Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Tribunal de Contas não autoriza empréstimo à CML

20.02.08, uon

O Tribunal de Contas órgão estatal que fiscaliza as contas do Estado não autorizou o empréstimo de 400 milhões de euros para pagar dívidas a fornecedores  da Câmara Municipal de Lisboa.

O Tribunal acusa de falta de "sustentabilidade o Plano Financeiro apresentado por António Costa".

A Câmara não especificou onde ia aplicar o dinheiro.

Dizer que vai pagar as dívidas aos fornecedores pode não ser bem assim.

O dinheiro pode ser desviado para outros lados.

Os fornecedores acabaram por ser os novamente prejudicados com este mau trabalho que o executivo da Câmara teve,  e tem  agora de aguentar as suas despesas, correndo o risco de muitas empresas fecharem por não terem dinheiro para pagar as dívidas.

Se a Câmara de Lisboa, está ao "deus dará" não se deve aos seus trabalhadores , por que estes fazem os possíveis para que a cidade seja cada melhor, mas como têm maus dirigentes o resultado está vista.

A Câmara como entidade pública não merece credibilidade por que os seus gestores estão lá não para gerir a autarquia, mas gerir os bolsos dos seus administradores e amigos.

O Tribunal acabou por ter uma posição correcta ao não dar o aval para contracção do empréstimo, e devolveu à procedência.

O Tribunal de Contas fez o seu trabalho, mas agora de certeza que os políticos vão alterar a lei para que seja mais fácil fazer empréstimos para tapar buracos de más gestões políticas.

É esperar para ver.