Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



EUA:Mumia no corredor da morte

por uon, em 08.04.09

Mumia Abu Jama, jornalista negro ex. membro dos panteras negras, está preso condenado à morte à cerca de 27 anos nos Estados Unidos.

Acusado de ter morto um polícia branco foi condenado à morte por um tribunal americano, reclama inocência e justiça para ao seu caso através de recursos para tribunais superiores.

Encontra-se no corredor da morte aspera de solução e no nosso entender esta pena não tem razão de existência por que a polícia de vez em quando encarrega-se de fazer jus a pena de morte em qualquer parte do mundo.

Segundo notícia um tribunal recusa novo julgamento embora segundo a defesa tenha aparecido novas provas que discriminam Mumia.

O caso de Mumia tem suscitado simpatia por todo o mundo e tem havido manifestações a seu favor e fez dele um icone pela liberdade e luta contra a pena de morte institucionalizada.

Enquanto nalguns Estados a pena de morte está institucionalizada como forma de fazer (in) justiça, noutros a mesma tem sido abolida, ou mesmo novamente institucionalizada e portanto nos states é um país com várias leis no mesmo país.

Para nós libertários a defesa da vida faz todo o sentido por que é muito curta e deviamos viver em paz com bem estar e liberdade e defendemos nem que seja o nosso pior inimigo!? político ou outro, mas para o Estado a vida não faz qualquer sentido, os seres humanos só servem para trabalhar longas horas e longos anos, produzir,  consumir, pagar impostos e servir na guerra ser obediente e não contestar e ser um serventuário do capital e morrer pela adorada pátria se for caso disso, em nome de uma suposta honra, mas para isso, não estamos interessados em colaborar com o Estado.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38

Os deputados na assembleia da República aprovaram uma norma que prevê que os mesmos possam justificar as faltas por doença só após uma semana de baixa por doença vulgo (parte doente).

Segundo a norma prevê que a palavra do deputado conta e deve ser entendida como tal e servir para justificar as mesmas.

Na Função Pública os funcionários que por infelicidade de doença "metam parte doente" os mesmos tem cinco dias para entregar atestado médico legal.

Caso  não entreguem o referido atestado podem sofrem um processo disciplinar por faltas injustificadas e as consequencias que dai advêm.

É evidente que os deputados e trabalhadores da Função Pública são diferentes na forma como são admitidos no Estado.

O deputado é candidato num partido e mediante certa votação é eleito por voto dos eleitores.

O funcionário publico é admitido por concurso público.

O deputado que é eleito para "servir o povo" e não "para se servir" e o funcionário público está também para servir o povo  e ambos não deviam querer tratamento privilegiado em relação ao pessoal do privado, mas nos tempos que correm tudo é possível neste mundo e o mundo como atrás de pernas para o ar, uns estão na mó de cima e outros na mó de baixo.

Aos funcionários públicos e aos trabalhadores do privado resta aguardar melhores dias e talvez isto mude um dia...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

Stasburgo:protestos anti-Nato

por uon, em 05.04.09

Vários milhares de manifestantes acorreram a Stasburgo, localidade francesa na Alsácia para se manifestar contra a NATO.

Os protestos ocorreram quando os manifestantes se aproximaram da reunião da NATO, perante a oposição da polícia, francesa e alemã.

Os manifestantes ergueram uma cidade anti-Nato nos arredores da capital com diversas correntes políticos sociais.

Ouve distúrbios com a policia que fez o papel de defender os representantes do países da NATO.

A NATO como força belicista a soldo do capital não tem razão de existência, por que hoje é a única força militar no mundo que tem feito os maiores atropelos à liberdade dos povos e tem atacado diversos países na Europa e no mundo devido aos seu poderio militar de vários países europeus e (Portugal incluído) mais os states/EUA.

Esta organização guerreira gasta rios de dinheiro para manter uma ditadura nazi sob capa democrática perante os povos do mundo para os explorar e massacrar.

É tempo de acabar!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19

Esta empresa argentina (Disco de Ouro) do ramo alimentar encontra-se na posse dos trabalhadores depois do patrão ter abandonado a empresa.

Os trabalhadores foram apanhados desprevenidos e necessitam de dinheiro (sempre o vil metal) para meter a fábrica a funcionar e pedem apoio nacional e internacional.

O éxito deles será o também nosso se puder ajudar e estiver de acordo com esta forma de organização alternativa que é a autogestão à gestão estatal e privada a estes trabalhadores não hesite e eles agradecem.

Estes trabalhadores contam com o apoio no terreno da Sociedade de Resistência de Ofícios Vários de San Martin aderente à FORA/AIT Argentina.

 

Sociedade de Resistência de San Martín - F.O.R.A.
http://socderesistenciasm.blogspot.com/

 

 

 

 

 




 




En San Andrés, (Gral. San Martín) Los trabajadores y trabajadoras de la fábrica de tapas de empanadas "Disco de Oro" luego de frenar el vaciamiento de la fabrica que los patrones intentaron llevar a cabo, el 3 de febrero decidieron tomar la planta y luchar por su fuente de trabajo.Los responsables son Guillermo Ferron como propietario de la firma (al igual que de negocios turbios y estafas por doquier) y Sergio Godoy del Castillo como testaferro y patrón que llevó la fabrica al cierre y los obreros/as a la desesperación.Esta rata inmunda (apañado por el sin vergüenza de Ferron) comenzó debiendo sueldos, vacaciones, aportes y otros pagos hace 5 o 6 meses. A todo esto pagaba miserias a los trabajadores para mantenerlos "tranquilos" e iba reduciendo la producción de a poco al igual que la calidad del producto. Como ultima medida, envió a los trabajadores/as a sus hogares con la excusa de que la materia prima escaseaba y que realizaria reparaciones en las maquinas para mejorar la producción. Muy por el contrario, aprovecho ese tiempo para intentar vaciar la empresa.

