Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



readmissão despedido em uc3m

por uon, em 05.09.12

 

 

 

Desde la Sección Sindical de CNT en la Universidad Carlos III de Madrid queremos agradecer a las personas que, esta semana, decidieron señalizar los paneles de bienvenida y los muros del flamante nuevo campus de esta universidad en el centro de Madrid, el llamado Campus de Puerta de Toledo ("Puerta para el Emprendedor y la Creatividad"), en solidaridad con el conflicto que tenemos abierto contra el equipo rector de dicha institución.

 

http://www.cnt.es/noticias/madrid-seis-boicot-al-nuevo-campus-de-la-uc3m-en-puerta-de-toledo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:18

http://www.cnt.es/noticias/ja%C3%A9n-represi%C3%B3n-laboral-en-tiempos-de-crisis-el-caso-de-acesur

 

6 de septiembre, a las 21:00, en el Centro Social Autogestionado "Jaén en pie" (C/ Martínez Molina, 39).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39

Festival FDP 2012 (novo local)

por uon, em 04.09.12
Local: 
Polidesportivo da Casa do Povo de Recarei.

Festival FDP 2012

O Festival FDP 2012 vai-se realizar entre 21 e 23 de Setembro, no Polidesportivo da Casa do Povo de Recarei.

 

http://www.pt.indymedia.org/conteudo/agenda/19087

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:35

Cândida lava mais branco

por uon, em 04.09.12

 

A 2 de Setembro de 2012, Procuradora Cândida de Almeida  na Universidade do PSD disse:

 

"O nosso país não é um país corrupto, os nossos políticos não são políticos corruptos, os nossos dirigentes não são dirigentes corruptos. Portugal não é um país corrupto."

 

Cândida pretendeu fazer uma lavagem dos políticos e das políticas que corroen e corrompem este país.

Esta senhora é apontada como futura Procuradora Geral da República (PGR) e pelo andar da carruagem fica muito bem entregue.

Os malandros deste país podem trabalhar à vontade por que nada lhes acontece.

Os pobres como sempre é que vão levar na corneta.

Os casos Freeport, BPN,  operação Furacão são apenas as pontas do iceberg.

Temos de meter os fascistas no Campo Pequeno antes que eles nos metam a nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:59

Dois pesos e duas medidas.

por uon, em 03.09.12

O homem que atirou cerveja a Jardim assumiu que estava embriagado, mas recusou-se a fazer um teste de alcoolemia”, acrescentou a mesma fonte, explicando que o suspeito, residente no Faial, concelho de Santana, poderá vir a ser acusado do crime de injúria agravado.

O arguido, de 42 anos, afirmou que “não tinha intenção de magoar” Alberto João Jardim, mas sim “molhá-lo” por se encontrar “revoltado” com o facto de estar “desempregado e ter um filho na universidade que precisa de sustentar”. Jornal Público

 

Não deixa de ser caricato os políticos que meteram e metem este país na miséria económica e social nenhum tribunal lhes pega por que como diz a D. Cândida na universidade do PSD tem de haver suspeitos para a justiça poder actuar.

Mas pelos os vistos as provas irrefutáveis de que o país bateu no fundo não chegam para levar a tribunal os protagonistas de mais de 35 anos de profundo desgoverno e delapidação de dinheiros públicos.

Os cidadãos não tem direito á indignação e são levados a tribunal quem pisar o risco.

Ora aqui está dois pesos e duas medidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17

BOLETIM ANARCO-SINDICALISTA Nº 41

por uon, em 03.09.12

http://anarco-sindicalista.webs.com/BAS41.pdf

 

Publicação trimestral da Associação Internacional d@s Trabalhador@s Secção
Portuguesa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:29

Segundo cálculos por cada mil euros, o valor da reforma reduz-se, em média, quase 150 euros.

Os trabalhadores andaram a descontar para a segurança social e caixa de aposentações e no fim vêem a reforma cortada.

É evidente que há reformas milionárias como é o caso dos deputados que estão na AR do presidentes de Câmara fazem lá uns anitos e reforma-se com o valor todo.

Enquanto que os trabalhadores tem de amargar com 30 e 40 anos de serviço para levar uma reforma de miséria tanto na segurança social ou na CGA.

As reformas tem de ser todas iguais na SS ou na CGA e ao fim dos 36 anos ou 55 anos de idade máxima como era no antigamente e com um valor igual para ninguém ficar prejudicado.

Quem quiser trabalhar mais anos pode faze-lo mas não recebe mais do isso.

Quantos se reformarem aos 55 anos entra o mesmo número de trabalhadores para os lugares.

O valor tem ser entre os 1000 e os 1500 euros para toda a gente.

Estes valores vão sendo atenuados no prazo de 10 anos até ficar iguais.

Não cabe na cabeça de ninguém haver reformas e salários de miséria e milionários por que todos temos barriga.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53

http://www.youtube.com/watch?v=Zivm1tk-LFU

 

Simplesmente uma vergonha e a GNR não actua.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23

El sábado 1 de septiembre los sindicatos de CNT-AIT de la Región de Murcia, celebramos un día de lucha en solidaridad con dos compañeros, Josemi y Paqui, que sufren represión sindical por su militancia confederal.

Por la mañana en Puerto de Mazarrón y por la tarde en Santiago de la Ribera celebramos sendas manifestaciones, participando en cada una de ellas algo más de medio centenar de compañeros.

 

http://internationalworkersassociation.blogspot.pt/2012/09/cnt-ait-jornada-de-lucha-y-solidaridad.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:53

Pág. 5/5




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D