Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Público

Mais de dez mil denúncias ficam sem resposta
Falta de meios leva inspecção do trabalho a recusar 40 por cento das queixas 
 

 

A Inspecção-Geral do Trabalho não consegue responder anualmente a mais de dez mil das denúncias que recebe por falta de meios humanos, um valor que corresponde a mais de 40 por cento do total de pedidos de intervenção anuais, avançou hoje o Rádio Clube Português.

Segundo os últimos dados tornados públicos, a inspecção do Trabalho não tem inspectores suficientes para responder eficazmente a todas as denúncias que surgem de vários sectores de actividade. Os últimos dados revelam que 10.200 pedidos de intervenção da inspecção recebidos em 2005 não obtiveram resposta e transitaram para 2006.

A maioria dos pedidos de intervenção surgiu no sector da construção civil – mais de 1600. Seguiram-se os serviços e a indústria hoteleira.

A Inspecção-Geral do Trabalho dispõe de 286 inspectores, mas o quadro previsto é de 538 elementos.

A Federação Nacional dos Sindicatos da Construção Civil queixa-se que, para além da falta de resposta da inspecção, a morosidade faz com que em alguns casos as acções dos inspectores são feitas quando a obra já está concluída.

 

A Inspecção do Trabalho debate-se com falta de meios humanos para fiscalizar todas as empresas que têm problemas de segurança e os abusos para com os trabalhadores que são cometidos pelos patrões.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

comentário:

 

Mas, num regime democrático capitalista não se espera outra coisa, porque na realidade os organismos estatais protegem os patrões e outros parasitas mesmo que os trabalhadores tenham falta de segurança, estejam em precariedade laboral e sejam explorados até ao tutano o governo não faz nada por defende o capital e não trabalho.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:11




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D