Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Repartir melhor a riqueza

por uon, em 03.02.10

O PS está a fazer finca-pé em relação à lei das finanças regionais que a oposição quer aprovar.

Claro o governo só quer gastar aqui no continente em TGV, aeroportos, pontes, hospitais, escolas, etc. e depois o orçamento não chega para tudo.

Achamos que o TGV e o aeroporto podem esperar até 2020 as pontes são sempre ligações entre pessoas que comungam dos mesmos sentimentos, e anseios, as escolas bem precisam de ser melhoradas para um ensino melhor, e os hospitais são a razão da vida, mas não pense o governo faz uma grande avaria, por que qualquer um faz isso desde que tenha dinheiro para fazer.

O dinheiro tem de ser distribuído solidariamente pelas regiões e a Madeira é uma região que está ainda muito aquém do continente e a retirada das verbas da Madeira por Sócrates foi mais uma vingança obsessiva contra Jardim, mas o povo é quem paga.

Pensamos que na Madeira há folclore a mais e que se gasta mal gasto as verbas que são de todos nós, mas isso na inválida que que retire dinheiro à região.

Jardim não precisa de dinheiro, o povo pobre e trabalhador é que precisa de ser ajudado, mas o PS  julga que retirando dinheiro à Madeira  ganha a Jardim e quem se lixa é o povo.

Isto é luta entre galos para o mesmo poleiro o povo não tem nada a ver com isso.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34

Tras los recientes ataques a la libertad sindical en Alemania los compañeros de la FAU-AIT han convocado unas jornadas de protesta los días 29/30 de Enero 2010. Desde CNT Bizkaia hemos querido hacernos eco de este llamamiento.

El 29 de Enero, a las 12 de la mañana CNT Bizkaia se concentró en la Calle San Vicente, 8 (Edificio Albia), donde en la planta 13 dpto. 3, tiene su sede el Consulado de Alemania. Concentrados en la puerta de dicho edificio hemos repartido octavillas informativas. Nos hemos personado en las oficinas del Consulado alemán para hacer entrega de un escrito de protesta.

El trasfondo es que éste sindicato anarquista fue ilegalizado hace poco a causa de un duro conflicto laboral, en el que los trabajadores organizados en él, simplemente pedían un nuevo convenio laboral y dignidad como trabajadores. En una sentencia a favor de otro sindicato amarillo, vendido al Estado, llamado Ver.di, se declaró también que la F.A.U. de Berlín ya no puede hacerse llamar “SINDICATO” o “SINDICATO DE BASE”. Esta sentencia es a nivel estatal, y si los miembros de la F.A.U. osaran hacerse llamar de tal manera, caerían sobre ellos multas de cientos de miles de euros y hasta penas de prisión.

Nosotros creemos, que es cosa de los trabajadores definir lo que es un sindicato, no de la “justicia” del Estado. Es de destacar también que la juez que ordenó ésta sentencia, comparable solamente con la de un régimen totalitario, es también miembro de Ver.di. Todo apunta a una sucia maniobra del Estado Alemán para acabar con el creciente anarcosindicalimo de la F.A.U.

Sin embargo, como miembros de una organización internacional, la Asociación Internacional de Trabajadores (A.I.T.), nos vemos obligados en nuestros respectivos países a mostrar nuestro más profundo rechazo hacia las prácticas antisindicales de los Estados, en éste caso del Estado Alemán. Nos han ilegalizado y perseguido una y otra vez a lo largo de la historia por NO funcionar como ellos quisieran: pues NO tenemos ni liberados sindicales vendidos, NO recibimos subvenciones del Estado y NO nos presentamos a esa gran farsa de las Elecciones Sindicales. Nuestras armas son la SOLIDARIDAD, APOYO MÚTUO y ACCIÓN DIRECTA.

¡POR LA LIBERTAD SINDICAL EN ALEMANIA! ¡ORGANÍZATE Y LUCHA!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24

Qual é a diferença?

por uon, em 02.02.10

Segundo notícias da Coreia do Norte em certas localidades houve revoltas contra a situação de miséria que varra o país.

Pessoas famintas efectuaram diversas pilhagens a armazéns de comida e atacaram as forças da ordem por estes colaborarem com o governo e com o regime.

Em Portugal existe um regime soft, mas não é muito diferente do da Coreia do Norte.

(Não) existe fome como a noticiada na Coreia, mas existe desemprego na casa dos 10%, um défice público de quase 10%, quase um milhão de precários.

O governo prepara-se para dar aumentos zero à função pública, aumentar a ADSE e por cada cada cinco trabalhadores reformados só entra um ou dois.

Os banqueiros cada vez estão mais ricos e crise não é com eles.

Temos um serviço repressivo dotado das mais modernas armas pronta para actuar contra revoltas como as da Coreia do Norte.

Qual é a diferença entre Portugal ou qualquer pais do mundo e a Coreia do Norte?

Nenhuma.

Por isso revolução social anarquista para cima deles!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

COB panfleto 1

Clique no panfleto para baixar versão em pdf para impressão e distribuição!!! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:36

Morreu Manuel Serra

por uon, em 01.02.10
Morreu ontem Manuel Serra ex. militante do PS que quis pôr em sentido Mário Soares e concorreu a secretário-geral do PS contra Soares.
Apesar de ter tido 44 % dos votos dos congressistas do PS não conseguiu arrebatar o Partido e torná-lo decentemente de esquerda.
Depois abandonou o PS e criou a Frente Socialista Popular  que acabou por não atingir os objectivos.

Um PS com Manuel Serra se calhar não seria o mesmo de Mário Soares e Sócrates que fizeram em fazem uma politica de direita muito ao gosto do capital e dos patrões e contra os trabalhadores.

Com Sócrates então estamos quase numa ditadura que o diga o Mário Crespo que fizeram dele um "dissidente" tal como faziam os "comunistas" na Rússia internavam que era contra o regime.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

Segundo um relatório de uma organização israelita as mulheres militares do exército admitiram ter maltratado presos palestinos no decorrer da instrução militar.

O objectivo do relatório é “mostrar à sociedade israelita que as suas mulheres  participam em violações dos direitos humanos e têm comportamentos violentos contra os palestinianos”, do mesmo modo que os homens.

Claro, uma mulher fardada e armada tal como um homem são perigo, por que dispõem de um poder arbitrário que um civil não tem não dispõe, a não ser que esteja na mesma situação, e foi para isto que os homens que mandam deram a mesma  "emancipação" à mulher que o homem já dispõe.

Mas no caso dos palestinos a coisa ainda é mais grave por que se trata de um povo que está constantemente a ser maltratado e preso na sua própria terra pelos israelitas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:52

Pág. 4/4




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D