Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Solidariedade com a "insubmissa"

por uon, em 30.05.18
Foto de CasaViva Projecto.
Foto de CasaViva Projecto.
Foto de CasaViva Projecto.
Foto de CasaViva Projecto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

Descobertas ou colonialismo?

por uon, em 30.05.18

Resultado de imagem para descobertas portuguesas

As "descobertas" transformaram-se vá lá saber-se por quê em genocídios de povos de África, América Latina, Ásia, etc opressão, tortura e roubo das riquezas desses países e também uma forma de propagar à força a religião católica. Mostrar os acessórios utilizados e roubados talvez seja uma forma de repúdio dessas práticas e nunca mais usar fazer. Museus tem uma virtude dão trabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07

Trabalhadores denunciaram a repressão esta sexta-feira, numa concentração. Cinco camionistas do Centro de Produção e Logística do Norte dos CTT estão suspensos, depois de terem aderido a uma greve.

 
Os CTT, outrora uma empresa pública rentável para as contas do Estado, foram privatizados em 2013 e 2014 pelo governo do PSD e CDS-PP.
 
https://www.abrilabril.pt/trabalho/ctt-suspende-trabalhadores-por-terem-feito-greve

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:44

alemanha-milhares-de-pessoas-protestam-em-berlim-1

 

Milhares de pessoas foram às ruas neste domingo (27/05) em Berlim contra manifestação do partido de extrema-direita Alternativa para Alemanha (AfD), crítico da política migratória de Merkel e da “islamização” do país.

Sob o lema “Chega de ódio”, os manifestantes antirracismo caminharam segurando cartazes com dizeres como “Fuck AfD”, “Parem a AfD”, “Minha voz contra a provocação” ou “Meu coração bate por diversidade”.

A AfD estimou o número de participantes da manifestação em cerca de 5 mil. O lema adotado pelos extremistas de direita para o protesto foi “Futuro para a Alemanha”, tendo como principal alvo a política de refugiados do governo da chanceler federal Angela Merkel.

Manifestantes vindos de vários estados portavam bandeiras nacionais e cartazes com os dizeres “O islã não faz parte da Europa”, entoando “Fora, Merkel!”.

Durante a marcha dos extremistas de direita, que partiu da estação de trem central e foi até o Portão de Brandemburgo, manifestantes contrários gritavam: “Fora nazistas!”. Cerca de 25 mil pessoas participaram dos protestos contra a AfD, estima a imprensa local.

Uma associação pró-refugiados, sindicatos e outros grupos convocaram um total de 13 protestos contra a AfD. Uma das organizadoras disse que o objetivo era mostrar que Berlim permanece “diversa, tolerante e aberta”.

Um dos protestos mais coloridos anti-AfD foi organizado por cerca de cem clubes da cena techno de Berlim, que usaram barcos e botes para navegar pelo rio Spree, no coração da cidade, e um comboio de cerca de 30 carros de som.

“A cultura dos clubes de Berlim é tudo o que os nazistas não são. Somos progressistas, queer, feministas, antirracistas, coloridos e temos unicórnios”, disseram em comunicado.

Dois mil policiais foram encarregados de garantir a segurança durante as manifestações neste domingo. De acordo com a imprensa local, houve confrontos entre manifestantes e forças de segurança num protesto contrário à AfD que partiu do bairro de Kreuzberg com direção a Mitte. Policiais usaram spray de pimenta para evitar que manifestantes rompessem barreiras entre diferentes aglomerações.

Fundado em 2013, o movimento AfD tornou-se na terceira maior força política da Alemanha e tem-se oposto à chegada de mais de um milhão de migrantes ao país.

Fonte: agências de notícias

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/12/07/alemanha-congresso-do-partido-de-extrema-direita-afd-e-marcado-por-confrontos-entre-policia-e-antifascistas/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/12/02/alemanha-monumento-do-holocausto-e-construido-em-frente-a-casa-de-lider-da-extrema-direita/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/04/24/alemanha-milhares-protestam-em-colonia-contra-partido-de-extrema-direita-afd/

agência de notícias anarquistas-ana

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:39

Beja: Quando as paredes falam

por uon, em 28.05.18

 

33895765_2008262342535610_6492803109058772992_o33581501_2008261835868994_3405024113486462976_o

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:56

Um facto por demais evidente que as gasolinas estão caríssimas.Quem anda na estrada todos os dias por que precisa não ganha para a despesa dos combustíveis. Governo tem de baixar as gasolinas para um preço razoável que não ande ao sabor da maré e seja estável de modo a que os condutores possam pagar. Pelo menos táxis, transportes públicos e camionistas terem um preço por que transportam pessoas e mercadorias. Também é bastante evidente que o automóvel particular paga as gasolinas a preços demasiados altos. Comparando os preços praticados em Espanha e Portugal a diferença é muito grande. Claro que o tráfego provoca poluição atmosférica e doenças. Mas é preciso optar. + transito + mercadorias =mais poluição +Doenças. Para haver mais saúde tem de haver - transito-mercadorias=menos poluição + Saúde. As duas coisas são incompatíveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49

