Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Segundo a Eurosondagem  PS subiu 1,2 por cento e atinge os 35,5 por cento. O PSD atinge os 32,5 por cento, o que significa uma diferença de três por cento em relação ao PS.

A CDU, coligação que integra o PCP e o PEV, sobe três por cento, para 9,2 por cento.

O BE aparece com 8,8 por cento, isto é, com menos 0,4 por cento do que a CDU.

Já o CDS recebe 6,5 por cento das intenções de voto.

Estes resultados mostram que o PS e o PSD estão praticamente a par e qualquer deles pode ganhar as eleições se acreditarmos nesta sondagem.

O PS está muito longe da maioria absoluta que teve em 2005, e está a sofrer as consequencias da sua politica económica e social e também quanto aos agravamento da crise económica e financeira que já era difícil em 2005 e agora o doente está quase moribundo à portas da morte.

A direita o PSD e CDS não estão a capitalizar o descontentamento popular de eleitores da direita, por que são partidos que estão sem soluções e no governo faziam o mesmo que o PS está a fazer.

Quanto ao BE, CDU/PCP  os resultados são muito idênticos qualquer deles pode ganhar o campeonato embora disputem o mesmo programa eleitorado de esquerda vão dividir-se por dois partidos.

O BE nalgumas coisas parece um PS mais pequeno para tentar captar mais votos ao PS.

O PCP continua com o mesmo eleitorado e o mesmo programa por causa disso tem sofrido vários desaires eleitorais por que deixa fugir o seu votantes para o BE, PS e Direita e pode-se dizer que o seu eleitorado é um pouco flutuante.

Mas em em eleições por um se ganha por um se perde e os eleitores durante os quatro anos mudam de partido cinquenta vez e não sabem muito bem em quem vão votar nas próximas eleições e até a Beira das urnas encontra-se indecisos.

Por isso para acabar de vez com essa indecisão constante a única maneira resolver a questão é não votar é a ABSTENÇÃO é a ideia certa e as pessoas deixam de pensar em partidos e não ficam com aquele peso de consciência que votaram mal ou votaram bem ficam com uma sensação de liberdade nunca conseguida antes.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:03

O presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, defendeu hoje o voto obrigatório nas eleições em Portugal como forma de “proteger” a democracia e aumentar a responsabilidade dos políticos.

Já agora Carlos César não disse mas dissemos nós para completar o ramalhete o voto devia de ser obrigatório no PS, como partido único para se eternizar no poder.

Não a liberdade e a democracia só esta verdadeiramente reconhecida quando aquela canção do Sérgio Godinho "só à liberdade à sério quando houver a paz o pão, educação, saúde, habitação e só à liberdade à sério quando pertencer ao povo o que o povo produzir" bis.

Por isso Sr. Carlos César enquanto não houver esta canção na pratica também não podem obrigar o povo a votar aquilo que não têm.

Mas os políticos deste país só querem o nosso voto para satisfazer os seus capichos e depois esquecem o povo no dia das eleições e fazem aquilo que o povo não quer.

Por isso o único voto seguro e certo é a ABSTENÇÂO.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58

Salvar a Islândia

por uon, em 28.05.09

Junte-se a nós em 18 de julho para resistir à industrialização da última grande reserva selvagem e levar a ação direta contra a indústria pesada!

A Luta Até Agora

A campanha para defender a última grande reserva selvagem continua. Pelos últimos quatro anos, acampamentos de ação direta na Islândia durante o verão têm tarjado indústrias de fundição de alumínio, mega-represas e fábricas de energia geotérmica. Após a terrível destruição causada em Kárahnjúkar e Hengill, é hora de destruir o “plano mestre” que queria ver todos os grandes rios glaciais represados, todos os substanciais campos geotérmicos explorados e construir indústrias de fundição de alumínio, refinarias de petróleo e fábricas de silicone, assim como aumentar significantemente as emissões de gases do efeito estufa na Islândia.

