Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Segundo sondagem sobre a qualidade da democracia em Portugal, os inquiridos dão nota negativa.

Não admira que os povo português sinta que não existe democracia em Portugal, ou se existe é só para meia-dúzia de pessoas que vivem bem, não tem preocupações económicas e sociais, têm trabalho bem remunerado e já vivem no "socialismo".

Os grupos que já vivem no "socialismo" em primeiro lugar são os políticos que exercem cargos na administração do Estado: presidente da república, primeiro-ministro, governador do banco de Portugal, presidente da assembleia da república e deputados, ministros, juízes dos tribunais, membros superiores das forças armadas, da policia e da gnr, empresários de grandes empresas e gestores públicos e privados.

Toda esta gente paga-se bem e já vive no "socialismo" é egoísta por que só quer o socialismo para eles.

Os trabalhadores deste país que dão a riqueza e que labutam todos os dias e que fazem as máquinas trabalhar seja no campo ou cidade produzem uma enorme riqueza da qual pouco ou nada auferem.

Essa mesma riqueza é absorvida pelo Estado através dos impostos que todos os cidadãos trabalhadores e consumidores produzem todos os dias.

O grau de democracia é também maior nas classes altas do que na classes baixas, por que o acesso à justiça saúde e educação e cultura está dependente da classe a que se pertence.

Desde 1976 que a democracia ou falta dela tem aos poucos regredindo, por que à maneira que os anos passam os governos a pretexto da segurança tem restringindo liberdades e os governos tem sido cada vez mais reaccionários e cada vez mais repressivos.

Hoje passa-se coisas que eram impensáveis á 30 anos atrás, desde reprimir trabalhadores que lutam pelo seu posto de trabalho, idas a sindicatos, repressão no próprio dia 25 de Abril.

Nunca se foi tão longe nas restrições da liberdade e por enquanto ainda não restringiram o direito de reunião e associação e de desabafar, mas pouco falta.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:45




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D