Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Angola condena activistas pela mudança a pesadas penas

30.03.16, uon

Regime angolano condenou a diversas pena de prisão os activistas  que receberam penas diferentes: Domingos da Cruz, autor do livro/brochura Ferramentas para Destruir o Ditador e Evitar Nova Ditadura. Filosofia Política da Libertação para Angola, que estava a ser discutido quando eles foram presos a 20 de Junho, e considerado o líder do grupo, foi condenado a oito anos e seis meses de prisão. Luaty Beirão foi condenado a cinco anos e seis meses. Nuno Dala, em greve de fome desde 10 de Março e em observação no hospital-prisão de São Paulo, Sedrick de Carvalho,Nito Alves, Inocêncio de Brito, Laurinda Gouveia, Fernando António Tomás “Nicola”, Afonso Matias “Mbanza Hamza”, Osvaldo Caholo, Arante Kivuvu, Albano Evaristo Bingo-Bingo, Nelson Dibango, Hitler Samussuku e José Gomes Hata foram condenados a quatro anos e seis meses de prisão. 

Não há dúvida que capital precioso que os combatentes do MPLA contra o colonialismo português conseguiram através da luta armada está a ser defraudado pelos actuais governantes de Angola.

O actual poder angolano é uma sombra daquilo que o MPLA prometia ao povo angolano.

O povo angolano continua a viver na miséria enquanto muitos membros do partido estão podres de ricos.

Os antigos guerrilheiros que lutaram contra o fascismo português estão corrompidos e Angola necessita mudar para dar às populações um melhor nível de vida e mais liberdade coisa que não conseguirão através dos partidos políticos, mas pela sua autorganização.