Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Arsenal do Alfeite é uma empresa do Estado que se dedica a manutenção dos navios da Armada.

Esta empresa emblemática e muita antiga onde a luta da classe operária predominava e que actualmente tem mais de 1400 trabalhadores e o governo pretende pela zurra privatizar a mesma, por que dá imenso lucro ao Estado por que é feito por administração directa pelos operários do Arsenal.

Agora vai passar-se a chamar Arsenal do Alfeite, SA. e muitos trabalhadores vão ter de fazer as malas e ir embora.

O governo quer privatizar tudo o dê lucro para o Estado ficar com o que dá prejuízo meter nas empresas lucrativas os seus amigos.

Também a INDEP-Indústrias Nacionais de Defesa fechou a alguns anos.

É o (des) governo que temos!

 

 

(CM)

 

Arsenal do Alfeite SA. É assim que se vai designar o estaleiro naval da Margem Sul do Tejo. Quanto ao quadro de pessoal, as estimativas governamentais apontam para 800 a mil trabalhadores, ou seja, um inevitável corte no número de efectivos, actualmente, nos 1180. No limite, 400 pessoas terão de procurar outras soluções, mas o Governo garante que ninguém será despedido e que o vínculo à Função Pública está assegurado.
O Executivo diz ainda que não há privatização, nem está prevista tal hipótese.O ministro da Defesa, Severiano Teixeira, destaca que se trata de "uma empresarialização", uma sociedade anónima com capitais "cem por cento públicos", com um accionista (a Empordef) e um cliente prioritário (a Marinha).

O Arsenal não muda de sítio, a nova estrutura de gestão terá uma concessão por trinta anos e é liderada por dois elementos da Empordef e um da Marinha. Mal esteja concluída a legislação, haverá um período de transição de seis meses e um balcão de atendimento para os trabalhadores, que terão três hipóteses para o caso de ficarem fora das contas da futura administração: contrato individual de trabalho com a nova empresa; ocupar vagas disponíveis no quadro civil da Marinha ou na Administração Pública e ainda integrar a mobilidade especial.

A Comissão de Trabalhadores está muito preocupada e PCP e BE vão hoje exigir explicações. O investimento para a modernização do Alfeite é de 70 milhões de euros. O Estado transferirá 32,4 milhões de euros e o restante será obtido por vias privadas, incluindo a Banca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:29




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D