Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

França em maré de eleições

23.04.12, uon

As eleições deram a vitória a Hollande membro do PSF com 28 %, ficando Sarkozi o actual presidente em segundo lugar com 27% e em terceiro a filha de Le Pen, Marine com 18% dos votos.

Melochon candidato da esquerda reformista teve cerca de 12%.

A França foi um país ocupado pelo nazis na 2º guerra mundial e sofreu na pele essa mesma ocupação.

Teve de pegar em armas para se libertar através da Resistência que agrupava comunistas, anarquistas e antifascistas, etc.

Agora o povo francês dá 18% à extrema direita de Le Pen e mais 27% ao irritante Sarkozi um jovem rebelde de esquerda na juventude e agora um rebelde fascista.

A extrema direita e sakkozi fizeram uma campanha contra a emigração, como se os emigrantes fossem os culpados dos males que a França atravessa.

São os emigrantes que tem feito a riqueza do país e são eles o alvo da indignação dos fascistas franceses.

Marine Le Pen apressou-se a retirar os emigrantes portugueses do mesmo rol, por que os portugueses são bons emigrantes e são manipulados pela direita e extrema.

Os emigrantes portugueses (nem todos) são submissos, dóceis, e escravos dos patrões e não lutam e estão muito agarrados ao foclore provinciano gostam muito de futebol, e são muito mal vistos por outras camadas da população.

Esperamos que não seja preciso chamar o Staline para combater os nazi-fascistas.

 

 

Tribunal Constitucional eleito directamente

20.04.12, uon

De facto o Tribunal Constitucional é um feudo dos partidos e do Cavaco que votam conforme os ditames dos partidos.

A constituição há muito que está suspensa.

As leis deviam sempre passar pelo tribunal para ver se há alguma lacuna que colida com a lei básica.

Os juízes do Constitucional ou deviam ser eleitos directamente pelo eleitores ou então serem uma secção do STJ como há algum tempo o actual presidente do STJ propôs que o Tribunal Constitucional fosse uma secção do STJ e tem alguma lógica esta ideia.

Pelo menos os juízes que lá estão são mais ou menos independentes e porventura mais credíveis.

 

A Oposição tem de mostrar o que vale

20.04.12, uon

Pela primeira vez, a popularidade de António José Seguro é superior à do primeiro-ministro. PS também sobe nas intenções de voto, ultrapassando a fasquia psicológica dos 30%.

Interessava era que as pessaos que continuam acreditar que as eleições podem mudar alguma coisa de positivo, que não votassem nos mesmos partidos (PS/PSD/CDS) que nos governam desde 1976, para dar margem aos restantes partidos possam mostrar o que valem no governo.

Em quem votar não nos interessa, por que cada um tem a sua ideia e é indiferente desde que seja voto consciente.

Os partidos chegados ao poder esqueceram o que prometeram nas campanhas eleitorais e o que disseram por isso para nós os partidos são parte do problema e nunca da solução.



 

Em Lisboa, 300 pessoas foram solidárias com a Fontinha

20.04.12, uon

Perto de 300 pessoas juntaram-se esta 5ª feira em Lisboa, em solidariedade com o Es.Col.A, no Porto.

A manifestação começou no Rossio, pelas 18h30. Esse pessoal deslocou-se depois para o Largo de Camões, onde às 20h00 estava marcada outra concentração solidária contra o vergonhoso despejo do Espaço Colectivo Autogestionado do Alto da Fontinha.

 

manif em Lisboa solidária com Es.Col.A_18.04.2012manif em Lisboa solidária com Es.Col.A_18.04.2012manif em Lisboa solidária com Es.Col.A_18.04.2012manif em Lisboa solidária com Es.Col.A_18.04.2012

Fontinha despejada pela câmara do Porto

19.04.12, uon

Notíciário em:

 

www.pt.indymedia.org

 

 

Como se esperava a Câmara do Porto despejou hoje a Fontinha.

Centenas de policias estiveram no local e despejaram à força os moradores que se encontravam dentro da Escola.

Há vários feridos e detidos.

A escola da fontinha fazia diversas actividades para moradores na zona incluindo crianças no edificio abandonado pela CMP á cerca de 5 anos.

A escola foi recuperada pelos moradores e foram gastos tempo e dinheiro para que a escola pudesse funcionar.

A Câmara do Porto por vingança mandou despejar aquilo que não fez em 5 anos de abandono.