A Situação Agora

Apesar do otimismo após a “revolução dos talheres”, onde protestos de rua em massa e ações diretas derrubaram o governo islandês e forçou a questão da indústria pesada para entrar de volta na agenda política, a batalha está longe de acabar. A queda no preço do alumínio no mercado global e a crise econômica mundial estão mostrando seus efeitos nos projetos da indústria pesada e companhias de alumínio na Islândia, freando muitos projetos de indústrias de fundição de alumínio, mega-barragens e fábricas de energia geotérmicas, ou até mesmo eliminando completamente estes planos. A maquinaria da indústria pesada está longe de ser derrotada, mas recentes insurreições mostraram o profundo impacto que o “Salvando a Islândia” tem tido sobre o panorama popular e político.

Mudanças Políticas

A recente eleição foi um golpe duro ao movimento ambientalista na Islândia, com os “verdes de esquerda” expulsando o ministro do meio-ambiente por não ser um ambientalista muito genuíno. Nós estamos enfrentando um governo fortemente pró-indústria pesada, que não pretende ser nem “verde” nem remotamente de esquerda. No topo disto, companhias nacionais de energia já começaram as negociações com outros tipos de indústria no Norte, onde alguns políticos tinham uma nova fábrica.

Anarquia na Islândia

Anos de trabalho realizados pela campanha “Salvando a Islândia” para introduzir as idéias de ação direta e anarquia na sociedade em geral, juntamente com uma população radicalizada após a queda do governo, resultou em um movimento constantemente crescente de ativistas radicais e anarquistas na Islândia. Durante os últimos meses, okupas por duas vezes levantaram um centro social e o defenderam do desalojo, o ativismo sem fronteiras está ficando cada vez mais forte, o Comidas Sim Bombas Não sai às ruas todas as semanas e ações como os quatro “ataques skyr” (onde iogurte verde é atirado sobre exposições, computadores) em dois meses colocaram na mira políticos e assassinos da natureza. Neste verão, o apoio mútuo entre a comunidade radical islandesa e o “Salvando a Islândia” promete uma mobilização bastante excitante e repleta de ações!

Alvos deste Verão

A fábrica de fundição de alumínio Helguvík, tarjada pelo “Salvando a Islândia” no verão passado com uma ação que parou a construção por um dia inteiro após 40 ativistas invadirem o lugar, ainda está sendo construída. As necessidades elétricas da fábrica sugerem mais oito novas usinas de geração de energia, onde ao menos sete delas serão geotérmicas da Península de Reykjanes, que a secará, e Hellisheiði - também tarjada pelo “Salvando a Islândia” no verão passado que viu uma escavação sendo parada, fazendo perder milhares de libras. Uma das usinas geotérmicas que abastecerá a fundidora Century poderá ser em Bitra, próxima a Hengill, onde uma campanha local no último inverno parou a construção. A oitava usina provavelmente será uma mega-represa no maravilhoso Rio Þjórsá. Se em algum momento houve um local de construção e “zonas testes de escavação” destruindo os frágeis e únicos ecossistemas, e vulneráveis à ação direta, este verão eles estão na Península Reykjanes, no sudoeste islandês.

Participe!

Venha para a Islândia no dia 18 de julho e se junte a nós para um verão de resistência e ação direta. Confira o www.savingceland.org para atualizações regulares e informações para se juntar a nós, ou nos envie um e-mail savingiceland@riseup.net para que a gente possa saber quando você estará chegando.

Apóie nossa luta com doações, traduções, ações de solidariedade e espalhando a mensagem. Salvando a Islândia!

E-mail: savingiceland [at] riseup.net Página da internet: www.savingiceland.org

Tradução > Marcelo Yokoi

agência de notícias anarquistas-ana

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:19

O Concelho de Guimarães está a ser flagelado com o desemprego e nem o D. Afonso Henriques nascido na cidade e primeiro rei de Portugal,  lutou contra os mouros e contra os espanhóis e agora devia estar cá para lutar contra o desemprego e fazer revolução para salvar os trabalhadores e as fábricas do concelho, porque os políticos que nos governam não são capazes de fazer face a este flagelo.

