Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Porque é que nós, não podemos confiar no Estado?

25.10.13, uon

Diz o SOL  que As redes sociais mais populares - Facebook, Twitter, Google+ - permitem aos utilizadores partilhar a informação sobre a sua localização e o estão a fazer em determinado momento. Mas a grande popularidade destes serviços não passou despercebida aos cibercriminosos, pois não.

Mas nós devemos não devemos ter só "medo" dos criminosos por que esses até os podemos controlar.

Mas o nosso maior medo a sério deve ser do Estado e dos seus serviços policiais e de segurança.

É o Estado que nos tira o emprego, que corta nos salários, que nos tira os abonos dos filhos, as casas, que nos mete na cadeia, ou tira, que nos reprime, que nos fiscaliza, que nos impõe, etc como é que nós podemos confiar no Estado.

Artigo da FORA AIT sobre a recente crise estatal americana

25.10.13, uon

 

Las crisis las engendra el capitalismo y sigue lanzado trabajadores al abismo

La situación imperante en Estados Unidos de Norteamérica con la no aprobación del presupuesto estatal, significa que 800.000 trabajadoras y trabajadores sean obligados a la licencia sin percepción de sus salarios. Este acontecimiento es consecuencia de las disputas entre el oficialista partido Demócrata y el opositor circunstancial, el partido Republicano. La decisión parlamentaria mantendrá en sus puestos y con la paga asegurada a militares de las tres fuerzas armadas y carceleros. El estado Federal asegura que el aparto represivo se conserva intacto y pronto y presto para su accionar.

La principal potencia capitalista de Occidente posee una colosal cifra de desempleados, más de cuarenta millones.

Desde nuestra organización, la Federación Obrera Regional Argentina (F.O.R.A.), hemos señalado en repetidas oportunidades que si ya la situación de trabajadores asalariados implica el sometimiento al yugo del capital, por la obligación de vender la fuerza de trabajo a cambio del salario que permite obtener los medios de subsistencia cotidiana, el desempleo es también perverso pues lanza a los trabajadores y trabajadoras al abismo de la incertidumbre.

Los proletarios y proletarias de la Región argentina expresamos nuestra solidaridad con las víctimas de capital en toda latitud, en este caso con quienes lo padecen en EE UU.

Sólo la organización solidaria de los explotados y oprimidos, sin mediación de dirigentes y burócratas podrá acabar con el oprobio de la explotación y dominación del sistema del capital-mercancía.

FEDERACIÓN OBRERA REGIONAL ARGENTINA – ADHERIDA A LA AIT

Merkel espiada pela América

24.10.13, uon

A chanceler alemã afirmou hoje, à chegada a Bruxelas, que é necessário que haja "confiança entre parceiros".

Um recado para os Estados Unidos, depois das suspeitas de que o seu telemóvel foi espiado pela administração norte-americana.

Pois é os states nem nos amigos confiam que são tão sacanas como eles, o que fará com os inimigos.

Também não se percebe por que é os Estados espiam os seus cidadãos, será que tem medo do seus proprio povo.

Os Estados tem uma medo doentio contra os seus cidadãos.

Até os governantes desses paises são espiados o que significa que o poder dos partidos é infimo e também são apanhados pelo poder das polícias, e são eles, que na realidade governam, apesar dos governos também lançarem austeridade sobre eles.

CGT tem novo secretário geral

24.10.13, uon

Capturar

Foi eleito o novo Secretariado Permanente da Confederação Geral do Trabalho no XVII Congresso Confederal realizado na Corunha.

O trabalhador do sector ferroviário  José Manuel Muñoz Poliz, de 51 anos, foi eleito Secretário Geral da CGT no último dia do XVII Congresso Confederal que acabou hoje (20/10/2013) em Paraninfo da Universidade da Corunha.

Filiado neste sindicato desde 1986, foi Secretário de Acção Sindical da CGT confederal de 2001 a 2005 e Secretário de Organização de 2005 a 2008.

 

O homem esteve sempre nos órgãos directivos da CGT o que quer dizer que durante este período não trabalhou na empresa.

Suspeitávamos que a CGT tinha burocratas indicais, agora temos a certeza.

Temos um dedinho que nos indica que foi um ex.CNT que imigrou para o reformismo indical.

 

http://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2013/10/21/espanha-jose-manuel-munoz-poliz-e-o-novo-secretario-geral-da-cgt/

 

Escalada contra a idade de reforma

23.10.13, uon

Mais uma vez o governo alterou a idade da reforma aumenta dos 65 para os 66 anos.

Oxala o Tribunal Constitucional dê o negas a este arrivismo do governo que constatemente está alterar a idade de reforma prejudicando os trabalhadores mais velhos e no futuro os novos.

Não poderá ser constitucional e se for só o poderá ser uma vez, senão estamos perante uma escalada e que não faz qualquer sentido.

A Liga do Norte

23.10.13, uon

Rui Moreira propõe "a criação de uma Liga de Cidades que vá do Porto a Bragança, passando, entre outras, por Viana do Castelo, por Braga, e Guimarães, por Chaves e Vila Real, num traço contínuo" que una o Norte.

Ainda agora entrou já está a reivindicar (mais dinheiro) para o Norte e parece que temos uma coisa semelhante a Liga do Norte italiana.

O norte até está bem servido de auto-estradas, (onde não passa ninguém por que são caras) mas se calhar no interior dos concelhos as estradas não são alcatroadas, estão em mau estado e falta serviços de saúde, escolas e trabalho para as trabalhadores desses concelhos. não sairem do local onde vivem.

As autarquias fizeram o que era preciso e o que não era e o resultado está a vista de todos, temos um país endividado até as pontas dos cabelos.

As populações é que sabem o que precisam e o que não precisam e são elas é que deviam pôr e dispor e não um senhor engravatado que ninguém conhece de lado nenhum que se dá pelo nome de presidente de câmara dum concelho qualquer.

Investimento estrangeiro em Portugal:entre o mito e a ficção

22.10.13, uon

Sumário

 

       Introdução

1 – A posição do IDE na União Europeia

1.1 - O papel do IDE proveniente de off-shores

2 – A posição do IDE em Portugal

2.1 - Perfil sectorial do IDE em Portugal

 

Em qualquer destas ligações
 
Na verdade o investimento estrangeiro não deverá ser tão significativo.
As empresas estrangeiras são na sua maioria bancos, seguros, telefones, etc.
Estas empresas ao investirem em Portugal usufruem de benesses fiscais e querem que as leis laborais sejam ao seu gosto.
Cavaco no Panamá falou nisso mesmo.
Estas empresas querem explorar os trabalhadores e ter bons lucros e pagar poucos impostos.
Com empresas tipo glutões não devem ser bem vindas, pois nós já cá temos muitas empresas lusas que querem também pagar ao preço da uva.
 

Escutas clandestinas e/ou oficiais?

21.10.13, uon

Buscas à sede dos socialistas no Largo do Rato não detectaram “quaisquer indícios de actividade de vigilância electrónica clandestina”.

escutas clandestinas não, mas oficiais talvez.

Aqui o signatário tem sentido os telemóveis com voz em clarão e até na radio Antena Um ouve-se telemóveis a tocar, vozes por cima da rádio uma coisa estranha.

Se isto não está em escuta então o que é.

O Estado é tão grande e está com medo de quê.

Está com medo de deixar de ser Estado