Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

GREVE GERAL ATIVA 14 DE JUNHO,VAMOS PARAR O BRASIL! CONTRA A COPA

20.05.14, uon

VAMOS PARAR O BRASIL EM JUNHO?!

Depois das grandes manifestações de Junho/2013 muito se falou,mas pouco foi feito-exceto na área da repressão às manifestações.A mídia oficial e o estado tem insistentemente vociferado contra os "vândalos e baderneiros",que eles dizem ser uma organização criminosa-tentando reduzir a questão social a assunto policial.Clamam para que os vândalos do "black bloc"sejam jogados nas prisões,as mesmas superlotadas-escolas do crime-,com greve dos agentes penitenciários,com rebeliões regulares e degolas de presos-vide o caso de Pedrinhas-MA e de Urso Branco/AC. Os políticos já discutem o endurecimento das leis e a criação de uma "lei antiterrorismo",e os governos ameaçam com a "lei de segurança nacional" LSN da ditadura militar.

Oque eles não explicam é a extensão desse "grupo"-já que as manifestações e greves com bloqueios de vias públicas e/ou barricadas em chamas e resistência ativa contra a repressão-incluindo enfrentamento,ataques a bancos,lixeiras e ônibus tem acontecido em todo Brasil,inclusive nas pequenas cidades dos rincões da nação(redutos históricos do conservadorismo reacionário). Mas a explicação para isso é óbvia:a classe trabalhadora esta de saco cheio das mentiras vendidas pelas "autoridades" e políticos.
 
A última pataquada que inventaram é de que "Não adianta reclamar da realização da copa fifa agora...deveríamos ter sido contra há sete anos atrás,quando foi escolhida a sede".
Essa falácia se desmancha no ar se lembrarmos das mentiras que nos diziam então sobre o "legado da copa"(melhorias nos diversos níveis estruturais da sociedade:transportes,vias de acesso,aeroportos,hotéis,hospitais etc...)e que não se gastaria dinheiro público nos estádios,apesar dos governo terem assumido esse compromisso com a FIFA. Mas agora sabemos de tudo:Era tudo mentira!
A copa será o grande evento capitalista,e alguns irão ter lucros astronômicos,nós é que pagamos as contas!
E essa é a questão central:o capitalismo é o reino do capital-quem tem grana pode tudo,lucra com tudo,quem não tem paga,paga a conta com o seu suor e sangue,com a precarização do trabalho,com saúde precária e transporte de bestas.
A corrupção dos agentes do estado é só a ponta do iceberg!
E passada a copa restarão contas a pagar,e um exército de  desempregados das obras/estádios que foram feitos para o mundial.
Nós da COB/AIT ,temos denunciado essas falcatruas ao fazermos a avaliação das manifestações de junho de 2013.
Concluímos que os trabalhadores manifestaram espontaneamente sua insatisfação,mas que não houve organização nem reivindicações claras.   Dentro do processo de discussão com a realização de plenárias municipais,estaduais e nacional amadurecemos e lançamos a toda classe trabalhadora a nossa proposta:
GREVE GERAL ATIVA 14 DE JUNHO,VAMOS PARAR O BRASIL!
A partir de um processo de discussões locais(trabalho e/ou moradia,avaliar a possibilidade de pararmos a produção no mês de junho/2014,em uma greve geral ativa de toda classe trabalhadora,em todo Brasil.
Conferir o caráter de assembleia proletária as manifestações de 1º de maio.Mesmo que em caráter plebiscitário, para aprovar ou rejeitar a deflagração da greve geral,seu caráter e reivindicações centrais,que unam toda classe operária.
A greve geral se organizaria a partir de discussões locais,unindo trabalhadores regionalmente para viabilizar a greve,constituindo comitês de luta e indicando as reivindicações do movimento assembleario-onde o poder de decisão permaneça nas mãos de cada um.
As decisões destas assembleias proletárias locais/regionais  seriam levadas a discussão em coordenações distritais e citadinas,formadas por escolhas em assembleia.com funções especificadas nestas mesmas assembleias proletárias. Esse processo culminaria com a formação de um comitê nacional de agitação proletária,que se encarregaria de negociar  publicamente-através de transmissão televisiva direta-das reivindicações para por fim a greve.
Paralelamente a isso,seriam formadas da mesma forma assembleia local,comitês de luta locais-para tratar das reivindicações específicas de cada região e/ou local de trabalho.
Devem ser tiradas reivindicações que unam toda classe trabalhadora e que mostrem claramente o que queremos.

Propomos como reivindicações centrais da greve geral ativa,a valorização do trabalho:
-Redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais+semana inglesa(segunda a sexta)-SEM REDUÇÃO SALARIAL.

-Piso salarial nacional de R$3.000,00

-Coletivização e integração total dos transporte públicos.

-Contra as privatizações,autogestão operária.

-Pelo fim das prisões,perseguições,demissões e processos  contra os lutadores sociais.

-Contra a criminalização da questão social,pelo direito pleno a manifestação,expressão e organização para a classe trabalhadora.


                                                        texto original:Coordenação estadual FOSP/COB/AIT 

http://sindivariosaraxa.blogspot.pt/2014/05/vamos-parar-o-brasil-em-junho.html