Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Este governo merece uma estátua

por uon, em 29.11.13

Quem faz 65 anos até ao final deste ano ainda escapa às alterações, mas o ministro Mota Soares confirmou no Parlamento que no próximo ano a idade sobe para os 66, embora a “troika” quisesse já um aumento para os 67.

 

O governo até foi muito "bonzinho" e menos "papista" que o papa para os trabalhadores do que a troika.

Os trabalhadores até podem levantar um estátua a este governo pelo esforço e dedicação e como tem trabalhado em nosso prol.

Continuem assim que vão longe.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25

Ucranianos tem se manifestado no país e no estrangeiro a favor da assinatura do acordo de associação entre a União Europeia.

Mas os ucranianos nem sabem onde se vão meter.

Por muitos problemas políticos económicos e sociais que a Ucrânia tenha é um risco meterem-se na CEE.

A CEE está cheia de problemas económicos sociais e políticos e até em risco de novas ditaduras fascistas como na Hungria.

Por isso não será boa ideia junta-se a CEE conforme ela está organizada.

Aqui em Portugal não é novidade para ninguém que existe crise para os de sempre, os trabalhadores.

Mas existe também uma crise luxuosa para os ricos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:58

620 é o número de trabalhadores que o governo quer despedir nos Estaleiros Navais da Viana do Castelo.

O governo vendeu a empresa à Martifel um grupo empresarial português, mas os trabalhadores não fazem parte da venda.

O governo tem 30 milhões para indemnizações.

A Martifel só precisa de 400 trabalhadores e não se sabe se os actuais operários vão para a nova empresa.

A CT vai falar com o Ministro da Defesa hoje.

A CT apelou à revolta dos cidadãos de Viana e de Portugal contra este crime contra os trabalhadores.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10

Bandeiras em Portugal

por uon, em 27.11.13

Bruno de Carvalho sugeriu uma alteração à bandeira nacional Bruno Castanheira

 

Artigo 332.º - Ultraje de símbolos nacionais e regionais 1 - Quem publicamente, por palavras, gestos ou divulgação de escrito, ou por outro meio de comunicação com o público, ultrajar a República, a Bandeira ou o Hino Nacionais, as armas ou emblemas da soberania portuguesa, ou faltar ao respeito que lhes é devido, é punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 240 dias. 2 - Se os factos descritos no número anterior forem praticados contra as Regiões Autónomas, as Bandeiras ou Hinos Regionais, ou os emblemas da respectiva autonomia, o agente é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias."

 

Os partidos que nos tem governado tem feito o pior a Portugal e não são chamados a razão.

Por que razão é que uma bandeira é tão importante para um país, se temos um país falido e nenhuma autoridade civil ou militar se importa com isso e nem pede contas a quem cometeu esse ultrage.

 

 

Esta bandeira pelo menos não está falida e é bem mais bonita.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

libertad-mario

 

http://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2013/11/26/mexico-comunicado-de-mario-gonzalez-em-47-dias-de-greve-de-fome/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

READMISIÓN COMPAÑERO DESPEDIDO

 

http://www.cnt.es/noticias/nuevo-piquete-en-ohl-contra-el-despido-del-compa%C3%B1ero-limpieza-viaria-0

 

 

Otros cargos de la empresa se pasaron por la concentración y se dedicaron a hacernos fotos.

Que no se confunda OHL, no vamos a abandonar a nuestro compañero, no cejaremos en nuestra lucha hasta que no se readmita.Estos piquetes nos dan aún más fuerza para seguir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22

O Tribunal lembra que a Constituição não proíbe, em absoluto e de forma autónoma, os cortes nos salários. Mas avisa que são precisas boas razões. Os juízes do Tribunal Constitucional explicam, ponto por ponto, por que razão consideram constitucional o aumento do horário de trabalho na função pública para 40 horas. Alguns dos argumentos dão pistas para a avaliação que será feita ao corte dos salários e das pensões.

 

Em relação ao tribunal tem aprovado as 40 horas por razões de "interesse nacional" isso é vago e não significa nada.

