Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Mexia da EDP pode vir a ganhar até 2,5 milhões de euros

21.03.16, uon

António Mexia, presidente do conselho de administração da EDP, pode vir a ganhar 2,5 milhões de euros este ano e no próximo.

O problema não é Mexia ganhar 2,5 milhões de euros.

O problema é de decência e bom senso.

Quanto ganham os trabalhadores mais baixos da EDP.

Certamente uma miséria que mal dá para viver.

Aumentos de ordenado se for preciso não há.Estamos em crise-diz Mexia.

Este ordenado é uma vergonha.

O Mexia nem deve ter tempo para gastar tanto dinheiro.

Comunicado do STMLisboa sobre venda de imóveis

21.03.16, uon

Durante os últimos anos temos assistido a uma política de alienação ao desbarato de património municipal. O atual executivo liderado agora por Fernando Medina, mantendo como homem-chave em todos os negócios de venda de edifícios e terrenos públicos o Vereador Manuel Salgado, tem optado por caminhos onde se valoriza, acima de tudo aparentemente, o favorecimento do negócio especulativo imobiliário e a desregulação que lhe está associada.

Caminhos e opções políticas que nos levantam sérias dúvidas, principalmente quando envolvem trabalhadores e serviços municipais e a sua capacidade de resposta às necessidades da população e da própria cidade de Lisboa. Neste contexto se integra a alienação dos terrenos do Complexo Municipal de Alcântara, vendido do Grupo Mello por um euro acima do estipulado e do Complexo da Boavista, brevemente em hasta pública.

A principal crítica que o STML expressa neste momento, é o facto de a CML alienar património onde funcionam serviços municipais sem acautelar atempadamente a sua posterior relocalização.

Em relação aos trabalhadores actualmente nos Complexos de Alcântara, Boavista e Cruz das Oliveiras, da parte técnica e administrativa, pertencentes à DMEVAE, DMHU e da DIP-UCT, a Câmara Municipal decidiu a sua concentração no Complexo Municipal dos Olivais II, enquanto os operacionais da DIP-UCT, serão deslocados para a antiga garagem dos Olivais I.

Neste local de trabalho (Olivais II), actualmente já um dos mais importantes da autarquia, obviamente não existe capacidade física para aglomerar todos estes serviços, tendo a CML adquirido um terreno contíguo onde construirá um edifício para esse fim.

Como solução imediata, surge assim a resposta do Edifício Entreposto. Uma solução que conforme foi tornado público, custará à CML, 3,4 milhões de euros (!) por um período de cinco anos (!), apresentando ainda elementos contraditórios e ambíguos sobre organização, espaços a ocupar e respetiva capacidade.

Sobre estas opções do executivo, os trabalhadores e o seu Sindicato nunca foram auscultados. Ao STML foi apresentado apenas, em cada uma das situações, um facto consumado.

Questionamos também a necessidade da mudança imediata dos trabalhadores que se encontram no Complexo da Boavista, uma vez que o terreno onde se encontram ainda vai a hasta pública, não se vislumbrando uma data concreta para o abandono destas instalações. Por este caminho, obrigar-se-á os trabalhadores da DMHU a duas mudanças de instalações, com todos os transtornos que este tipo de processos acarreta, uma vez que o seu destino final será o espaço que agora vai entrar em obras no Complexo dos Olivais II.

Deste tipo de decisões precipitadas e irreflectidas, já muitas conhecemos ao longo dos anos, sendo os trabalhadores os mais penalizados, tanto na organização da sua vida pessoal, como no desempenho profissional. Também o serviço público prestado e os seus destinatários, os munícipes, saem prejudicados.

O STML reafirma ainda, que não aceitamos, não colaboramos e muito menos pactuamos, com decisões políticas que apenas servem interesses especulativos imobiliários, em detrimento do serviço público e dos trabalhadores da Câmara Municipal hoje envolvidos num processo do qual foram arbitrariamente afastados desde o seu início.

O STML continuará a exigir aos responsáveis da CML, o direito de acompanhar este processo de transferência, verificando antecipada e presencialmente as condições de Saúde e Segurança no Trabalho das futuras instalações.

