Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O PNR partido de extrema-direita mais uma vez subiu de votação conforme regista o quadro.

Deve-se a facto de haver grande descontentamento com os partidos tradicionais que só tem roubado e explorado o povo.

O PNR apresenta-se como um "salvador" e tem colhido frutos com a campanha contra a imigração a criminalidade e agora os refugiados e pelo e seu nacionalismo bacoco e as más governações do PS/PSD/CDS.

Muitos dos seus votantes estão nas forças de segurança PSP/GNR/GP, etc.

Mas este partido no governo seria igual ou pior em matéria de corrupção e repressão política económica e social para os trabalhadores e imigrantes.

Trabalhador explorado e ofendido pelo estado e pelo patrão o nacionalismo de extrema-direita de direita ou esquerda é uma profunda ilusão.

Se hoje trabalhas muito e recebes pouco, só tem um caminho a LUTA para te libertares do jugo fascista, nacionalista, democrata e comunista e por uma sociedade anarquista.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37

Por cada voto, os partidos recebem 2,84 euros de subvenção anual, que é paga pela Assembleia da República proveniente dos imposto s cobrados aos contribuintes.

Os partidos com mais de 50 mil votos vão receber uma subvenção de 170 mil euros/ano para gastos.

Os partidos com representação parlamentar vão receber por cada deputado eleito X euros de subvenção anual.

Por isso é que os partidos se esfolam nas campanhas eleitorais para levar os eleitores a votar e não querem abstenção por que isso não lhes dá dinheiro para o seu negócio.

Nas próximas eleições caro eleitor vá votar que eles agradecem com medidas anti-sociais, laborais e repressivas.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58

Cenários para um governo

por uon, em 05.10.15

Coligação Portugal prá trás ganha novamente depois de quatro anos de ditadura austeritária e repressiva embora sem maioria e vai tentar governar com o apoio do PS no governo ou fora dele, viabilizando o programa do governo e o orçamento negociado.

Este cenário é provável mas pouco duradouro.

Cavaco tem o mandato a prazo e vai ser pouco provável que tenhamos um governo diferente do actual.

A esquerda pode ter condições também para governar desde que os três partidos PS/PCP/BE se unam, embora este cenário seja pouco provável por que  o PS e restantes partidos estão muito distantes entre si.

Sabemos como são os governos de direita PS/PSD/CDS, mas não sabemos como são os governos da esquerda PS/PCP/BE em Portugal.

Pode ser melhor, pode ser pior é a grande incógnita.

Portanto o mais provável é que vamos ter eleições a breve trecho.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/o-moralista/morreu-o-cartoonista-jose-vilhena

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

PNR promoveu acção de sensibilização contra a invasão islâmica

O PNR realizou mais uma acção de campanha nojenta nas ruas de Lisboa, em que diversas mulheres vestiam de burca.

O PNR dantes explorava a criminalidade agora mudou de ramo e virou-se para os refugiados como sendo os responsáveis pelo caos económico  e social como forma de caçar votos ás pessoas menos informadas e sensibilizadas.

As burcas não são nada funcionais e como é evidente  não concordamos com as burcas, mas também não podemos impedir que as mulheres que as queiram vestir as vistam, desde que não sejam obrigadas a isso, pelos maridos, namorados, ou pelo estado catolibam português.

Como também não concordamos que os padres católicos usem aquelas vestes nada funcionais, mas pronto temos de gramar.

Cada um escolhe a roupa que quer vestir desde que se sinta bem e seja feliz.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:54

O abstencionistas são muitas vezes confrontados por votantes que eles são responsáveis pela manutenção dos actuais ou anteriores governantes.

NÃO o abstencionista activo ou passivo não é responsável por qualquer tipo de governação de direita ou esquerda, mas sim quem vai aquele acto solitário que é votar num partido e que depois anda-se a lamentar durante quatro anos devido as más governações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

Quarta-feira foram distribuídos cerca de 50 folhetos reivindicativos na estação de metro da Pontinha, abrindo-se assim uma nova frente na zona norte de Lisboa que abrange a Pontinha e outras localidades limítrofes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23

GNR vota passos

por uon, em 01.10.15

 Os guardas da GNR vão concentrar-se no Largo de Camões amanhã à tarde, e ao lado, no Chiado, Passos Coelho irá passar em campanha.

Na volta na volta os gnr(s) andam a protestar e depois votam todos no Passos.

Ainda por cima são sectários só querem para eles.

Quem não os conhecer que os compre.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:37

Pág. 5/5




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D