Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Chavez ameaçou nacionalizar um Banco na Venezuela pelo facto do mesmo ter rejeitado um pedido de crédito a uma cliente.

Chavez em pleno programa televisivo que tem semanalmente na televisão estatal, telefonou ao presidente do banco e disse-lhe

Se o banco não conceder credito a quem precisa, "prepara-se para entregar o banco" em nome do interesse Nacional.

Cá está um homem com tomates que põe em xeque o banco provincial.

Era preciso um homem ou vários homens com tomates em Portugal para pôr na ordem os sr. Ulrich, Salgado e mais que nacionalizasse e os autogestionasse logo de seguida, por que os bancos estão nas mãos de bando de exploradores capitalistas. 

Aperta com eles Oh Chavez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:12

Egipto em ebulição

por uon, em 31.01.11

Depois da Tunísia começou o Egipto em ebulição em protestos contra Mubarak.

Mubarak está no poder à 30 anos é uma democracia aldrabada semelhante à nossa em que o partido de Mubarak se eterniza no poder e é  dono de quase tudo.

Milhares de pessoas estão em protestos à cerca de uma semana, a policia tem carregado sobre os manifestantes e o exército está nas ruas com tanques.

A repressão já fez dezenas de mortos.

Apesar da repressão as pessoas não desarmam e não saiem das ruas.

Mubarak quer a todo o custo ficar já demitiu o governo e empossou outro, mas os protestos continuam em várias cidades de Alexandria e Suez.

Os EUA temendo perder o controlo da situação já dizem a Mubarak para fazer reformas, mas os egípcios querem mudar de sistema que beneficia sempre os mesmos.

Esta revolta acontece por que os jovens não tem emprego as pessoas vivem abaixo do nível de pobreza e miséria é muita.

Esta reivindicações não são estranhas também aqui entre nós (Portugal) ou em qualquer país europeu, só que os portugueses ainda não atingiram um patamar de pobreza que lhes permita revoltar-se contra os Mubaraks cá do burgo.

Resta saber qual será a atitude do exército egipcio porque a polícia está sempre na linha da frente para reprimir e defender o poder instalado e os poderosos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:18

A greve geral em Bilbao

por uon, em 28.01.11

http://www.cnt.es/noticias/piquetes-de-cnt-esta-manana-en-bilbo-y-otras-localidades-vascas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

Carris, nº 201, Amoreiras (C.Essex, c. 1970)

A Carris anda a fazer nos seus autocarros propaganda para que os utentes paguem bilhete do género:"sou cool mas valido verde", "sou desempregado mas valido verde" "sou trabalhador mas valido verde" "sou dorminhoco mas valido" etc.

A Carris diz nos papéis que "senão validou verde está em fraude", fraude repetimos nós, e pode habilitar-se a uma multa que pode ir de 100 a 150 vezes o valor do bilhete, o que é um perfeito roubo e um exagero.

Ora aqui está: uma "fraude" paga-se com um roubo legal aos passageiros que por razões diversas não pagam bilhete, por parte da Carris e das instituições repressivas que lhe estão inerentes.

Entretanto a Carris privatizou a revisão, andam seguranças privados a fazer este trabalho.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:21

Ontem, cerca de 30 pessoas ligadas à causa da Palestina concentraram-se junto da Assembleia da República para protestar contra a vida do ministro dos negócios estrangeiros de Israel Libermam.

O governo de Sócrates recebe um ministro que está fortemente implicado na repressão dos palestinos e no genocidios e roubo do território dos mesmos.

O governo de Sócrates ao receber esta figura do regime israelita está implicado até a ponta dos cabelos e a historia os julgará, já que, os instituições da burguesia europeia não são capazes de resolver.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:02

Portugal fora da CEE

por uon, em 26.01.11

A crise financeira está a tornar-se insustentavel para os países periféricos como é o caso de Portugal.

Portugal foi-se meter na CEE e depois no euro quando não tinha capacidade para o fazer.

Rebentou a crise de 2008 e agora a nova crise financeira e os países mais frágeis é que pagam a factura.

O capital capitaneado pela Alemanha impõe regras cada vez mais rígidas para os os outros países e quem não acompanha o passo fica para trás.

A solidariedade capitalista é muito bonita mas não funciona, ou funciona sempre para o mesmo lado.

É o caso de Portugal está a ficar no poletão de trás e cada está mais endividado até a ponta dos cabelos.

Depois temos um governo de vende pátrias que anda ao sabor da maré.

Portugal deixar a CEE e o euro quanto antes, ontem já era tarde.

