Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As escolas com alunos mais problemáticos que ficam situadas nas zonas mais carenciadas das grandes cidades, parece que já "resolveram" o problema da violência nas escolas entre alunos, professores e funcionários.

Estas medidas apoiadas pelo Ministério da Educação que os conselhos directivos das escolas querem pôr em prática,  consiste em nomear os alunos mais "rebeldes" em "lideres".

Por exemplo estes alunos, vão passar de rebeldes a "polícias" ou "seguranças".

Estes alunos vão vigar as situações difíceis entre alunos como brigas normais entre alunos; verificar as filas para o refeitório.

Estes alunos vão passar de "rebeldes" a "polícias" o que quer dizer que estes alunos vão ter um poder muito maior sobre os restantes alunos, e se estes alunos eram problemáticos e arranjavam problemas com professores alunos e funcionários, etc. agora o problema vai ser muito maior, já que a rebeldia aliada ao poder concebe pessoas muito mais geradoras de conflitos.

Se estes alunos eram rebeldes devidos a revolta que é própria de viverem em bairros de barracas ou sociais com carências económicas e sociais, filhos de pais divorciados, desempregados, ou de trabalhadores explorados, agora na pele  de superaluno os problemas nas escolas vão aumentar, com a serem agredidos pela "tropa de choque" que esses alunos vão nomear.

Vamos ver os alunos mais fracos a serem sovados pelos mais fortes e isto tudo com o apoio tácito dos conselhos directivos, e os país dos alunos a protestar contra esses alunos e professores.

As coisas só se resolvem se as familías dos alunos carenciados tiverem um nivel de vida superior do que têm hoje, mas para isso é preciso que os pais dos alunos lutem pela melhoria do nível de vida nas empresas onde trabalham, fora disso vamos continuar na mesma onda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:40




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D