Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

[Espanha] 14-N: um passo atrás, três passos adiante

07.09.18, uon

espanha-14-n-um-passo-atras-tres-passos-adiante-1

Na manhã deste 4 de setembro, mais de cinco anos depois de ocorridos os supostos acontecimentos – e dizemos supostos porque a acusação não conseguiu sustentar suas acusações com provas, exceção feita dos testemunhos policiais –, conhecemos por fim a sentença pelo julgamento do 14-N, que condena a nossos companheiros Jorge e Pablo a umas penas de um ano e quatro anos e nove meses de cárcere, respectivamente.

A notícia caiu na CNT como um balde de água fria, não tanto desde o lado judicial – há possibilidades de recurso, e não duvides de que se recorrerá desta malfadada sentença –, senão desde o moral. Nossa desconfiança para o que se divulga como Justiça foi confirmada. E ainda que oxalá pudéssemos dizer o contrário deste NÃO-CASO, vemos reafirmada nossa posição sobre umas instituições que se por algo se caracterizam, é por sua hostilidade para com o movimento obreiro.

Quê esperamos? Justiça. Mas não um novo e esgotador processo onde uns personagens teoricamente neutros avaliam sobre umas provas e testemunhos. O que queremos é o reconhecimento público de que nossos dois companheiros foram acusados falsamente. A absolvição. Não acreditamos em suas palavras e testemunhos, nós também estivemos ali e também vimos os vídeos do acontecido naquela manifestação.

Esta sentença foi um passo atrás. Agora daremos três adiante, começando pela manifestação, convocada por Stop Represión La Rioja, que este sábado 8 de setembro, às 18h30, percorrerá desde o chamado Palácio de Justiça de Logroño. Nossa única defesa é que mais e mais ouvidos se inteirem desta NÃO-Justiça.

Fonte: http://cnt.es/noticias/14-n-un-paso-atr%C3%A1s-tres-pasos-adelante

Tradução > Sol de Abril

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/09/05/espanha-penas-de-um-e-quatro-anos-para-os-acusados-do-nao-caso-da-greve-de-14n-em-logrono/

agência de notícias anarquistas-ana