Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LUTA ENTRE CLASSES

LUTA ENTRE CLASSES

Tribunal Constitucional quer extinguir partidos por decreto

20.12.07, uon

Ao abrigo de uma Lei do governo do PSD o Tribunal Constitucional está a notificar os partidos políticos com menos representatividade (pequenos partidos) que justifiquem que têm no seio pelo menos 5 mil militantes, e caso não justifiquem correm o risco de serem extintos.

Se analisar-mos qualquer dos partidos existentes nem mesmo os maiores não têm cinco mil militantes activos, podem ter  esse valor ou mais inscritos administrativamente, mas na prática nenhum têm esse número.

Para legalizar são necessárias 7 mil e quinhentas assinaturas e ao abrigo da nova Lei tem de ter 5 mil inscritos.

Para nós libertários acha(mos) que esta medida administrativa por parte do Estado é um atentado à liberdade de associação dos cidadãos, em constituírem partidos políticos e em militarem onde desejam para defender as suas ideias.

Apesar de considerar-(mos) que os partidos de esquerda e direita  são um factor  de desunião nesta sociedade injusta que defendem classes ricas e pobres  e sistemas autoritários e são dirigidos por regimes hierárquicos e disciplinar com dirigentes e subordinados os partidos têm direito a existir, dentro do actual quadro legal, mesmo que funcionem como uma empresa.

(Nós) libertários acha(mos) que os partidos não se podem extinguir por decreto, mas sim, quando os trabalhadores e o povo despertarem e chegarem à conclusão que os partidos são nocivos para a sociedade porque defendem a injustiça, as classes sociais através da força,  com polícias, exércitos e mecanismos de repressão do Estado através do governo instituído fazem  da sua governação  políticas anti-sociais e laborais.