Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

"Feminista é como machista, mas no feminino"

05.12.14, uon

 

"Não sou anarquista pois ser anarquista é muito mais do que consegui ser, e não digo que sou feminista porque não o sou, sou uma militante libertária feminina. Não sou a favor da dominação das mulheres sobre os homens. Feminista é como machista, mas no feminino. Eu sempre combati com os homens, não contra eles, mas contra a opressão. Meu combate vai muito além, ele concerne igualmente aos homens. Os dois sexos devem conquistar a liberdade juntos. Não, não, eu não sou feminista, sou mulher. A liberdade da mulher é a condição da liberdade do homem, e vice-versa; essa é a liberdade como nós libertários e libertárias entendemos. Ela não visa substituir homens por mulheres na hierarquia da exploração, mas sim suprimir a exploração do homem pelo homem, seja macho ou fêmea. É permanecendo juntos, não em oposição uns aos outros, que lograremos êxito. É nisso que nós nos distinguimos daquelas que reivindicam o feminismo e que não questionam os fundamentos dessa sociedade."

Sara Berenguer,
ex-Secretária do Comitê Revolucionário da C.N.T.-F.A.I.
e ex-Secretária da Propaganda do Comitê Regional de Mujeres Libres.

Video
Ver vídeo
 
 
Hoje as feministas de esquerda/direita lutam por um lugar ao sol.
Querem ser ministras, deputadas, directoras, chefes, trabalhadoras é que não.
O partido socratista (PS) e o Bloco já tem a paridade nas suas listas a deputados.
Isto é o que se chama de emancipação da mulher a altos cargos governativos e administrativos.
O bloco e sua organização feminista UMAR já entrou nesse esquema burguês.
Por causa da falsa emancipação da mulher é que começou a haver mais casos de violencia doméstica e mortes.
O capitalismo causa a emancipação por que tem muitos produtos à venda para a mulher consumir, para ficar mais linda, mais bela para os homens adorarem, mesma que não tenha nada na cabeça como as mulheres do big brother da TVI.