Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



EI canta vitória com o Brexit

por uon, em 30.06.16

David Cameron previra que saída do Reino Unido da União Europeia seria interpretada como um triunfo pelos radicais do Estado Islâmico.

Digamos que Camerom também é um dos responsáveis pelo aparecimento do EI e seu descontrolo.

A CEE/UE(USA/NATO pariram esta organização para actuar em seu nome, mas como é próprio dos filhos aos 18 anos atingirem a maioridade e mandarem os pais à m... e fazerem o que querem agora ficam descontrolados e actuam à sua maneira.

A CEE OU REFUNDA-SE E CORTA COM A ECONOMIA CAPITALISTA E SEGUE UMA POLÍTICA SOLIDÁRIA AUTOGESTIONÁRIA E AUTORGANIZADA DE APOIO AOS PAÍSES MAIS POBRES OU ACABARÁ POR SER VITIMA DE SI PRÓPRIA COMO ACONTECEU COM O BREXIT.
ESTA POLITICA DE DIVISÃO ENTRE RICOS E POBRES ACALENTA NO EI E NOUTRAS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS UMA POSSIBILIDADE DE ACTUAREM.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09

DN

PCP quer garantir a segurança da atividade dos mariscadores do Tejo e garantir que não se opera de forma ilegal.

O mariscador anda sempre com a polícia à perna e com isso corre riscos de vida e de pagar grandes multas que a actividade não compensa.

O PCP QUER ACABAR  COM A SITUAÇÃO E O ESTADO TEM DE METER O DEDE-LO NA ACTIVIDADE DE MARISCADOR.
É PRECISO É PAGAR IMPOSTOS E COMO ISSO PASSA DE ACTIVIDADE ILEGAL A LEGAL.
CLANDESTINO SÓ A MILITÂNCIA E JÁ ISSO NÃO SE USA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

NO ESTADO FALTA PESSOAL

por uon, em 28.06.16

O TÉCNICO DO FMI JÁ DITOU A RECEITA:HÁ TRABALHADORES ESTATAIS À MAIS, PORTANTO É PRECISO VER-NOS LIVRE DELES.

NÓS TEMOS A NOÇÃO QUE NO ESTADO HÁ FALTA DE PESSOAL AUXILIAR E ADMINISTRATIVO.
JÁ NÃO DIREMOS O MESMO DO PESSOAL TÉCNICO-SUPERIOR  QUE É O O PESSOAL QUE GANHA MAIS.

NÃO DIREMOS QUE HÁ MAIS, MAS TAMBÉM NÃO HÁ DE MENOS.
QUEM MEXE OS CORDELINHOS NO ESTADO É O PESSOAL BAIXO E MÉDIO E NA GENERALIDADE DAS EMPRESAS PRIVADAS.

OS TÉCNICOS-SUPERIORES SEM ELES (PESSOAL ADMINISTRATIVO) NUNCA SERIA NADA E NEM O PAÍS ANDAVA.

ESTE PAÍS PRECISA DO CARTEIRO, DO JARDINEIRO, DO MECÂNICO, DO EMPREGADO DO SUPERMERCADO, DO AGRICULTOR, DO OPERÁRIO ETC, ETC POR QUE SEM ELES ISTO NÃO ANDA.

COMO É EVIDENTE O PESSOAL TÉCNICO É NECESSÁRIO TEM O SEU LUGAR (MÉDICOS, ENGENHEIROS, ARQUITECTOS, PROFESSORES E ENFERMEIROS, ETC) MAS ESTE PESSOAL ESTÁ TRANSFORMAR-SE EM CORPORATIVO E EGOÍSTA FRUTO DA SOCIEDADE CAPITALISTA EM QUE VIVEMOS.

É PRECISO DIZE-LO QUE OS SENHORES MINISTROS DESTE GOVERNO E DOS ANTERIORES SÃO TODOS TÉCNICOS SUPERIORES E TEMOS A NOÇÃO QUE O SEU GOVERNO FOI MUITO INCOMPETENTE E LEVOU O PAÍS FALÊNCIA.

