Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LUTA ENTRE CLASSES

LUTA ENTRE CLASSES

Comunicado dos manif da belaflor

28.06.13, uon

 

http://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2013/06/28/solidariedade-comunicado-de-imprensa-dos-cerca-de-200-manifestantes-detidos-no-bairro-da-bela-flor/

manif

Nós, os manifestantes detidos hoje, 27 de Junho de 2013, no bairro da Bela Flor, saímos em manifestação espontânea a partir de S. Bento, com a polícia constantemente a acompanhar-nos sem nos nos dar qualquer tipo de indicações. Durante todo o percurso, os manifestantes foram pacíficos e não causaram qualquer tipo de danos. Após a passagem pelo Centro Comercial das Amoreiras, quando nos aproximámos do acesso para a Ponte 25 de Abril, pela primeira vez, as autoridades comunicaram connosco para nos indicar que enveredássemos para o acesso à Ponte 25 de Abril. Fomos encorralados por dezenas de membros e carrinhas do corpo de intervenção que esperavam fora de vista, e então dirigidos para o bairro da Bela Flor, sempre rodeados pelo corpo de intervenção. Ficámos detidos na rua desde as 19 horas (passa já das 23 horas e só agora estamos aos poucos a ser libertados), sem acesso a água ou sanitários. Após identificação e revista um a um dos cerca de 200 manifestantes, foram-nos apresentados, documentos para assinar ao mesmo tempo que se dificultava o acesso a advogados. Acabámos por saber que teremos que comparecer todos amanhã, 28 de Junho, às 10 da manha no Campus da Justiça do Parque das Nações. Pedimos a presença e solidariedade de todos para os procedimentos.
Já na anterior Greve Geral aconteceram inúmeras irregularidades nas detenções que foram efectuadas e, mais uma vez, o governo procura formar um escândalo para tentar abafar o impacto da Greve Geral.
Aqui não há criminosos mas há arguidos; no governo não há arguídos, há criminosos.

Os Manifestantes Detidos no Bairro da Bela Flor
Bairro da Bela Flor, 27 de Junho de 2013

manifestantes.da.bela.flor@gmail.com

 

Manifestantes foram detidos pela PSP depois destes os terem dirigido para a Duarte Pacheco.

Foram maltratados pelas autoridades negando acesso a sanitários e de beber.

São acusados de manif ilegal e de não deixar passar o tráfego automovel.

Estas acusações são muitos frágeis, pois elas não constituem crime.

Mais uma vez os defensores dos criminosos do governo fizeram um mau trabalho.

 

 

 

 

25 horas de trabalho semanais para o mesmo chegar a todos.

27.06.13, uon

Marques Guedes lembrou que a greve é um direito previsto na Constituição, tal como o é o direito a trabalhar. "É de trabalhar que o país precisa", defendeu o governante na conferência de imprensa após a habitual reunião semanal do Executivo.

Mas cada dia que passa o trabalho dá origem a desemprego.

Primeiro vem sempre com a cantilena que a greve é um direito legitimo, mas isso ajuda a desmobilizar os potenciais grevistas.

Depois dizem que respeitam mais os que estão a trabalhar e que é preciso é mais trabalho.

Mas o que vimos é que o governo não respeita os grevistas por questões de classe e não respeita os que trabalharam por que são uns parvos e não sabem que o governo os engana e os explora.

O povo, os trabalhadores tanto do público como do privado estãoa ser espremidos pelo o governo com os cortes e com a repressão por si gerada.

Também há quase uma guerra civil entre trabalhadores privados e públicos os primeiros acham que os públicos tem mais regalias laborais e sociais que os privados e é nesta guerra intestina que o governos jogam.

O governo até conseguiu que os seus tradicionais apoiantes (patrões) estejam contra si por mera táctica ou não.

Até esses já viram que com este governo não ganham o que ganhavam, pois o consumo tem vindo a baixar drasticamente.

Precisamos de 25 horas de trabalho para o mesmo chegar a todos.

 

 



 

Pedimos solidariedade ao companheiro Icaro Polleto

26.06.13, uon

http://internationalworkersassociation.blogspot.pt/2013/06/solidariedade-internacional-militante.html

 

Pedimos solidariedade ao companheiro Icaro Polleto que foi apreendido hoje pela policia militar durante a passeata pela melhoria do transporte publico em Araxá.
Segundo testemunhas a passeata seguia pacifica até o momento que a PM chegou agredindo todos os manifestantes e o levando motivo.
Até agora seguimos sem informação do seu estado e permanência nas dependências militares da cidade


SOLIDARIEDADE TOTAL AOS COMPANHEIROS JULIANO E ICARO POLETTO, PRESOS NA CIDADE DE ARAXÁ POR PROTESTAREM .ACUSADOS INJUSTAMENTE PELO ESTADO FASCISTA.

