Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Ministérios vistos à lupa

25.11.15, uon
Em relação à lista de ministros

Há ministros que já são repetentes em anteriores governos do PS: Capoulas Santos, António Costa, Santos Silva, Paula Vitorino, Pedro Marques, Vieira da Silva e deixaram um rasto negativo.

As pessoas tem capacidade de regeneração a ver vamos.

Em relação aos outros são uma verdadeira incógnita.

Os ministérios fundamentais são a educação, saúde, trabalho, agricultura, obras públicas, função publica (finanças) Comércio industria (economia).

Se este ministérios não funcionarem contra os trabalhadores do privado agricultores pobres, trabalhadores do estado, estudantes e professores e doentes e reformados temos homens.

ministérios assim, assim; justiça cultura.

A cultura está feita, cada um tem de se cultivar a si próprio.

A justiça não pode ser uma para ricos outra para pobres.

Os menos fundamentais; defesa, interior.

Defesa e interior :saída da Nato é fundamental e menos repressão policial.

Sabe-se que Azeredo Lopes foi bom comentador do canal 2.

João Soares na cultura é um trampolim para voos mais altos: ou um futuro Primeiro-Ministro ou Belém.

Ocidentais atacam poços de petróleo controlados pelo EI

24.11.15, uon

Toda a gente sabe que o EI/Alqaeda é um produto americano fabricado nos states e exportando para todo o mundo, em que a CEE/Europa também não tem as mãos limpas.
Depois de produzirem o monstro tentam acabar com ele, mas ele já produziu vários monstros por vários países.
Isto como um filho que atinge a maioridade (18 anos) e depois manda os país à mãe e segue o seu caminho.
Foi o que sucedeu com o estado islâmico.
O monstro também tem a mesma técnica a exportação/importação mais as células locais fabricados nos países europeus com nativos e/ou filhos de emigrantes árabes discriminados pelas sociedades atingidos pelo desemprego.
As guerras são sempre um excelente negócio de armas produzidas exportadas e geram muitos milhões a quem as fabricam
Agora ao atacarem poços de petróleo e os camiões cisterna estão a provocar um atentado ambiental, será que os atacantes já pensaram nisso.

CAVACO PEDE CLARIFICAÇÃO A COSTA

23.11.15, uon

Cavaco encontrou-se com Costa e pediu-lhe clarificação nos seguintes pontos:

 

a) aprovação de moções de confiança;

b) aprovação dos Orçamentos do Estado, em particular o Orçamento para 2016;

c) cumprimento das regras de disciplina orçamental aplicadas a todos os países da Zona Euro e subscritas pelo Estado Português, nomeadamente as que resultam do Pacto de Estabilidade e Crescimento, do Tratado Orçamental, do Mecanismo Europeu de Estabilidade e da participação de Portugal na União Económica e Monetária e na União Bancária;

d) respeito pelos compromissos internacionais de Portugal no âmbito das organizações de defesa coletiva;

e) papel do Conselho Permanente de Concertação Social, dada a relevância do seu contributo para a coesão social e o desenvolvimento do País;

f) estabilidade do sistema financeiro, dado o seu papel fulcral no financiamento da economia portuguesa.

 

CLARIFICAÇÃO

 

PONTO A) E B: MAIS UMA RAZÃO PARA O PCP E BLOCO IREM PARA O GOVERNO
PONTO C) ESTES TRATADOS TEM DE SER RENEGOCIADOS
PONTO D) CEE/NATO/EURO NO MÍNIMO TEM DE SER REFERENDADOS PELO POVO POR QUE NUNCA PEDIU NINGUÉM PERMISSÃO AO POVO PARA ENTRAR NESTAS ORGANIZAÇÕES FINANCEIRAS ECONÓMICAS E BELICISTAS.
PONTO E) ESTE CONSELHO NÃO CONCERTA DESCONCERTA E NÃO É SERIO.
PONTO F) O SISTEMA BANCÁRIO TEM DE SER ALTERADO DE ALTO ABAIXO EM VEZ DE TER UM CARÁCTER EXPLORADOR TEM DE TER UM CARÁCTER SOLIDÁRIO AUTOGESTIONÁRIO E APOIO MÚTUO

Aumentar a idade de reforma foi uma das medidas mais reaccionárias que o governo de Sócrates começou e Passos continuou

23.11.15, uon

Aumentar a idade de reforma foi uma das medidas mais reaccionárias que o governo de Sócrates começou e Passos continuou por que enquanto ainda não terminou.

Esta medida foi para a frente com o pretexto da crise.

Resultado continuamos em crise.

