Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Segundo notícias uma base da Nato no Afeganistão foi atacada por rebeldes afegãos pela manhã.

O general Petreus novo chefe do Exército americano e da Nato,  no Afeganistão, prevê que os combates nos próximos tempos se intensifiquem.

Aqui em Portugal toda a gente está a espera que os valentes mercenários portugueses que estão prontos a morrer pela pátria entre em combate.

A guerra no Afeganistão só se ganha se Portugal entrar no conflito, ou foram para fazer turismo.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:56

Governo aumenta transportes

por uon, em 30.06.10

Os transportes colectivos na área de gestão do governo de Lisboa e Porto vão ser aumentados a partir de 5ª feira.

Assim o passe ML 30 dias urbano do Metro de Lisboa aumenta 20 cêntimos, passando a custar 18,70 euros, enquanto o passe combinado Carris/Metro de Lisboa Urbano aumenta de 28,10 euros para 28,45 euros.

Estes aumentos decretados pelo governo vão tornar mais difícil a vida dos utentes dos transportes públicos já tão sacrificado com impostos extra, aumentos do IVA, e aumentos zero em alguns sectores de actividade.

Os desempregados e estudantes devia ter um passe mais barato à semelhança do passe de terceira idade, por que  estas camadas estão mais em dificuldades económicas, uns por que não tem trabalho e outros por que tem de sobrecarregar as famílias já muitos sacrificas com impostos e dificuldades económicas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

Confrontos entre moradores e GNR no Monte da Caparica, provocam prisões e feridos.
Segundo a "Antena Um" morador "disse a sua porta foi arrombada e obrigado a deitar-se na sua casa, pela GNR , senão era agredido" lamentava-se.
Após um "festa barulhenta" a GNR foi chamada e os moradores começaram agredir a GNR como se eles fossem uns anjinhos e os bons da fita.
Estas situações estão a ser mais que muitas foi no Bairro Alto na Expo 98; no dia do Portugal-Brasil emigrantes brasileiros foram agredidos pelas forças da "ordem".
Para forças de (in) segurança com estas situações funcionam como um treino para conflitos mais generalizados, mas ganham ódio das populações.

A sua mascara democrática está a cair.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:27

Reunião da Pagan

por uon, em 28.06.10
Contra-cimeira anti-Nato em preparação
A PAGAN é uma plataforma que reúne pessoas e outros movimentos pela criação, apoio e divulgação de acções não-violentas contra o militarismo, a guerra e a NATO.

Vítor Lima, da PAGAN, que falou à Lusa à margem de um encontro, nesta sexta-feira, com o International Coordinating Comitee (da War Resisters Internacional) explicou que esta iniciativa “ainda está a ser pensada e preparada” mas adiantou que vão ser organizadas “sessões públicas de debate e comícios" que contarão com a presença de oradores internacionais.

O objectivo desta iniciativa é discutir a “guerra, a NATO [Organização do Tratado do Atlântico Norte], o Afeganistão, as armas nucleares, o Tratado de Lisboa, o novo conceito da estratégia da NATO e como isso influencia a vida de todos”, explicou Vítor Lima.

Reiner Braun, membro da International Network of Engineers and Scientists for Global Responsability, que também participou no encontro, pretende com esta “contra cimeira” conseguir “mais apoios na Europa do Sul” e “retirar alguns parágrafos da nova estratégia da NATO”.

“Queremos banir as armas nucleares nos países da Europa e mostrar que esta estratégia vai trazer mais guerra e matar mais pessoas”, explicou.

“Portugal está numa grave crise financeira, o meu país [Alemanha] também. E estamos a gastar tanto dinheiro para fins militares quando podemos usar esse dinheiro para fins muito melhores: precisamos de hospitais, de escolas, de postos de trabalho, de ajuda para os pobres. Deixem-nos gastar este dinheiro para fins civis”, disse ainda Reiner Braun.

A cimeira da NATO em Portugal está marcada para Novembro e durante a mesma deverá ser aprovado o novo conceito estratégico da Aliança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:02

Partidos da crise na frente

por uon, em 28.06.10

Segundo sondagem eleitoral o PSD ocupa o primeiro lugar com 37%  o PS em segundo com 34% o PCP/CDU 10% o Bloco e CDS ocupam o terceiro e quarto lugar com 6%.