As notícias dão conta dos fechos de fábricas, a maioria delas ligadas ao sector têxtil nos casos anunciados, noutros inesperados

Com o desemprego, surge a pobreza que afecta muitas famílias do concelho.

A tal ponto que a Câmara decidiu adoptar medidas suplementares de apoio, uma decisão que uniu a maioria socialista e a oposição,  como o pagamento de rendas a famílias em dificuldades.

Guimarães é o quinto concelho com o maior número de desempregados - em Abril, estavam inscritos no Centro de Emprego 12099. Mas, face aos restantes municípios - Gaia, que surge em primeiro (22906 desempregados); Lisboa (20 771), Sintra (16406) e Porto (14118), é dos mais pequenos em termos populacionais.

Se o governo não toma medidas para salvar as empresas em crise, devem as Câmara tomarem a iniciativa e municipalizarem as empresas e tomar conta das mesmas como forma de contrariar a situação.

Se as Câmaras ajudam a pagar as rendas e dar refeições a desempregados e a fazer caridade se calhar é melhor tomarem conta das empresas por qos trabalhadores não querem caridade, mas sim trabalho que os ocupe.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:51

A nossa politica europeia e mundial

 

Saída da CEE/UE

Saída da NATO

Acabar com a ONU e organizações de fachaada associadas

Pela Associação Internancional dos trabalhadores (AIT)

Acabar com o parlamento europeu e nacionais

Acabar com os cargos electivos

Pelas assembleias e federações locais e representativas das populações

Abolição das guerras entre povos

Abolição dos Exércitos e das forças de segurança aos serviço do capital

Acabar as invasões de países por outros

Constituição de milicias populares eleitas em assembleia para segurança do povo

Acabar com a pena de morte

acabar com as prisões

Acabar com a justiça burguesa e advogados mercantilistas

Justiça popular asembleária elegendo homens ou mulheres para esse facto

Acabar com o TPI (tribunal penal internacional)

Acabar com as fábricas de armas e desmantelamento dos arsenais bélico nuclear e convencional

Abolir todas as leis repressivas contra os povos e contra os emigrantes e contra os trabalhadores

Emigração livre para todos os povos do mundo

Cooperação e solidariedade internacionalista com todos os povos da Europa e do Mundo em todos os domínios menos na guerra.

Acabar com o BCE (banco central europeu)

Abolir o FMI

Constituição de sindicatos sérios honestos assembleários dos seus membros

Salário único mínimo/máximo europeu para todos os trabalhadores europeus e emigrantes

Abolição das classes exploradoras e do salariato

Controlo e autogestão pelos trabalhadores nas empresas

Produzir para viver não viver para produzir

Reformas dignas para todos os trabalhadores reformados 

Direitos iguais para os povos de todo o mundo

Saúde gratuita e ao serviço do povo

Acabar com a medicina mercantilista

Acabar com educação elitista e burguesa

Educação e cultura libertária para todos os jovens e não jovens

Acabar com a FIFA e UEFA e as guerras no Futebol

Acabar com o mercado de escravos de luxo no futebal

Acabar com os campeonatos nacionais de futubel e as guerras norte/sul e de arbitragens

Desporto amador e para todos

 

Este programa está em debate !!!

 

qualquer proposta enviar para a-oficiovario@sapo.pt 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:06

A candidata da CDU/PCP tencionava realizar uma sessão com trabalhadores do Ministério da Economia de Coimbra, só que á última da hora os jornalistas que acompanhavam a candidata tiveram de sair para a mesma não se "tornasse num comício" - palavras do director regional do centro.

Este governo ao longo destes longuíssimos quatro anos teve práticas autoritárias e pidescos que saíram fora da norma e este foi mais um caso a acrescentar o outros.

O caso do professor que falou com um colega e foi suspenso é caricato.

O governo quer passar este ministério de Coimbra para Aveiro e os trabalhadores não querem, daí o conflito.

