Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Cursos tirados nas universidades da treta

02.10.12, uon

O problema não é que as Universidades do estado são melhores ou piores que as privadas.

Existem problemas no ensino universitário tanto no publico como no privado em matéria de favores.

Nas Universidades criaram-se antros de priviligiados em relação aos outros trabalhadores que não tem curso superior, mas tem obviamente barriga para comer.

Os individuos que tem curso são tratados como "nobres" enquanto os que não têm, são tratados como "servos da gleba".

Por isso é necessário criar um salário único e universal para todos os trabalhadores com curso superior ou inferior.

Medicina e engenharia são unicos cursos  que deviam ser ministrados nas universidades por razões obvias o resto é paisagem.

 

 

 

A excelência do governo vê-se também pela quantidade de membros com habilitações saídas como brinde de supermercado

No entanto, a universidade Católica tem cursos de qualidade. Embora haja tantas razões para uma ciência católica quantas as de uma ciência ariana ou a apresentada na Lomonosov do regime soviético

As universidades hoje, sem rótulos ideológicos, são contudo centros emissores de neoliberalismo, de democracia de mercado, de ciências empresariais (??), de subalternização da História e das outras ciências sociais, como das artes, porque... não têm procura nas empresas, não têm "empregabilidade", são mercadorias (!) não vendáveis






Ninguém tirou o curso na Pública?


AS INCLINAÇÕES DESTE GOVERNO ... ???

   Ninguém tirou o curso na Pública?

   Eis algumas das Universidades Privadas mais representativas:

  - Universidade Moderna - Encerrada pelas Autoridades por ser Centro de Crime Organizado.

  - Universidade Independente - Encerrada pelas Autoridades por ser Centro de Crime Organizado.

 - Universidade Internacional - Encerrada pelas Autoridades por ser Centro de Crime Organizado.

- Universidade Lusófona - Os processos de equivalência provam que há  licenciaturas fraudulentas.

 - Universidade Livre que (passou a Universidade Lusíada) - Nada leva a  crer que seja melhor que as outras.

 MINISTROS:
 1 - MINISTRA DA JUSTIÇA – Paula Teixeira da Cruz – Licenciada pela Universidade Livre.

 2 - PRIMEIRO MINISTRO – Pedro Passos Coelho – Licenciado pela Universidade Lusíada (ex-Livre)

 3 - MINISTRO DA SEGURANÇA SOCIAL – Pedro Mota Soares – Licenciado pela Universidade Internacional.

 4 - MINISTRO DE ADJUNTO – Miguel Relvas – Licenciado??? pela Universidade Lusófona.

 5 - MINISTRO DAS FINANÇAS – Vitor Gaspar – Licenciado pela Universidade Católica.

 6 - MINISTRO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS – Paulo Portas – Licenciado pela Universidade Católica.

 SECRETÁRIOS DE ESTADO:

 1 - Secretária de Estado do Tesouro e das Finanças - Maria Luís Albuquerque – Universidade Lusiada.

 2 - Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais - Paulo Núncio – Licenciado pela Universidade Católica.

 3 - Secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Europeus - Miguel Morais Leitão – Licenciado pela Universidade Católica.

 4 - Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional - Paulo Braga Lino – Universidade Portucalense.

 5 - Secretário de Estado da Administração Interna - Filipe Lobo D'ávila –Universidade Católica.

 6 - Secretário de Estado Adjunto do Ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares - Feliciano Barreiras Duarte – Universidade Lusófona.

 7 - Secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar - João Casanova de Almeida – Universidade Lusófona.

 8 - Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas - José Cesário – Universidade Lusófona.

 9 - Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social - Marco António Costa – Universidade Católica.

 10 - Secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território - Pedro Afonso de Paulo – Não diz.

11 - Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros - Luís Marques Guedes – Não diz.

 12 - Secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional – Não tem curso.

 13 - Secretário de Estado da Energia - Artur Trindade – Não se sabe.