Até porque as 40 horas até é contra o interesse nacional, não resolve problema algum:

As 40 horas só vai significar mais desemprego de jovens no país;

Os trabalhadores vão mais ficar horas fechados no local de trabalho;

Menos horas dedicadas à família;

Mais gastos do Estado em produtos de higiene, água, luz,  telefone, etc. etc.

Nem os utentes serão melhor atendidos nas suas pretensões.

É uma medida repressiva.

 

Portanto o TC não decidiu bem as coisas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

Cortes só no bolso do Mexia

por uon, em 26.11.13
 


BAIRROS SOCIAIS DO PORTO (Lagarteiro e Contumil) ALVOS DE CORTES MASSIVOS DE CORRENTE PELA EDP 


PARA GAIA PREPARAM-SE MAIS 500




Apesar das situações de desemprego, extrema carência e pobreza que se vive nestes bairros sociais do Porto oriental, a EDP, prevendo 1000 cortes de luz só no Porto, resolveu “atacar” no passado dia 2 com a polícia e uma brigada técnica com vista a pôr fim às “situações fraudulentas” de aquisição de electricidade pelos moradores, que impossibilitados de pagar as contas exorbitantes impostos pelo Sr.Mexia + os 23% de IVA impostos pelo governo, recorrem a “puxadas” e à sabotagem dos contadores…

Muitos moradores simplesmente não abrem as portas e outros, voltam a estabelecer as ligações “ilegais”… porque o Inverno aproxima-se e é certo e sabido que alguns incêndios mortais verificados nos últimos anos na Zona Histórica do Porto, por exemplo, foram o resultado dos cortes de energia e retirada de contadores  da  EDP, obrigando  várias  famílias de desempregados a aqueçer-se e alumiar-se com braseiros e velas.


Cada caso NÃO é um caso – TODOS ELES é que são só um e o mesmo! NÃO NOS DEIXEMOS DIVIDIR!


RESISTÊNCIA   E  SOLIDARIEDADE   POPULAR CONTRA OS CORTES DA LUZ!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19

A velha sina já gasta

por uon, em 26.11.13

Os "capitães de Abril" Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho reiteraram na segunda-feira à noite os alertas para o perigo de violência na actual situação político-económica em Portugal, após uma conferência de quase quatro horas sobre o 25 de Novembro, em Lisboa.

A violência não vem ai a violência já está instalada e parte sempre do mais forte a muito tempo por parte do Estado e do governo e das suaS medidas reaccionárias e das respectivas forças repressivas:policias, tribunais, fisco,  etc.

A violência tem-se vindo acumular e hoje chegamos quase ao cume da montanha e continua a subir de ton.

Poderá começar a surgir outra violência de pessoas e/ou organizações para combater a violência estatal o que é legitimo.

É claro que se surgir violência para combater a violência do Estado o Estado tem mecanismos já um tanto ou quanto absuletos ao qual apelida de "terroristas" para legitimar ainda mais violência.

Mas isso é a velha sina já gasta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:31

Vasculhando no site donovo protopartido de Rui Tavares ex.libertário/anarquista só denota que é mais um partido que vai nascer.

Este partido é mais um formação para se aliar ao Bloco de Esquerda ou ao PS  (PCP está de fora por que é que é demasiado fundamentalista/reformista) que nunca foi o que devia ser e por isso algumas personalidades querem fazer um partido de esquerda que jamais foi fundado.

Mas, não encontramos uma única linha de apoio à classe trabalhadora explorada e ofendida pelos partidos actuais que se encontram no governo ou na oposição que garantem defender os trabalhadores, mas na hora H, falham.

Falam de universalismo, igualdade, solidariedade, ecologia, socialismo e europeísmo tudo palavras bonitas mas isso leva-as o vento.

A classe trabalhadora são cerca de 5 milhões de pessoas que labutam todos os dias para ganhar o pão e a liberdade e nada recebem em troca a não ser despedimentos, precariedade, cortes, exploração, repressão económica social e politica  e é neste dilema que encontram.

Por isso nada há esperar destes  novos "velhos do Restelo".

alternativas anarquista/anarco-sindicalista verdadeiramentete livre que é aquilo que próprio R.T. abandonou e de sempre a estas alternativas.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:21

Pág. 1/6




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D