UM TÉCNICO SUPERIOR NÃO É SINÓNIMO DE COMPETÊNCIA E DIZEMOS COM MÁGOA MAS É A VERDADE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11

http://24.sapo.pt/article/sapo24-blogs-sapo-pt_2016_06_27_430913652_reino-unido-regista-episodios-de-xenofobia-no-pos-brexit

O Reino Unido registou, desde o anúncio da vitória do Brexit, no referendo da passada quinta-feira sobre a permanência ou não na União Europeia (UE), alguns episódios xenófobos, em parte por causa da ideia de que há muitos estrangeiros no país.

Estes episódios não são por causa dos pós-referendo isto é um problema que já vem de longe e que agora com o Brexit se vai agudizar o que é condenável.

O Brexit não significa que os trabalhadores internacionais tem de ser empurrados para fora do país, embora a extrema-direita aproveite para o fazer.

Muitos patrões se calhar vão despedir emigrantes encapotadamente e os sindicatos não feitos com os patrões podem ter uma palavra a dizer na defesa destes trabalhadores internacionais e a solidariedade também.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59

"HÓ MACHADO VAI-TE EMBORA"

por uon, em 27.06.16

Tribunal deu como provada a tentativa de extorsão, a partir da cadeia, por parte do ex-dirigente da Frente Nacional Mário Machado

"HÓ MACHADO VAI-TE EMBORA
QUE NÓS NÃO TE QUEREMOS CÁ, 
NÓS ESTAMOS VIGILANTES
O FASCISMO NAO PASSARÁ"
JOSÉ MÁRIO BRANCO/gac

 

https://www.youtube.com/watch?v=orDotxjGex0

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

Já tinha acontecido isso em França na Dinamarca e na Holanda cremos.
Os povos destes países votaram e os governantes não aceitaram o voto e realizaram novo referendo que ganhou.
Este referendo estava feito para o sim ganhar e dar aval a CEE/UE prosseguir A sua politica de austeridade, etc mas o tiro saiu pela culatra.
Agora que houve xenófobos e anti-xenófobos a votar a mesma coisa isso é mais que certo.
O referendo foi democrático votou que quis votar e uns votaram no sim e outros no não.
Não aceitar os resultados do referendo é como na eleições espanholas ontem, um grupo de pessoas ou organizações querer realizar novas eleições por que não ganhou quem se queria.
Custa mas a vida tem coisas boas e outras más e não está provado que a saída da CEE seja má para o povo.
Os britânicos votaram bem ou mal votaram em referendo democrático agora também é democrático aceitar os resultados.

Isto é como ir a uma loja e comprar um produto e depois voltar atrás na compra.

Um anarquista não acredita na democracia por que é falsa e portanto não vota em referendos democráticos.

Mas quem acredita na fantochada da democracia tem de aceitar o sim ou o não.

Faz parte das regras do jogo democratico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13

 

O cenário de realização de um referendo sobre a permanência de Portugal na União Europeia (UE) está para já afastado.

Partidos não querem fazer referendo numa altura destas.

O referendo devia ter sido feito antes de entrar para a CEE/UE.

Mas ainda vamos a tempo de o fazer.

Muito provavelmente o povo votaria sim.

Os políticos nacionais e estrangeiros começavam a inventar mentiras, medos que perdíamos isto aquilo e aqueloutro e que era o fim do mundo e o povo é muito permissível a estas questões.
De certa forma o povo deixa-se corromper pelos políticos e depois o resultado é este.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:42

Portal Anarquista | pelo apoio mútuo e pela autogestão

https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2016/06/24/debate-brexit-uma-saida-da-uniao-europeia-pelos-piores-motivos/
 
