Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um traço da história do PCP

por uon, em 04.01.10

Passaram 50 anos da fuga espectacular de 10 militantes do PCP presos por motivos políticos  no Forte de Peniche, onde pontuavam figuras como Cunhal e Chico Martins e outros.

Depois de terem subornado um GNR e ludibriado a guarda os presos evadiram-se por meio de lençóis atados uns aos outros e fugiram em carros roubados à PIDE.

Chico Martins viria a abandonar o PCP por divergências politicas e foi excomungado e ocultado deste facto pelo Partido.

O PCP foi um partido fundado por ex. militantes anarquistas e anarco-sindicalista que abandonaram a CGT para fundar o PCP, em 1921.

Com o vento que vinha da Revolução russa muitos anarquistas portugueses ficaram enfeitiçados por Lenine, Staline e Trosquy e por toda aquela onda vermelha que parecia libertar os operários da exploração czarista.

A Revolução russa não foi o que pareceu, mas sim, a pretensa queda de uma ditadura czarista deu lugar a outra ditadura de cariz vermelha onde os pretensos operários destilavam a ditadura do proletariado que foi muito sangrenta, com o assassinato de milhares de anarquistas que perfilhavam outras ideias de liberdade igualdade e a autogestão como método de organização social e onde todos pudessem ser de facto livres.

O PCP nasceu para formar uma vanguarda do proletariado e depois a CGT foi-se tornando uma central sindical  a abater e o PCP foi responsável por esse feito e em muitos casos houve denuncias de anarquistas à polícia politica do regime saído do 28 de Maio.

Senão basta ler o livro de Bento Gonçalves e lá descreve a antiga CGT/AIT como inimigo principal do PCP para a liquidar e ilegalizar da cena sindical.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:39

O secretário-geral da CGTP, Carvalho da Silva, considerou este sábado em declarações à TSF, que o diagnóstico do Presidente da República acerca da crise está correcto, mas sugeriu uma maior clareza no que toca a encontrar os «responsáveis» pela situação.

Não basta encontrar os responsáveis pela situação explosiva que Cavaco está a inventar, os responsáveis pela situação a que o país chegou são conhecidos de todos e estão nos partidos que governaram Portugal nos últimos 30 anos, onde Cavaco não foge a esse tribunal popular e deverá responder pelas más políticas empreendidas não gestão governativa.

Na actualidade temos o Sr.. Sócrates que é responsável pelos últimos 4 anos de gestão de falência, nos domínios da saúde da educação da economia, do desemprego e do roubo aos trabalhadores das suas mais directas carências que foram retiradas a pretexto do défice público que agora se situação na casa dos 10 %.

Se houvesse um tribunal popular estes cavalheiros seriam os primeiros a responder perante uma assembleia e seriam condenados a pagar pela sua culpabilidade e pelo mal que fizeram a Portugal aos seus cidadãos e as sua riquezas desbaratadas.

Mas como estes cavalheiros estão no lugares chave, parece que o assunto não é nada com eles e mandam bazófias no final do ano como estratégia para continuar a explorar o povo português e nisso a CGTP também é responsável por nada fazer e ainda colaborar com este sistema completamente ultrapassado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:54

Pág. 5/5




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D