SE TOCA EM UM TOCA EM TODOS,APOIO MUTUO E SOLIDARIEDADE SEM FRONTEIRAS.

SINDIVÁRIOS ARAXÁ FOM/COB/AIT IWA

FOSE/COB/ACAT/AIT

COMUNICADO DA AIT-LISBOA

25.06.13, uon

À luta! Pela vida que nos querem roubar!

As reduções nos salários, os despedimentos massivos, os cortes nos subsídios e pensões, o aumento dos impostos... não são novidade e tendem a agravar-se num sistema capitalista em que uns trabalham e outros mandam trabalhar, em que mais de um milhão e quinhentas mil pessoas estão sem trabalho só em Portugal enquanto os governos injectam milhões nos bancos, uns vivem uma vida inteira de pobreza e outros são milionários...

Não aceitamos estas crises de que tanto nos falam como justificação para tudo, cá e em todo o mundo os pobres sempre viveram em crise; não aceitamos o desemprego, as guerras e a exploração a que somos sujeitos uma vida inteira para que uma pequena parte da população viva rodeada de luxos e mordomias.

Rejeitamos este sistema económico, político e social, não queremos mais ouvir as conversas da treta dos banqueiros, políticos e centrais sindicais; estamos cansados de ser enganados e acreditamos que não precisamos que mandem em nós, que decidam tudo por nós.

Queremos trabalhar mas de forma digna, sem obedecer eternamente a patrões, sem medo de cair na miséria a qualquer instante, aceitando todos os abusos e humilhações para não ficar sem trabalho. Ansiamos por uma vida justa, em que todos sejamos livres e possamos viver em plena igualdade social.

Se para resistirmos é necessário manifestarmos a nossa revolta; paralisar esta economia através de greves gerais e por tempo indeterminado e lutarmos para fazer o maior dano possível aos interesses económicos da elite empresarial e financeira; ocupar as ruas, as empresas, as fábricas, as casas abandonadas, os terrenos por cultivar, as escolas, os hospitais, os transportes públicos; criar cooperativas e assembleias de bairro; organizarmo-nos no trabalho, na escola, em grupos de desempregados, de vizinhos, de amigos, e tomar a vida nas nossas mãos, sendo nós próprios a repartir em igualdade o trabalho e a riqueza, então vamos a isso!!!

Sem líderes nem hierarquias mostremos a nossa revolta contra este sistema que nos transforma em escravos!

Associação Internacional dos Trabalhadores
Secção Portuguesa - Núcleo de Lisboa
20/06/2013

Cabeças que não tem massa cinzenta mas teias de aranha.

24.06.13, uon

Um jardim no antigo Aquaparque, uma feira popular e várias "pequenas intervenções grandes na sua importância" são algumas das propostas apresentadas hoje pelos candidatos à Câmara de Lisboa António Costa e Sá Fernandes para o próximo mandato autárquico.

 

O povo anda na lua e os politicos que governam Lisboa idem aspas o dinheiro que não tem, mas é preciso fazer obra para encher o olho ao povo.

Certamente que uma feira popular não era a coisa mais desejada pelos lisboetas, por que andam de bolsos vazios e o Passos e a camarilha andam a tratar de nós) e quase não ganham para comer.
Também um jardim naquele local também ficará bem por já temos o Monsanto que é um imenso jardim que anda a ser comido aos poucos pelo o betão armado e precisava que alguém zelasse por ele e não tem.
Por isso essas cabeças não tem massa cinzenta mas teias de aranha.

O povo anda na lua.

24.06.13, uon
A razão dos brasileiros contra o gamanço e a corrupção. 

O papel dessa multinacional chamada FIFA´


Que ideia mais idiota que considerar de esquerda o poder brasileiro. O PT  não passa de um partido nacionalista, com pretensões à hegemonia regional, que alia o FIESP, a poderosa federação da indústria paulista (e os seus partidos) e os sindicatos petistas


O povo brasileiro luta e ainda bem. Aqui a troika vai manobrando o seu governo, com uma oposição débil, um movimento social inexistente mas ... muitas festas de santos populares



 

Enquanto eles forem adormecendo o povo com as festas populares católicas pagãs e sardinha assada a cerveja ao preço da morte tão eles bem.

Haja festas para o povo comemorar e para eles explorarem.

O povo anda todo na lua.

 

 

 

 

Militantes da JCP detidos por pintarem mural contra o governo

22.06.13, uon

Onze jovens da JCP foram detidos e alguns algemados numa escola do Porto por pintar um mural alusivo aos dois anos de Governo de Pedro Passos Coelho.

A repressão a que nem o PCP escapa como partido do sistema que é.

A nova lei dos "grafittis" estará a dar já os seus frutos com detenções.

A repressão é mais que muita com o governo a não dar trunfos a oposição parlamentar.

Impunha-se solidariedade aos jovens detidos por parte do Partido, mas isso ficam-se pelas palavras.

Pág. 1/4