O PS E O PSD ESTÃO MUITO SUBIDOS EM MATÉRIA DE VOTOS. ESTES PARTIDOS TEM DESCER PARA A CASA DOS 20%, PARA CONTRABALANÇAR O REGIME E DAR OPORTUNIDADE AO BLOCO E AO PCP DE CHEGAR A ÁREA DO PODER. NOVOS PARTIDOS SÃO NECESSÁRIOS DA ÁREA POLÍTICA DO PS E DO PSD PARA TIRAR VOTOS AO CENTRÃO POLÍTICO QUE TEM DESGRAÇADO O PAÍS COM CRISES, CORTES, ETC. FOI ISSO QUE ACONTECEU EM ESPANHA, FRANÇA, ITÁLIA, ETC. O ÚNICO PAIS QUE NÃO SAI DESTE SISTEMA ROTATIVO PS/PSD É PORTUGAL.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08

Deutsche Bank anunciou hoje em Frankfurt que prevê despedir pelo menos sete mil trabalhadores, a nível mundial, para enfrentar as dificuldades em que se encontra e tentar controlar os custos.

É um facto evidente que a má gestão bancária ao serviço do capital só tem levado bancos a falência ou  despedimentos no sector de muitos milhares de trabalhadores que são descartados e recapitalizações estatais com os dinheiros dos impostos. Um banco mesmo que esteja moribundo nunca vai a falência como uma empresa normal.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:22

[Argentina] Amargo Obreiro

por uon, em 24.05.18

argentina-amargo-obreiro-1

O Amargo Obreiro foi uma bebida elaborada por Pedro Calatroni e AntônioTacconi na cidade de Rosário, Santa Fé, no ano de 1888, com uma mistura de ervas aromáticas da serra, no final do século XIX.

Era uma reação às bebidas doces que consumiam as classes burguesas. Foi uma criação do sindicalismo anarquista, caracterizado pelas cores vermelho e negro do rótulo. Adotado posteriormente pelo peronismo, que o identificou como aperitivo elaborado pela classe trabalhadora argentina.

O rótulo da garrafa mostra um punho, uma maça, uma bigorna e uma foice, fazendo alusão ao movimento obreiro. Bebê-lo era rotina entre os peões e trabalhadores. A bebida chegou ao país pelos imigrantes italianos e se caracterizava por possuir um cheiro parecido ao fernet, porém mais doce. Era obtida por uma mistura de ervas como carqueja, camomila e a muña-muña (erva tradicional em algumas regiões da América do Sul), com uma graduação alcoólica de 19%.

Considerado o “aperitivo do povo argentino”, décadas atrás os rótulos possuíam um sol de fundo representando o nascimento de uma nova nação. A mudança para um rótulo neutro, sem nenhuma simbolização, foi ordenado durante a presidência de Leonardo Galtieri.

O Amargo Obreiro foi um aperitivo aparentado com o anarcossindicalismo e marca absoluta de nossa identidade, a bebida da classe trabalhadora, em toda Argentina.

Sua criação, suas origens, passa pelos ácratas da Argentina, desde as Sociedades de Fomento à Cultura e Arte, passando pelos clubes de bairro, que muitos deles transformaram em clubes de futebol. Os padeiros colocaram sobre os nomes das “fraturas”: “canhanzinhos”, “bolas de frade”, “suspiro de freiras”, e outros, ajuntando todos os restos que sobravam davam o nome de “sacramento”. E o que faltava, um aperitivo: AMARGO OBREIRO! Criação e identidade. Nascido na “Barcelona Argentina”, assim se chamava Rosário no movimento obreiro em princípios do século XX.

Alfredo Fernández González

Tradução > Liberto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:13

Novo partido "A Iniciativa Liberal"  acaba de ser considerada como parte integrante de um grupo de novos partidos políticos Europeus, como o Ciudadanos ou o En Marche, que estão a mudar positivamente uma Europa até aqui dominada pelo bipartidarismo.

Há espaço para tirarem votos aos partidos do centrão político PS/PSD que governam este país a mais de 40 anos e que tem levado a falência política económica e social e consequentemente a que sejam sempre os mesmos (trabalhadores) a pagar as favas dos governo corruptos que tem passado pelo país. Estes partidos estão muito subidos. Deviam vir para a casa dos 10 e dos 20%. Para que outros partidos possam ter acesso ao governo e mostrarem o que valem. A coisa está a mudar lentamente em Espanha, em França na Itália, Grécia, etc. è certo que são novos partidos de direita que vão fazer o mesmo que os outros fizeram. Como é evidente a mudança passa por outra forma de fazer política pela via sindical, pela auto-gestão, pela assembleia e a favor do trabalho e contra o capital, mas quem tem reticencias e acredita no sistema deve arejar a politica que está muito pesada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05

Pág. 1/4




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D