Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

(EFEMÉRIDE) A PARTICIPAÇÃO ANARQUISTA NO GOVERNO DURANTE A GUERRA CIVIL ESPANHOLA

05.11.16, uon

cnt

Há 80 anos tomavam posse em Espanha quatro anarquistas como ministros. Estava-se em plena Guerra Civil, Madrid sitiada, e o movimento libertário espanhol, quase sem excepções, decidiu que destacados membros da CNT e da FAI integrassem o governo de Largo Caballero, dirigente da UGT. A experiência durou poucos meses – até Maio de 1937, quando os membros do Partido Comunista na Catalunha tomaram os anarquistas como alvo, desencadeando violentos confrontos em Barcelona contra o movimento sindical e operário -, embora largas dezenas de militantes anarquistas tenham integrado, nesse período, por exemplo, também o governo catalão e fossem presidentes e vereadores em diversos municípios. O debate provocado por esta situação, excepcional no movimento libertário (embora com precedentes), ainda hoje se mantém – e com uma profunda actualidade, dadas as experiências recentes de confederalismo libertário em Rojava, pela mão do movimento revolucionário curdo, algumas experiências de auto-governo zapatistas ou mesmo certas posições recentes de alguns sectores do movimento libertário chileno.

*

ministros_anarquistas

Os ministros Jaume Aiguadé i Miró, sem pasta (ERC), Federica Montseny, Saúde (CNT), Juan García Oliver, Justiça (CNT) e Anastasio de Gracia, Trabalho (PSOE), em Outubro de 1936.

https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2016/11/04/efemeride-a-participacao-anarquista-no-governo-durante-a-guerra-civil-espanhola/