Os trabalhadores para irem para Aveiro vão perder muito dinheiro e tempo e de certeza que não irão ser compensados com o facto.

Como é evidente o nosso voto não irá para qualquer dos partidos concorrentes, mas respeitamos os partidos e eles têm todo o direito a fazer a sua campanha eleitoral para captar votos seja onde for, mas o governo não quer campanha eleitoral ou qualquer tipo de política dentro dos ministérios a não ser a sua à boa maneira salazarenta.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:28

A Coreia do Norte fez mais uma provocação pretexto de defender o "socialismo" ao Ocidente e duma assentada lançou três mísseis como forma de treino.

Quem não gostou deste treino foram os Estados Unidos que consideraram uma provocação que podia ficar cara à Coreia do Norte.

É preciso ter lata os Estados Unidos são o país com maior arsenal militar e atómico e tem feito guerra em todo o mundo e vêem pedir aos outros países para destruir os seus arsenais.

Os Estados Unidos tem de ser eles os primeiros a desmantelar o seu arsenal e aí fica com razões morais para pedir aos outros países para também desmantelar o seu.

Mas como ninguém quer dar o braço a torcer uns após outros vão gastando rios de dinheiro em armamento nuclear e convencional e armando-se até aos dentes.

A lógica dos países é esta: mais vale tê-las que não as ter.

Quanto à Coreia do Norte de lançar bombas a pretexto do defender o socialismo, temos as nossas dúvidas em relação a isso.

Defende-se o socialismo seja na Coreia nos EUA ou em qualquer parte do mundo investindo na saúde e no trabalho e na educação e nunca em armas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:08

MANDE O P"S" E A OPOSIÇÃO PARA O MÈXICO

 APANHAR UMA GRIPE

 

 

ELES QUEREM O TEU VOTO PARA EXPLORAREM

 

ABSTENÇÂO ACTIVA!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:46

AIT:Secretario Geral Libertado

por uon, em 23.05.09

Asociación Internacional de los Trabajadores - International Workers AssociationInformamos que Ratibor Trivunac, militante de la Confederación de Sindicatos “Anarcho-syndicalist Initiative” (ASI) y Secretario General de la Asociación Internacional de los Trabajadores, ha salido de prisión esta misma tarde. Durante el tiempo que estuvo encerrado se celebró un acto de protesta en el centro de Belgrado con miembros de la ASI, otros anarquistas y simpatizantes que exigían la inmediata puesta en libertad de Ratibor.

Se leyó un breve comunicado y se repartieron gran cantidad de banderas estadounidenses de papel entre los asistentes que fueron quemadas allí mismo. La compañera que leyó el comunicado ha sido arrestada y actualmente está pendiente de pasar a disposición judicial. La policía respondió con violencia cuando los manifestantes intentaron impedir el arresto.

Informaremos si surge la necesidad de alguna acción solidaria con nuestra compañera detenida.

El Secretariado de la AIT y la ASI queremos agradecer a todas las organizaciones y compañeros que manifestaron su solidaridad con Ratibor.

En nombre del Secretariado de la AIT,
Nikola Pavlović.

Secretariado de la Asociación Internacional de los Trabajadores
Secretariat of the International Workers Association

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01

El Secretario General de la Asociación Internacional de los Trabajadores, Ratibor Trivunac, y otro compañero han sido arrestados por la policía mientras participaban en un acto de protesta organizado para denunciar las atrocidades causadas por la visita del Vicepresidente estadounidense Joseph Biden a Belgrado hoy, 20 de mayo.


El acto, que no fue autorizado, tuvo lugar en el centro de Belgrado, donde se quemó una bandera de EEUU, se leyó también un comunicado condenando la labor de los Estados Unidos en el fomento del Capitalismo, las guerras, la explotación y la discriminación. Esperamos que pronto podamos tener colgado en www.youtube.com/inicijativa un pequeño vídeo del arresto.

¡Libertad para los compañeros arrestados!

 

Visto en: http://columnamotrilena.blogspot.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:02

Pág. 1/3




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D