Qualquer mudança só deve ser iniciada depois de estarem garantidas todas as condições que respeitem condições de trabalho e a dignidade dos trabalhadores.

A face militarista de Marcelo

21.03.16, uon

O Presidente da República afirmou esta segunda-feira que a responsabilidade de Portugal como país soberano "é intransferível e um Portugal pacífico não pode ser confundido com um Portugal indefeso"

Vem aí o Marcelo militarista.

A face oculta de Marcelo que faltava saber está a vir a tona de água.
Mais dinheiro para as FA para defender entre quadradinho do domínio da banca espanhola em Portugal.
Contra os banqueiros espanhóis marchar, marchar, parece ser o lema de Marcelo.

Os banqueiros espanhóis vão entrar pela fronteira do Caia e vem por aí dentro até chegar a Lisboa.

O palácio de Belém vai ser transformado num hotel de charme para acolher banqueiros espanhóis.

banca capitalista tem de ser desmontada

21.03.16, uon

Este manifesto de figuras da politica e da finança por causa do controlo das banca portuguesa por parte dos bancos espanhóis é o regresso ao nacionalismo salazarista que alguns saudosistas querem voltar ao passado.
Portugal entrou na CEE/UE e integrou-se na união bancária e no euro o que permite que bancos estrangeiros comprem os bancos portugueses que estão em dificuldades financeiras por má gestão.
Hoje o capitalismo é global não faz sentido o nacionalismo bancário de alguns banqueiros tugas que querem controlar o sistema bancário português e desta forma blindar a banca portuguesa.
Está vist
o que os próprios capitalistas privados tugas não sabem gerir bancos por que todos eles estão em pré-falência ou dificuldades.
A nacionalização da banca é o estado torna-se dono e senhor da banca e geri-la de forma capitalista como acontecia com a banca antes da privatização.
Em alternativa os bancos podem ser geridos de forma solidária e autogestionária por quem neles trabalha e não capitalista estatal ou privada como tem vindo a ser geridos.
Um banco pede dinheiro por exemplo a 5% e empresta a 15% ou mais.
Qualquer pessoa que necessite de um empréstimo devia poder ir aonde os bancos vão pedir também e ter um juro mais baixo.
Em contrapartida uma pessoa que empreste dinheiro ao banco tem um juro irrisório de menos 0,5%.
A banca capitalista tem de ser desmontada e torna-se solidária e não usurária.

Luta pelo poder no Brasil

18.03.16, uon

O Brasil está numa encruzilhada entre o (PT) Partido do Trabalhadores de Lula e uma direita revanchista que vai desde a Direita clássica à extrema-direita.

O Brasil encontra-se numa enorme crise económica e social depois de alguns anos de algumas melhoria das condições de vida dos trabalhadores e do povo.

A corrupção está assolar o Brasil e os partidos do governo são os principais protagonistas dessa corrupção a que a direita está aproveitar para pedir a demissão de Dilma.

Dilma está em dificuldades para se manter no poder e com a suspeição de Lula em actos de corrupção e agora a nomeação para ministro faz ainda mais acirrar os ânimos contra o governo de Dilma.

A luta entre direita e esquerda é a forma clássica de luta pelo poder onde uns estão e não querem sair e outros lutam por atingir esse objectivo.

O clima é propicio para tentativas golpistas a que os países da América-Latina passaram no passado recente e em particular o Brasil já foi assolado por várias ditaduras militares caso a situação não se resolva rapidamente com eleições democráticas que é a única maneira clássica que a esquerda e a direita utilizam para voltar tudo à estaca zero e dar de novo.

 

 

MINISTRA DO INTERIOR QUER QUE A GNR SEJA COMANDADA POR UM GENERAL DA GNR.

18.03.16, uon

MINISTRA DO INTERIOR QUER QUE A GNR SEJA COMANDADA POR UM GENERAL DA GNR.

É UM PERIGO UMA FORÇA DA GNR SER COMANDADA POR GNR.