Sobre o resultado do referendo que, por uma unha negra, aprovou a saída do Reino Unido da União Europeia, os comentários, mesmo no campo libertário, são diversos. Há quem considere que esta foi uma vitória da extrema-direita mais conservadora e ultramontana, seja da Grã-Bretanha, seja do resto da Europa; outros, criticando a construção europeia, de cima para baixo e cada vez mais dos Estados e menos dos Povos, acham que esta saída pode acelerar alterações profundas na construção da Europa que vão levar ao seu fim.
.
Os anarquistas, em principio, são federalistas, propõem-se o fim das fronteiras e estão contra o nacionalismo e o espírito patrioteiro. Uma Europa alargada, federal, sem fronteiras, de livre circulação, é um sonho que vem de trás (já Bakunin escreveu sobre isso). É claro que esta Europa que está a ser construída, com base nos estados e no poder dos mais fortes, centralizada, não é a Europa que pretendemos. Mas a saída do Reino Unido vai no sentido oposto ao que a maioria dos libertários defende, ou seja, vai no sentido da xenofobia, do retorno às fronteiras estatais e nacionais, do reforço dos estados centralizados e de economias onde os mais fortes são sempre os mais protegidos.
.
A aliança entre a extrema-direita e a ala mais radical dos conservadores (a que se aliaram alguns teóricos da extrema-esquerda, que não perdem um momento para lembrarem o quão irrelevantes se tornaram) verificada agora no Reino Unido é o exemplo daquilo que não queremos: o retrocesso no projecto de uma Europa aberta, de livre circulação, federal e cada vez mais igualitária. Uma Europa que não é a aquela que existe, de facto, nos organismos e na actual construção da União Europeia. Mas que ainda existe menos nos projectos isolacionistas, patrioteiros e proteccionistas, de medo ao emigrante e às diferenças, como os que levaram ao resultado do referendo britânico.
.
Se a União Europeia, como está, não é flor que se cheire, a saída, pelos motivos a que a extrema-direita britânica a defendeu (com os seus aliados de extrema-esquerda), é um verdadeiro lamaçal, ainda mais mal cheiroso.
 .
Luís Bernardes (via email)
 
Esta CEE/UE tal como está organizada e hierarquizada onde a Alemanha pontifica não pode ser apoiada, tal como a extrema-direita xenófoba e racista anti-emigrante.
Estas vertentes politicas são duas caras da mesma moeda embora com objectivos diferentes, mas no fundo os liberais são reformistas e os xenófobos são radicais e fazem as mesmas coisas de maneira diferente.
Já o nacionalismo de esquerda também tem como objectivo a saída da UE se for essa a sua estratégia politica de chegar ao poder.
Defender a abolição duma organização insolidária que tem como objectivos primordiais a economia capitalista e exploradora e bélica deve o primeiro dos nossos objectivos para criar uma Europa solidária autogerida pelos povos que habitam este continente.
 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:36

Artigo do saudoso Júlio Carrapato

por uon, em 24.06.16

https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2016/06/23/sejamos-optimistas-deixemos-o-pessimismo-para-melhores-tempos-texto-de-julio-carrapato-sobre-gabriel-morato/

acção directa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01

Com Brexit ou sem ele

por uon, em 23.06.16

A CEE/UE tal com está organizada é uma fantochada.

Não é solidária.Cada país trata da sua vida puxando a brasa a sua sardinha.

No fim de contas a CEE/UE é uma manta de retalhos onde que manda são os grandes países predominando a Alemanha.

Os outros estão para fazer figura de corpo presente esperando recolher alguns louros para o seu país.

Tirando o Parlamento Europeu mais nada é eleito pelos povos da Europa e nós sabemos que as eleições são uma fantochada.

Aparte disso fazem guerras noutros países juntamente com a Nato/USA da qual fazem parte os mesmos países da CEE/UE.

 A CEE/UE é bando de criminosos económicos sociais e bélicos.

Quem apoia estas instituições são que tem interesses directos (capitalistas/patrões/políticos, etc)  nessa instituição.

Depois também há os trabalhadores emigrantes que tem medo de perder o emprego nos países onde  estão instalados derivado do potencial colapso da CEE/UE.

Mas qualquer trabalhador hoje pode perder o emprego em qualquer circunstancia, e alguns nem conseguem arranjar trabalho.

Estamos todos metidos no mesmo barco.

O seguro morreu de velho.

Abaixo a CEE/UE!

Abaixo a NATO!

Revolução Social!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35

Pág. 1/4




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D