano, com a violência o desrespeito e a exclusão. São seus dogmas que
conduzem a humanidade para o cadafalso. Nenhum milagre salvará o mundo da
destruição que o capitalismo promove com sua sociedade de escravos!

As máscaras caíram! Não há teologia da libertação! O que há é a dura voz
da hierarquia eclesiástica, dos porta-vozes de deus. E o supremo
pontífice, além de ex-chefe da moderna Inquisição, foi ativista das
juventudes nazistas em sua adolescência. Os sonhos que ele acalentava
naquela época ele realiza hoje! Ao crente comum, das ruas, ao trabalhador
crente só há a certeza do pecado original – que nos mancha a todos -, o
medo do julgamento e o terrível fim, nos infernos... em que vivemos a cada
dia.

Mais uma vez só há uma saída: tomarmos nosso destino em nossas próprias
mãos! Paremos de mirar o sobrenatural quando a nossa volta a tanto a
consertar. Façamos por nós mesmos tudo o que a nós cabe fazer: Acabar com
o mundo hierarquizado criando, na prática, uma sociedade de iguais e
livres, sem pecados originais e sem infernos astrais.
CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E O PRECONCEITO!
CONTRA A VISITA DO PAPA NAZISTA!
PELO DIREITO AO ABORTO!
CONTRA A HOMOFOBIA!
PELO AMOR LIVRE!

O COLETIVO LIBERTÁRIO-BRASIL (2007-05-09)
E-mail: cldvulg1985@yahoo.com.br