Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Solidariedade com a fábrica autogestionada

01.10.07, uon

Trabalhadores de uma fábrica de bicicletas da Região de Hamburgo, decidiram ocupar as instalações, após o patrão dos states/USA ter abandonado a mesma.

Enquanto não aparece um outro "investidor" a fábrica está sem laborar e os trabalhadores reunidos em Assembleia decidiram autogestionar os meios e lavar por diante a produção de bicicletas.

Agora os trabalhadores precisam para pôr a fábrica produzir, de encomendas de bicicletas e com isso já dispõem do  apoio do sindicato anarcosindicalista FAU que estã fazendo uma campanha pela Alemanha e a nível internacional através da secções da  AIT-Asssociação Internacional de Trabalhadores.

Os trabalhadores têm aqui um ponto de partida para alcançar outra forma de organização alteranativa à gestão consumista e capitalista  das empresas que é a autogestão.

Como é natural o Estado alemão não vai apoiar esta fábrica a laboral desta forma por que colide com a sua forma de organização hierarquica e disciplinar do Estado e dos patrões.

Só uma campanha a nível internacional pode salvar esta fábrica da falência e para isso os anarquistas e anarcosindicalistas podem dar uma ajuda para dar trabalho a esses trabalhadores.

 

-Se cada grupo ou sindicato minimamente organizado comprar x bicicletas e as revender nos seus locais a afiliados e a trabalhadores desse ramo de actividade pode ser uma grande ajuda para os trabalhadores da fábrica e para o próprio grupo ou sindicato.

 

-Outra forma de ajudar estes trabalhadores é organizar uma rede de locais comerciais de venda de bicicletas  e incentivar esses mesmas lojas a encomendar bicicletas à fábrica.

 

A bicicleta  é em si mesmo hoje  um meio de transporte pouco utilizado por trabalhadores na ida para os seus locais de trabalho, porque foi trocado pelo automóvel particular nos meios urbanos densamente povoados. porque a publicidade ao automóvel está por todo o lado e é um meio de ganhar muito dinheiro com os automóveis por parte das indústrias automobilistas, tornando as pessoas preguisosas com elas mesmo com efeitos na saúde além da poluição atmosférica.