Afinal estas medidas nada resolveram pelo contrário acentuaram a crise.
Não faz qualquer sentido um trabalhador do estado/privado ter de trabalhar até tão tarde e arrastar-se no serviço até aos 65 anos de serviços se não quiser levar uma reforma de miséria e estarem cá fora pessoas jovens a espera de trabalhar ou terem de emigrar por que não tem onde trabalhar.

Isto chama-se fundamentalismo politico da direita.
Espero que um hipotético governo de Costa/PCP/BE/VERDES reexamine esta situação e mude a lei para 40 anos de serviço ou 55/60 de idade para reforma.

Solidariedade com a Casa Okupada de Setúbal Autogestionada

23.11.15, uon

Solidariedade com a Casa Okupada de Setúbal Autogestionada

 

Retirado de: https://cosa2015blog.wordpress.com

3º Comunicado

"Aproxima-se a data de entrega da contestação ao processo de despejo da C.O.S.A.

Já escolhemos o advogado que nos defenderá  e traçamos um esboço da nossa estratégia legal. Continua em aberto a possibilidade de utilizarmos diversas ferramentas  na resistência e defesa da nossa ocupação.

Relativamente à recolha de fundos, recebemos várias contribuições (cerca de 1200€) o que supera o valor que precisávamos para o arranque da defesa legal.  No entanto, sabemos já que o processo terá vários outros custos e por isso todas as contribuições são muito bem-vindas.

Em Lisboa, no dia 21 de Novembro na DisGraça e no dia 3 de Dezembro na R.D.A. haverá  jantar de apoio à C.O.S.A.

Ao longo deste mês chegaram inúmeras mensagens de apoio e solidariedade, vindas um pouco de todo o mundo. Elas tanto nos emocionaram como revelaram o impacto que teve a COSA e a sua história, bem como os laços que se criaram durante estes anos.

Um pouco por todo Portugal, os benefits do Centro de Cultura Libertária em Almada e os da  DisGraça.
Da Grécia, palavras fortes de apoio e uma faixa solidária no Politécnico de Atenas.

De Berna, Suiça, de onde a Solidariedade nos chegou com o sabor delicioso de noites  de crepes.

De Kharkov, Ucrânia, mesmo com a guerra ali ao lado realizou-se uma concentração de apoio em frente da embaixada Portuguesa.

Do Uruguai de onde nos chega uma carta de amor à Resistência e guerra ao estado e ao capital.
Da Holanda, Espanha, França, Itália…

Sentimos o vosso calor compas,  sabemos que esta é mais uma luta em que caminhamos juntos."

16 de Novembro de 2015

 

AIT-SP Núcleo de Lisboa

 

(VIDEO) O FUNERAL DE DURRUTI , COM LEGENDAS EM PORTUGUÊS

21.11.15, uon

Nos 79 anos da morte de Durruti legendámos para português esta reportagem muito rara produzida pelo Sindicato Único dos Espectáculos Públicos, da CNT, sobre o seu funeral que juntou centenas de milhares de pessoas em Barcelona.

https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2015/11/21/video-o-funeral-de-durruti-com-legendas-em-portugues/

Embaixador EUA em Portugal mostra a sua raça

20.11.15, uon

Na entrevista que deu à Renascença, Robert Sherman embaixador dos EUA disse-se “preocupado” com as alianças do PS. “Mostra-me quem são os teus amigos, dir-te-ei quem és.

Estas declarações mostra quanto os EUA tem força e poder para mandarem bocas destas às forças politicas de esquerda, por que à direita nada dizem.

Ainda o governo do PS coadjuvado com a política social-democrata do PCP e do BE entrou em funções e estes senhores já estão em pânico.

Para eles esta aliança PS/PCP/BE é contra-natura com a politica expansionista made in USA no mundo só falta fazerem um golpe de estado como fizeram no Chile para isto voltar ao normal.

Fará se houvesse uma revolução social anarquista em Portugal, para eles era o fim do mundo.

 

 

Nós vivemos no país de Abril ou de Novembro?

20.11.15, uon

PS, PCP, BE e PEV não compareceram na reunião do grupo de trabalho proposto pelo presidente da Assembleia da República para discutir uma evocação proposta pelo PSD e CDS para evocação do 25 de Novembro de 1975.

A esquerda fez mal em não ir a reunião por que nós vivemos no país do 25 de Novembro e não no país do 25 de Abril.

O 25 de Abril de 1974 acabou no dia 25 de Novembro de 1975 a que nos conduziu a este Portugal à exploração, precariedade corrupção, repressão, ao fim da reforma agrária, empresas industriais e desigualdade social, pobreza, etc e a um país que em que os capitalistas são donos e senhores deste quadradinho.

A sessão do 25 de Abril na AR devia ser comemorada em 25 de Novembro e à confusão instalada pela direita e pelo inquilino do palácio de Belém que devia ser posto na rua por que nem renda paga.