Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

O Bloco é o PCP(R) dos tempos modernos

14.07.14, uon

O Bloco de esquerda corre o risco desintegrar-se com as saídas recentes do grupo do "FER" que fundou o MAS e levou consigo dezenas de militantes.

Agora foi o Grupo Manifesto/Politica XXI de Miguel Portas, liderado por Ana Drago e Daniel Oliveira que leva consigo mais algumas dezenas de militantes e vão-se aproximar do Livre de Rui Tavares, ex.libertário, e ex.deputado no parlamento europeu e do manifesto 3D que é um grupo de economistas.

Ainda existem no seu seio o Grupo "UDP/PCR" e o Grupo do PSR e do historiador Fernando Rosas, ex.MRPP, etc

O Bloco é um PCP(R) (que foi um partido formado por vários grupos marxistas/leninistas ainda no tempo do fascismo) dos tempos modernos onde houve diversas cisões no partido e tinha repercusão na UDP que era o partido eleitoral.

Houve a cisão do grupo de João Moreira/jornal Voz do Povo que deu origem à "Unidade Comunista" que teve uma vida efémera, muitos hoje estão na direita e outros andam por aí.

A cisão do grupo de Acácio Barreiros, ex. deputado da UDP que foi para o PS.

A cisão do grupo de Amadeu Ferreira, que deu origem também a um grupo que também se extinguiu.

A cisão do grupo de Francisco Martins Rodrigues que deu origem à "Politica Operaria".

Todos estes grupos levaram consigo centenas de militantes que não fizeram mais nada e "calçaram a pantufas", tirando Chico Martins que se dedicou a feitura da revista "politica operária" que se publicou vários anos acabando por se extinguir?

Mas pelo meio é capaz de ter havido mais cisões e expulsões e afastamento forçados ou pessoais de militantes.

Luta pelo poder nestes grupos acaba por manchar a credibilidade dos mesmos chegando muita gente a pensar se estes grupos/partidos do governo e na oposição o que querem afinal todos é tacho.