Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LIBERDADE E BEM ESTAR

LIBERDADE E BEM ESTAR

Pela proibição despedir

30.01.14, uon

Hierarquia de critérios

Pior avaliação de desempenho
Este é o primeiro critério de selecção a ter em conta em caso de despedimento por extinção de posto de trabalho.

 

Supúnhamos que o trabalhador é delegado sindical na empresa e desempenha bem o trabalho é um alvo a abater pelo patrão e se os avaliadores forem marretas dão uma avaliação baixa só para satisfazer os caprichos do patrão, para o despedimento.

 

Menores habilitações académicas e profissionais

Caso haja vários trabalhadores com a mesma avaliação de desempenho, as empresas passam ao segundo critério, que determina a saída de quem tem menores habilitações.

 

Despedir por ter menos habilitações não é critério. Há trabalhadores com menos habilitações que executam melhor o trabalho do que um com mais habilitações.

 

Maior custo pela manutenção do vínculo laboral do trabalhador para a empresa
Persistindo o "empate", o terceiro critério de selecção tem a ver com os encargos (nomeadamente salariais)  que o trabalhador representa.

 

Os trabalhadores devem todos ganhar o mesmo por que todos tem contas para pagar barriga para comer.

 

O quarto critério de selecção põe em causa quem tem menos experiência. 

 

Se um trabalhador tem menos anos de casa não pode ter a mesma experiencia dos mais velhos

 

Menor antiguidade na empresa

A antiguidade - o critério utilizado actualmente - surge em quinto lugar nesta lista.

 

Despedir por ter menos anos não pode ser critério para despedir.

 

Menos débil situação económica e familiar
De acordo com a CCP, aqui pode estar em causa, por exemplo, a situação de um casal que trabalha na mesma empresa, determinando este critério que o despedimento não incida sobre ambos. Este referencial é muito criticado por vários parceiros.

 

Os casais não podem ser despedidos por que as pessoas tem vida montada pelos montantes entrados em casa e contas para pagar.

 

Uma empresa funciona sem patrões

Uma empresa não funciona sem os trabalhadores