Com estes resultados o povo português estar a cavar a sua própria sepultura hipotecando o futuro e dando margem de manobra aos partidos que criaram a crise permanente e ainda são brindados com a maioria dos votos.

O PCP a acreditar nas sondagens mantém o score mas sem significado, o Bloco e o CDS também mantêm a mesma votação.

Os partidos são como os interruptores ora para cima ora para baixo, o país está mais injusto, mais pobre para os de sempre e rico também para os mesmos.

Há qualquer coisa que não joga é preciso qualquer coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42

La docente se encuentra de baja y en tratamiento psiquiátrico por depresión desde mayo de 2009

   ALBURQUERQUE (BADAJOZ), 18 Jun. (EUROPA PRESS) -  

   Una profesora de un colegio de la localidad pacense de Alburquerque, María del Carmen Barbado Moncada, ha interpuesto una denuncia en el juzgado contra el director y el jefe de estudios del centro por un presunto "acoso laboral" al que asegura ha sido sometida de un modo "continuado" desde hace tres años y por el que se encuentra de baja.

   En declaraciones a Europa Press, la profesora denunciante explicó que los dos miembros del equipo directivo se han dedicado desde el 2007 a lanzar "rumores que denigran" su imagen profesional, a denegarle permisos, a emitir informes "falsos" sobre ella, además de amenazarla y de "dificultar e incluso impedir" la realización de su tarea con el alumnado.

   "El acoso laboral es un goteo de acciones continuadas" para "aniquilar a la persona", que según apuntó fueron "incrementándose" con el tiempo, por lo que al sentirse cada vez "más hostigada" decidió interponer una denuncia ante el Juzgado de lo Penal número 3 de la Audiencia Provincial de Badajoz, el 22 de diciembre de 2009 por delito "de coacciones y torturas en el ámbito de trabajo", tras poner estos hechos en conocimiento de la administración educativa, que según dice ignoró sus peticiones.

   Entonces, tras las declaraciones de los imputados, el juez decidió sobreseer el caso por falta de pruebas, el cual se ha reabierto tras la interposición de otro recurso por parte de la demandante, quien con la ayuda de su sindicato ha enviado hasta 19 reclamaciones formales a la Consejería de Educación de la Junta de Extremadura, por vía administrativa.

   María del Carmen está afiliada al Sindicato de Oficios Varios de la Confederación Nacional del Trabajo en Badajoz, que según explicó la denunciante, ha tratado de solucionar su caso "por vía dialogante", pero anunció que demandará a los presuntos acosadores "por vía jurídico-laboral", si en el plazo de dos meses la consejera de Educación no responde a los escritos que le han enviado para que tome medidas al respecto.

DE BAJA Y EN TRATAMIENTO.

   Como consecuencia de la situación que está atravesando, esta docente, con 14 años de profesión a sus espaldas, y seis años en este centro educativo se encuentra de baja desde mayo de 2009 por "depresión" y según asegura ha padecido varias "crisis de ansiedad", por lo que en la actualidad está en tratamiento "psiquiátrico".

   "Se me amenazó con que si volvía al centro se me podía abrir un expediente por cualquier cosa, por lo que entré en un proceso de 'psicoterror' al trabajo", aseveró Barbado.

   Según su relato, los dos miembros del equipo directivo comenzaron la actitud de "acoso moral" contra ella en el entorno de trabajo por "defender los derechos de los alumnos". En concreto, María del Carmen criticó la decisión de dirección de retirar el apoyo de la logopeda a uno de sus alumnos con necesidades especiales y también censuró la expulsión "de algunos alumnos" de su centro sin seguir "el procedimiento marcado por Educación", apuntó.

APOYADA POR LAS MADRES DE LOS ALUMNOS.

   Asimismo, aseguró que cuenta con el "apoyo" de "muchas" de las madres de sus alumnos, quienes le han llegado a aportar escritos "testificando que delante de ellas el director" la había acusado de "tener doble cara y ser muy conflictiva".