Há muitos interesse instalados que ganham isso e instutuições que nada fazem caso do Parlamento europeu e instituições associadas que são uma mina para alguns e desgraça para os outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:05

1949 é o número maldito que o governo e as transportadoras querem despedir trabalhadores em diversas empresas de Lisboa e Porto.

A CP a Carris, STCP, são as empresas visadas para se verem livres dos trabalhadores.

A razão é a de sempre a sustentabilidade das empresas.

Com o constante aumento dos passes e uma gestão eficaz nada disso conduzia a esta situação.

Mas os salários astronómicos da administração destas empresas não são beliscadas.

Este é o caminho mais que certo para entregar a gestão a privados, por certeza eles vão aceitar esta benesse.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55

Comentário (DE)

Se eu fosse patrão também gostava muito desta lei. Assim podia enriquecer mais depressa e colocar mais pessoal na penúria. Podia dar prendas aos políticos por me ajudarem muito a roubar aos outros o suor do seu trabalho. E continuaria a ser um mau patrão, mau gestor do meu negócio, e burro todos os dias, graças às ajudas do meu governo. Se eu fosse patrão votava sempre naqueles que me iriam ajudar a ser mais ganancioso e pisar os trabalhadores. Continuaria a ser um verme sem escrúpulos. Neste país, patrão e ladrão são a mesma pessoa. Solução: ensinar aos patrões a boa gestão dos seus negócios; a aprenderem a viver em sociedade; ensiná-los a estar no mercado global; e a serem uns Homens. Fiquem bem.

 

O governo pretende dar mais uma prenda aos patrões que é em caso de despedimento só pagar até um máximo de 12 meses.

Esta regra só vai ser aplicada aos novos contratos, os velhos trabalhadores ainda vão beneficiar da anterior lei, os novos e que vão arcar com ela.

O governo esqueceu-se de fazer o mesmo com a função pública em matéria de reformas aqui penalizou todos os que estão no activo e os novos trabalhadores.

Pessoas que estão à 20, 30 e 40 anos de trabalho, veem a sua magra reforma ainda ficar magra o que não é justo.

Acho que o governo devia rever esta formula pela menos até ao montante de 1500 euros, os outros ficariam com uma penalização igual aos cortes agora iniciados.

Os trabalhadores não tem culpa de más gestões governativas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:50

Para el próximo sábado 29 de enero, desde CNT Ávila hemos convocado una Concentracíon junto a la céntrica Puerta del Alcázar (El grande) a las 12 de la mañana, para protestar contra la inminente Reforma de las Pensiones y la subida de la edad de jubilación a los 67 años.
No te quedes de brazos cruzados, viendo como venden nuestro futuro al mejor postor y apoya la concentración.
"Un grano no hace granero, pero ayuda al compañer@"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:31

Cavaco andava a brincar

por uon, em 24.01.11

Nas eleições presidênciais de ontem os candidatos receberam os seguintes resultados:

 

Cavaco com 52,9 % é o virtual vencedor por mais 5 longos anos

Cavaco afinal andava a brincar aos presidentes, agora é que vai com começar brilhar, e livre-se sócrates de fazer uma diabrura por Cavaco estará lá em Belém para mete-lo na ordem.

Manuel Alegre recebeu 19,8 % dos votos fez uma campanha muito chata com meio apoio do PS e do Bloco.

Estava confrontado com as medidas negativas de Sócrates e a "rebeldia" do Bloco.

Agora irá para para uma reforma dourada.

Fernando Nobre teve 14,1 % foi a grande supresa da noite com este resultado.

Não era apoiado por qualquer partido fez uma campanha pouco convincente por que não historico nestas andanças, mas mesmo o resultado acabou por ser positivo.

A presidencia espera-o daqui por 5 anos.

Francisco Lopes com 7,1 % teve um resultado dentro da logica eleitoral do PCP.É um partido que está a morrer aos poucos.

José Manuel Coelho tem um resultado estrondoso na Madeira com quase 40 % dos votos e 4,5 %  a nível macional.

Na Madeira o reinado de Jardim está acabar e isto foi o começo.

Defensor de Moura teve um resultado dentro do previsível com 1,6 %.

Teve mais votos em Viana do Castelo com 10 % onde foi presidente de autarquia.

Estas eleições tiveram muitos problemas pessoas que queriam votar e não puderam por causa dos cartões.

Este país parece do chamado 3º mundo e os observadores internacionais ficaram na fronteira porque não os deixaram entrar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:33

Pág. 1/4




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D