Mas como os seus ocupantes dizem "uma ideia não pode ser despejada".

 

em baixo uma comunicação das 11.21 horas

 

 

Bom dia, 


A polícia está neste momento a despejar o Es.Col.A. divulguem o mais possível. 
Já há gente presa, e estão a usar choques electrícos e teasers no pessoal!
Apelamos a todos os que estejam perto da Fontinha para apoiar a resistência.
Apelamos a todos os outros para enviar e-mails de protesto para presidente@cm-porto.pt e espalha a notícia pels canais de media.
A Câmara Municipal do Porto, ao não ter cumprido com o acordado, está a tentar matar algo que reabilita a zona do centro do Porto e que tem o apoio da população.
O Es.Col.A não será nunca despejado, porque não se pode despejar uma ideia.
 
 

Protesto em Berlim pela libertação de membros da banda punk feminina em Rússia

18.04.12, uon
[Alemanha] Manifestação de apoio às garotas da banda Pussy Riot em frente à embaixada russa em Berlim 
 

Um grupo de libertárias realizou um “frenético” protesto em frente da Embaixada da Rússia em Berlim, em solidariedade e pela libertação das três integrantes da banda punk feminina Pussy Riot, detidas depois que o grupo ocupou e promoveu uma performance na principal catedral moscovita para entoar uma canção de protesto contra o presidente-eleito Vladimir Putin.

O protesto das garotas do Pussy Riot, também criticando a Igreja Ortodoxa Russa por seu apoio a Putin, durou poucos minutos, causou poucos transtornos e não causou danos ao templo.

As três garotas detidas, Maria Alekhina, Nadezhda Tolokonnikova e Yekaterina Samusevich, podem ser condenadas a até sete anos de prisão por atos de vandalismo.

Na próxima quinta-feira, 19 de abril, terá o início do julgamento das três garotas em Moscou. No mesmo dia está sendo chamado um dia internacional de ação e apoio às garotas do Pussy Riot.

Vídeo da ação em Berlim:

http://www.youtube.com/watch?v=vsQ11MFE5OM&feature=youtu.be

Infos atualizadas sobre o caso Pussy Riot:

http://www.freepussyriot.org/

agência de notícias anarquistas-ana

Por uma reforma única e um salário único

17.04.12, uon

Se mais de 84% dos reformados por velhice a cargo da Segurança Social têm direito a menos de 500€ mensais.

Então, os 15% de reformas tem reformas de leão e são estes que tem levado as reformas à falência justamente ou injustamente.

O problema reside na desigualdade salarial entre trabalhadores, onde todos tem a mesma barriga, mas todos comem diferente.

Enquanto uns com 1500 euros ou mais podem fazer determinadas flores, ir a restaurantes, cinema, andar em centros comerciais, fazer viagens, pôr os filhos no colégio privado, ir a discotecas, ter um carrito, andar nas auto-estradas, pagar portagens nas ccust, beber umas cervejas com marisco, ir ao futebol, os que ganham 500 euros não se podem dar a esses luxos, a não ser se forem um administrador de empresa publica/privado do tipo PT, EDP, REN, Cimpor, Telecel, Continente, Pingo Doce, ou jogadores de futebol do Benfica, Porto ou Sporting aí a conversa já é de luxo.

Enquanto não se resolverem as diferenças salarias seja de Doutores e Engenheiros ou de um simples trabalhador a sobrevivência das empresas ou da segurança social nunca se irá resolver.

 

 

Portugal deve retirar a fragata das águas da guiné

17.04.12, uon
Militares da Guiné-Bissau acusam Portugal de ter criado pânico com envio de fragata.

Portas tem mais olhos que barriga, não perdeu tempo em enviar uma  força naval para as águas da Guiné e provocou o pânico na população que fez a que as pessoas saíssem da cidade.

Esta força mais se parece como invasora e provocadora e Portugal deve retirar o mais rapidamente possível da águas.

O problema é interno e num estado deve interferir noutro estado (a não ser por razões de solidariedade e defesa do povo, mas não é com militares) o que não é o caso.

A força naval portuguesa é para defender os interesses económicos e explorar o povo guineense como fizeram no passado.

Não se sabe quem são os militares que tomaram o poder, mas segundo fontes, uma das razões do golpe foram haver militares angolanos no território que são vistos como invasores.