   Además, dice que sabe de "otros profesores" del mismo centro que están sufriendo situaciones muy duras por defender al alumnado" ante medidas que toma la dirección del colegio, por lo que no descartó que se conozcan más casos como el suyo en el futuro.

   Esta docente, que este mismo año ha conseguido plaza fija en un colegio de la ciudad de Badajoz, y que dice "encontrarse mejor" gracias al tratamiento y a las medidas emprendidas en su defensa pretende que se "haga justicia" y al mismo tiempo "se conozcan" este tipo de situaciones para que "se paren", por el bien de los profesionales de la educación y los alumnos, concluyó.

RESPUESTA DE EDUCACIÓN

   Por su parte, desde la Consejería de Educación de Extremadura informaron de que la Delegación Provincial de Educación una vez conocido el caso mandó una inspección al Colegio Público 'Pedro Márquez', de la localidad pacense de Alburquerque, que elaboró un informe, también contrastado por riesgos laborales, en el que se constató que el comportamiento del equipo directivo era "totalmente correcto".

   Las mismas fuentes indican que el resultado del documento elaborado por los inspectores también se comunicó a la docente y a su sindicato.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06

Jornais

por uon, em 24.06.10

Segundo noticias o jornal "24 horas" vai fechar.

Que bela noticia tirando os trabalhadores.

Ainda bem que essa m... desse jornal vai acabar.
Dantes era só crimes agora e era só cor-de-rosa.
E o Correio da Manhã é outra m... só crimes.
O Diário de Noticias está muito mau é do Socrates.
O Público  tem de melhorar muito senão vai pelo mesmo caminho.
Para quando um jornal ao serviço de quem trabalha e de quem constrói o país e o mundo no dia-a-dia e recebe muito pouco.
Fora com os jornais da reacção

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24

No espaço de dias morreram dois trabalhadores em acidentes de trabalho enquanto trabalhavam um nas obras da IP 2 em tras-os-montes e outro nas minas da Panasqueira.

São mais dois trabalhadores a somarem a outros a morrem pelo mesmo motivo.

É na construção civil e outras profissões afins que exigem melhores condições de trabalho que os acidentes mortais ocorrem

em maior número por que não há uma verdadeira politica contra os acidentes e devia começar por melhores salários e horários mais compatíveis com os trabalhadores.

Mas hoje só se pensa como no sec. XIX, em produtividade, economia, baixos salários, e horários de trabalho maiores por causa da competitividade, mas o grosso do lucro vai para que nada faz e recebe os lucros de todos os trabalhadores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46

No Café Brasileira em pleno Chiado no coração de Lisboa onde passam muitos turistas e trabalhadores da capital e onde toma café Fernando Pessoa passam-se coisas do outro mundo e escravidão assalariada.

Os trabalhadores fazem mais de 40 horas semanais sem retribuição de trabalho extra, subsídio nocturno também não há ou do trabalho prestado em dia de descanso (feriado).

Estas são algumas das queixas que chegaram à autoridade de condições de trabalho (ACT) pelos trabalhadores e os sindicalizados também são perseguidos pela entidade patronal.

Segundo noticias a ACT realizou uma inspecção ao café para verificar a legalidade das situações e esperamos que as mesmas não fiquem no segredo dos deuses e que a entidade patronal seja responsabilizada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:37

Macário Correia Presidente da Câmara de Faro proibiu pura e simplesmente dos trabalhadores da câmara de irem tomar café e ameaçou os trabalhadores com sancões disciplinares.

A pretexto da "produtividade" e dos "abusos" dos trabalhadores que ficam alguns minutos a tomar café e vai daí proibe os cafés aos trabalhadores.

Esta medida é perfeitamente injustificada arbitrária e autoritária e seria melhor que os trabalhadores fossem incentivados com os direitos que estão a ser roubados pelo governo com mais impostos extra e também que o presidente fosse o primeiro a deixar as benesses o carro que muito provavelmente terá e utilizasse os transportes públicos e desse algum do ordenado que bastante razoável à vista dos restantes trabalha

dores da autarquia.

Aos poucos estão a transformar o trabalho como um campo de concentração onde os trabalhadores são feitos escravos e onde o bolo é só consumido por alguns.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21

Pág. 1/4




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D