Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

A revolta dos fracos

03.03.08, uon

Com os sucessivos acontecimentos este país está a beira do abismo.
Em matéria de ensino estamos a produzir "doutores" para depois os mandarmos para o desemprego.
As saídas profissionais não dão vazão para tanto doutor, que se formam nas universidades publicas e privadas.

O desemprego atinge uma franja da população activa que não tem emprego e nesta matéria atinge todos os sectores da população.

E o desemprego e a falta de perspectivas económicas e sociais  dá origem à onda de criminalidade que assola o país que é uma espécie de "guerra civil" entre as pessoas que não conseguem conter o seu egoísmo   e a falta de solidariedade e então desatam a matar os amigos os conhecidos e o desconhecido.

Os pobres cada vez são mais não têm emprego, não tem saúde não tem educação só lhe resta a via mais fácil, ganhar dinheiro sem fazer nada e viver da astúcia.

Os ricos estão cada vez mais ricos com lucros atrás de lucros todos os anos tudo roubado aos mais fracos que não têm trabalho, ou se tem são explorados nas suas empresas.

Estes problemas é o resultado de que o povo português deixou nas mãos de outros o seu problema e agora é demasiado tarde, a sociedade entrou em declínio acentuado e não volta para trás.

Este problema é um sintoma que a economia capitalista não previu, e no presente já temos e no futuro vamos ter ainda mais gente desesperada com a situação.

A única hipótese do Estado pôr cobro a esta situação alarmante é pondo na rua os meios policiais para dar segurança ao capital para ele se ir desenvolvendo como se nada tivesse acontecido para conter a revolta dos mais fracos.

 

3 comentários

Comentar post