Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A greve geral de 30 de Maio podia ter sido mais participada se fosse melhor organizada.
Apesar dos plenários feitos pelos dirigente sindicais da CGTP por muitas empresas, não se refletiram na adesão.
Se a CGTP têm marcado a greve para sexta-feira a greve era muita mais participada, mas a CGTP temendo as críticas do governo e do PS por ser a um fim de semana, marcou para o meio da semana o que foi fatal.
O Debate dos "Prós e Contras" na RTP também veio talvez desmobilizar a greve, porque muita gente, que viu o programa pensava que governo, patrões e sindicatos eram todos irmãos.
Carvalho da Silva foi dizer para a TV que "greve não era contra o governo" então era contra quem?
Esta greve não teve o combate necessário contra o governo e o patronato e foi pouco radical dentro da perspectiva da CGTP,  indicava que já não havia luta de classes na sociedade e pouca sólida nos argumentos e ninguém a levou a sério.
A data da greve geral foi muito má, devia ter sido próximo do 25 de Abril e do 1º de Maio por que são datas que (ainda) dizem alguma coisa às pessoas.
A CGTP está enfraquecida porque o modelo de organização assemelha-se muito aos dos partidos autoritários e há uma excessiva colagem ao PCP que manobra a cúpula da central.
A forma como se oreganiza a CGTP da representatividade de que não representa ninguém está a afastar a pessoas para gaúdio do governo e do patronato.
É preciso uma nova forma de fazer sindicalismo e a CGTP nem a UGT não são capazes de se modificar.
Só fora destas centrais poderemos fazer um sindicalismo de combate autogestionado e autorganizado,  revolucionário e assembleário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:24




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D