POR QUE A GNR TEM DE TER A NECESSÁRIA FISCALIZAÇÃO DE UMA ENTIDADE QUE NÃO ESTEJA AGREGADA A PRÓPRIA FORÇA EMBORA UM GENERAL DO EXÉRCITO NÃO GARANTA NADA.
A GNR NÃO TEM RAZÃO DE EXISTÊNCIA.
 A GNR DEVIA TER SIDO EXTINTA APÓS O 25 DE ABRIL DE 74, TAL COMO A PIDE FOI EXTINTA, MAS NÃO FOI.

NÃO HÁ NADA QUE JUSTIFIQUE TANTA TROPA FANDANGA A FAZER SEGURANÇA.

TEMOS FORÇAS REPRESSIVAS EM DUPLICADO.

TEMOS FORÇAS DE SEGURANÇA A MAIS.
VIRAM AQUELE GRADUADO A PEDIR DESCULPA AOS SUINICULTORES POR TEREM UTILIZADO GÁS PIMENTA.

-"PEÇO DESCULPA TAMBÉM SOMOS HUMANOS" DISSE.

POIS É, MAS O MAL ESTÁ FEITO E O HOMEM PODIA TER FICADO CEGO.
SOMOS UM PAIS RICO EM FORÇAS DE REPRESSÃO PARA DEFENDER OS RICOS E PODEROSOS E UM PAÍS POBRE NO RESTO.

Direita clássica em pânico por causa de Tramp

17.03.16, uon

Relatório coloca vitória de Trump na lista das maiores ameaças mundiais

A possibilidade de o milionário Donald Trump se tornar presidente dos Estados Unidos representa uma ameaça a nível global, estando ao mesmo nível das consequências que a ascensão do jihadismo está a ter na economia mundial, segundo um relatório da Economist Intelligence Unit (EUI).

 

E que é que nos diz que se Clinton ganhar o mesmo não possa acontecer.

Tramp é um candidato perigoso na presidência dos states e à ameaça de crise mundial pode ser um bocadinho mais rápida, mas com Clinton na presidência a ameaça pode ser menos rápida, é tudo uma questão de tempo.

Tramp é perigoso por que é mais radical em termos verbais que os demais candidatos republicanos e democratas e só por isso o poder instalado está em pânico.

Tramp parece um candidato fora do sistema  e como tal é um perigo para a direita clássica habituada a gerir crises de forma dinâmica, mas muito desajeitada que levou a uma crise mundial.

 

 

 

 

 

Estudante americano foi condenado a 15 anos mais trabalhos forçados na Coreia do Norte.

16.03.16, uon

Estudante americano foi condenado a 15 anos mais trabalhos forçados na Coreia do Norte.

Americanos e coreanos do norte estão uns para os outros.
Americanos tem pena de morte, prisão perpetua e mais que seja.
CN pagam na mesma moeda a algum americano que lá apareça.
De qualquer maneira a pena de 15 anos mais trabalhos forçados por rasgar um cartaz é um exagero.
O clima de crispação ameaças, provocações e autoritarismo entre americanos e CN dá nisto.
O desgraçado do estudante é que está frito no meio destas guerras intestinas entre América imperialista e o autoritário regime da CN.

ESQUERDA QUER MENOS ALUNOS POR TURMA

15.03.16, uon

ESQUERDA QUER TURMAS MAIS PEQUENAS PARA EVITAR A INDISCIPLINA NAS SALAS DE AULA.

ISSO SÓ POR SI NÃO AJUDA NADA É PRECISO MUDAR.

MAS O QUE É ISSO DE ALUNOS INDISCIPLINADOS.
QUEREM ALUNOS AUTÓMATOS E SUBMISSOS
A REBELDIA FAZ PARTE DA VIDA E DAS CRIANÇAS AINDA MAIS.

O ENSINO ESTATAL E PRIVADO ESTÁ EIVADO DE AUTORITARISMO TANTO A NÍVEL DE PROFESSORADO COMO DO MINISTÉRIO.

É PRECISO MUDAR. É PRECISO PROFESSORES QUE ENSINEM E NÃO SUBSTITUIREM-SE À POLICIA.
QUEREM VOLTAR AS REGUADAS NAS MÃOS.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Escola_Moderna