Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Guerra na Síria está próxima

27.08.13, uon

PS quer saber o que vai fazer o governo em relação à Síria num texto assinado pelos mosquesteiros Maria de Belém Roseira, Alberto Martins, Paulo Pisco, Basílio Horta, Pedro Silva Pereira, Maria Gabriela Canavilhas e Laurentino Dias.

Como não podia deixar de ser o PS é a favor dum ataque à Siria, foi assim no passado será assim no futuro.

Mas não vale apena fazer pressão sobre o governo que eles também são a favor dos USA.

Se Obama atacar a Síria a pretexto das armas químicas supostamente lançado Assad/rebeldes terá de devolver o premio Nobel da paz recebido em Oslo.

Por que o recebimento deste prémio significa renunciar à guerra.

Assad para os países ocidentais foi ele que mandou usar as armas químicas por que a ideia está a ser feita nos telejornais que são abertos contra o mesmo.

 

Évora1912:trabalhadores contra a república

26.08.13, uon

O «Estado de Sítio» de 1912 às portas da «revolução social»?

«O dia 13 de Março é, pois, uma data que marca
o divórcio da República com o proletariado
»
In jornal Terra Livre, n.º 6, 20 de Março de 1913

 

Plataforma superior da Estação de Comboios do Rossio guardada por uma força militar (Ilustração Portuguesa, 5/2/1912). Repare-se que «essa força militar» vai tratando de meter uma bala na câmara da espingarda de fabrico alemão, a «mauser»…Portanto, pronta a disparar e a matar!
Duas fotos com origem na mesma fonte: grupos de trabalhadores entre alas de tropa armada, em Belém e em direcção à prisão no forte de Monsanto, e na doca do «Bom Sucesso» (Lisboa).
 

Incêndios e incendiários

26.08.13, uon

Chega o verão e tempo de calor é normal que haja incêndios e quem também incêndei as florestas.

Mas todos os anos os casos são recorrentes os supostos incendiários no ano anterior estão nas cadeias.

O certo que eles continuam a surgir, ou há novos incendiários a recorrer a esse expediente, ou estamos perante a onda de calor natural que provoca incêndios.

Mas também não são de excluir que seja obra de madeireiros prontos a receber e madeira queimada ao preço da uva.

Nestas coisas o pobre, o excluído o desempregado o alcoolizado é que paga sempre e é metido na cadeia.

 

Mas há outros incendiários que estão a querer queimar o país por via "legal" e esse incendiários é o governo do PSD/CDS.

Aqui as florestas são os funcionários públicos que estão a ser vítimas do governo com cortes, rescisões, despedimentos encapotados e a ser queimados vivos todos os dias.

Estes incendiários são porventura mais perigosos que os de cima e nenhuma polícia lhes deita a luva.

Por que será?

 

 

3 funcionários para 150 pessoas

23.08.13, uon

 

Pessoas passam um dia por causa de um simples papel.

Há três funcionários no serviço da Segurança Social na Loja do Cidadão das Laranjeiras-Lisboa, para atender uma média de 150 pessoas.

Ainda o governo quer despedir funcionários.

Quem devia ser despedido é este governo!

Estamos à espera do ovo no cu da galinha.

22.08.13, uon

Cascais esperava receber no último ano mais de uma dezena de cruzeiros de luxo e 3.200 visitantes, mas à vila apenas chegaram dois navios, o que "defraudou as expectativas" criadas pelo comércio local e pela própria autarquia.

Pelos vistos a lição continua por estudar, já que, vai nascer em Santa Apolónia um terminal de cruzeiros com mais capacidade e vão gastar uns bons milhões.

Esperam os promotores que os cruzeiros venham carregados de turistas cheios de dinheiro prontinhos a gastar em Lisboa e arredores, mas isso pode não ser assim, tão crível.

Se Portugal se encontra em crise, os outros países da Europa, América, etc também não fogem a regra,  só se forem os angolanos/moçambicanos que venham carregados e venham largar o guitarro aqui em Portugal.

Em suma estamos à espera do ovo no cu da galinha.

 

 

O Estado americano é grande em tudo, mas não são grande coisa.

21.08.13, uon

O soldado norte-americano à entrada para o tribunal Kevin Lamarque/Reuters

 

(Público)

 

 

O soldado Bradley Manning foi condenado a 35 anos de prisão pela maior fuga de informação de sempre nos Estados Unidos. Poderá ter liberdade condicional após cumprir um terço da pena. A acusação pedia 60 anos de prisão, mas arriscava-se a uma pena máxima de 90 anos.

O soldado de 25 anos que passou para o site da Wikileaks perto de um milhão de telegramas diplomáticos norte-americanos e ficheiros do Departamento de Defesa sobre as guerras do Afeganistão e do Iraque será também expulso do Exército.

 

O Estado americano é grande em tudo, mas não são grande coisa.

35 anos de prisão para Manning é uma verdadeiro ultraje, quando deviam liberta-lo e meter na cadeia quem provoca as guerras.

Um país que já fez as maiores atrocidades possíveis e imaginarias, contra os povos  do Vietname, Camboja, Coreia, Afeganistão Iraque e já lançou pelo menos duas bombas atómicas sobre o Japão e golpes de estado fascistas em diversos países da Europa arma-se em paladino da liberdade e mete na cadeia quem denuncia a as suas atrocidades com é o soldado Manning.

 

 

A balança de pagamentos portuguesa

20.08.13, uon

As melhorias na balança de serviços - que refletem as mudanças no perfil produtivo do país - bem como o maior fluxo de fundos comunitários entrados, tudo se escoa, na realidade, para o exterior, como rendimentos do capital; os capitalistas servem-se dos trabalhadores para acumularem lucros que, de imediato, remetem para o exterior, não investindo em Portugal. O capitalismo como drama é sempre maior nos países periféricos e subalternos onde a democracia se vai também ausentando.

 

Sumário

 

Conclusões e síntese

A – As necessidades ou capacidades de financiamento externo

B – Os saldos mais globals da balança de pagamentos

B. 1  – Balança corrente

B.1.1 – Balança de mercadorias

B.1.2 – Balança de serviços

B.1.2.1 – Transportes

B.1.2.2 – Viagens e turismo

B.1.2.3  – Outros segmentos

B.1.3 – Balança de rendimentos

B.1.4 – Balança de transferências

 

B.2 – Balança de capitais



Em uma das seguintes ligações:


As FARC apanham soldado norte-americano na Colômbia

20.08.13, uon

COMUNICADO

El Secretariado del Estado Mayor Central de las FARC-EP Informa a la opinión pública nacional e internacional, que a la vez que el Presidente Santos rechaza de manera incomprensible la presencia de la senadora Piedad Córdoba en la misión humanitaria que debe recoger al soldado norteamericano Kevin Scott, incrementa los operativos militares en todo el departamento del Guaviare, buscando su rescate por la vía militar, actitud inhumana e irresponsable que pone en riesgo la vida del prisionero.

De parte nuestra reiteramos la decisión de entregar al prisionero a una comisión que nos brinde confianza y llamamos al gobierno a la cordura, para evitar un desenlace lamentable como ya ha ocurrido en ocasiones anteriores.

Las trabas y los mezquinos argumentos no se corresponden con lo que es un claro gesto humanitario.

Montañas de Colombia, 5 de agosto de 2013.

Secretariado del Estado Mayor de las FARC-EP.

 

retirado de

 

http://cedema.org/ver.php?id=5785

 

Há soldados made in USA a combater a guerrilha na Colómbia