 
 
A esto se le suman dos obreros accidentados a mediados del año pasado sin haber recibido un peso por parte de la obra social ya que el dueño no pagaba los aportes. Es por eso tambien que en este momento hay obreros con sus familias que no pueden recibir atencion medica e inclusive se encuentra un familiar de uno de los obreros que al no estar paga la obra social, no puede recibir el medicamento que necesita para su diabetes, ya que ademas el Estado complice opresor, al estar todavia figurando en la Obra Social, no quiere facilitarle los remedios.

Pero aun asi, hoy en día son mas de diez familias las que luchan por recuperar su único sostén económico en muchos casos y el trabajo de obreros que llegan hasta los 48 años de antigüedad. Pasan día y noche cuidando de su herramienta de producción acompañados por vecinos y otros trabajadores que se solidarizan con esta lucha, es por eso que ya está en marcha deacuerdo con lo que fueron discutiendo en sus asambleas, la formación de una cooperativa de trabajo para comenzar de nuevo con la producción. Esta bronca que sintieron cuando la patronal intento robarles lo que siempre les perteneció (su producción), hoy se transformo en la resistencia, la auto organización y la lucha para demostrar que el trabajador es capaz de manejarse a si mismo sin la necesidad de ningún chupasangre que se quede con sus frutos, mirándolos desde arriba con las manos en los bolsillos.
Los compañeros de la FORA, estamos ahi para hacerles el aguante y aportar como obreros nuestra solidaridad activa, sin intereses economicos ni politicos.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:50

BCE baixa juros

por uon, em 03.04.09

O Presidente do Banco Central Europeu (BCE) tem vindo a baixar as taxas de juros dos empréstimos à habitação e ontem baixou nais 0,25 % na taxa.

Depois da cavalgada de subida de juros nos anos anteriores os juros começaram a baixar, devido à pressão exercida por forças políticas e sociais que começaram a levantar o problema sobre essa questão.

Os juros quase subiam mensalmente e os trabalhadores que tinham créditos estavam literalmente a trabalhar para o banco sem que este desse nada em troca.

Agora começaram a baixar mais muito devagarinho e no caso de um companheiro só em Março deste ano é que começou a descer, mas uma infima parte do que foi roubado.

Quando eles diziam que as prestações estavam a descer este caso até subiu ainda mais.

Por que nem sempre o que a imprensa diz é verdade que os juros descem mas na realidade sobem, por que quem está pagar sabe que é mentira.

Um caso curioso ou não enquanto os partidos estavam calados sobre a questão já este site levantava a questão sobre a "roubalheira dos juros" sobre o assunto e só depois é que começaram a aparecer cartazes nas ruas do PCP do Bloco e até o CDS levantou a questão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:03

A reunião dos G20 estão reunidos em Londres estão já a provocar protestos de milhares de manifestantes que estão contra os senhores do mundo.

Numa altura de crise os G20 estão à procura de saídas para eternizar o capitalismo como esteio da humanidade.

O capitalismo é uma doença que está abalar a humanidade e os senhores mais ricos querem que ele perdure mesmo que provoca a fome e a miséria da humanidade.

Esta crise capitalista baseada na acumulação do capital tem provocado consequencias muito negativas e muitas guerras que tem assassinado muitos milhões de pessoas.

Os ricos querem que este sistema iníquo perdure mesmo que as populações do mundo inteiro não estejam interessados nesse género de sociedade que já provou que não têm cabimento e só pode ter comparação com um regime nazi que mata tudo o o que esteja à sua volta a pretexto de fazer dinheiro.

Só uma nova sociedade baseada na solidariedade na igualdade  e no apoio mútuo pode resolver os problemas criados pelo capitalismo, mas para isso, o capitalismo não se pode reforma,  mas sim aboli-lo. e substitui-lo pela sociedade anarquista.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:44

 

 

Caso Brais
http://cntgaliza.org/?q=casoBrais

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:43

Governo prepara inaugurações

por uon, em 01.04.09

A empresa Mota-Engil está a sofrer pressões para terminal as obras antes das eleições legislativas.

Esta empresa é liderada por Jorge Coelho, ex. ministro da Obras Públicas do governo do PS/Guterres à altura da queda da ponte de Entre-os Rios e posteriormente demitiu-se do cargo.

Jorge Coelho é o tal que disse: "quem se mete com o PS leva".

E é verdade os trabalhadores nestes quatro anos de junta governativa PS tem levado com as medidas anti-sociais e laborais e repressivas e por último com a crise deste governo que têm deixado o país de pantanas.

O governo precisa como paõ-para-a-boca de inaugurações e então as empresas de construção são pressionadas a acabar as obras para os ministros irem cortar a fita.

Um político que não tenha promessas para fazer e inaugurações para cortar e cheques para entregar não é político e estes não tem fugido à regra.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:36

Emigrantes:desemprego aumenta

por uon, em 01.04.09

Segundo dados fornecidos pelo IEFP (Emprego e Formação Profissional) houve um aumento de 50 % no ano transacto de de emigrantes que caíram no desemprego no dois primeiros meses deste anto o aumento atingiu os 27 % de desempregados emigrantes.

A comunidade brasileira é a mais atingida com o desemprego seguindo-se a ucraniana e depois a angolana e cabo-verdiana.

Numa é época de crise os emigrantes são os mais fracos no meio dos fracos e são os primeiros a irem engrossar os exército de desempregados.

Os portugueses são todavia os seguintes a irem para o desemprego.

É assim neste mundo os trabalhadores são sempre os prejudicados do costume constroem aquilo que não têm e são os primeiros as serem descartados neste mundo cão.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10

Pág. 3/3




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D